As Taxas de Multibanco… O novo ataque da Banca, desta feita com patrocínio europeu

Como sempre, e pela enésima vez, a Banca Portuguesa torna à carga e prepara as suas hostes para mais um assalto à bolsa dos portugueses.

Deste feita o discurso predatório tem novos contornos, e usa a entrada em vigor do chamado “Sistema Único de Pagamentos Europeu” (SEPA) que a partir de 2008 vai ser implementado em toda a União Europeia. A SIBS ontem já tinha aludido a uma outra nefasta consequência da SEPA com o fim de boa parte das funcionalidades adicionais do Multibanco português.

Falando bem, o responsável da SIBS, Vítor Bento afirmou ao DN que Portugal só teria a perder da aplicação da SEPA já que esta uniformização forçada – tão do agrado dos eurocratas de Bruxelas – vai implicar o fim da gratuidade das operações de levantamento e pagamento no Multibanco. Algo que a Banca já tem tentado desde a década de 90 e que me levou a promover uma campanha de recolha de assinaturas em protesto contra estas “Taxas de Multibanco” que recolheu mais de 53 mil assinaturas e que pode ser assinada AQUI (para ver mais, clicar AQUI). Numa das suas últimas movimentações, vários bancos uniram-se (CGD, BES e Santander) e tentaram implementar em 2006 uma “comissão de levantamentos em Multibanco”, alegando que “no estrangeiro paga-se comissões para levantamentos em bancos onde não se tem conta.” Omitindo naturalmente as imensas poupanças que o desenvolvimento do sistema Multibanco (excelente, aliás) trouxe aos bancos portugueses em pessoal dispensados, balcões que não tiveram que ser abertos ou que foram encerrados, simplificação burocrática e redução do backoffice, etc… Com efeito, se a banca nacional apresenta excelente níveis de desempenho e eficiência isso deve-se precisamente ao facto de usar um dos sistemas de ATMs mais eficientes e antigos do mundo: o “Multibanco”.

O presidente da SIBS, aproveitou para acrescentar: “Muitos esquecem-se que somos dos poucos países europeus onde esses serviços não são pagos, porque os bancos assim o entendem”, relembrou o presidente da SIBS. Na Europa, paga-se uma média de 1,3 euros por cada levantamento numa ATM e podemos esperar que agora, surfando sobre a onda da SEPA da eurocracia de Bruxelas, se preparem para compensar a quebra de rendimentos resultante da quebra do consumo provocada pela horda de 500 mil desempregados e pela redução das comissões rapinatórias cobras nas penalizações de transferências de empréstimos… E desta feita, graças aos autocráticos eurocratas lograram obter um argumento imbatível já que podem alegar “nós nem queríamos, foram esses malandros de Bruxelas”, como se não estivessem a tantar cobrar essas taxas de Multibanco desde há mais de dez anos.

De facto, esta atitude da SIBS com as “Taxas de Multibanco” resulta em primeiro lugar de estarmos perante um monopólio e uma cartelização da Banca na forma da SIBS. Ou seja, em vez de existirem vários sistemas de ATMs, concorrentes e disputanto entre si a eficiência de serviço e o custo mais baixo, temos uma única entidade, formada por um cartel bancário, que domina a seu bel prazer o sector e determina a política de preços de uma forma monopolista.

Fonte: Diário de Notícias

Nota Final:

Por favor use a moderação e evite termos violentos na assinatura da petição. Isto só retira credibilidade à petição e não serve para ilustrar a sua revolta quanto à taxa.

Se gostou deste artigo, adicione-o nas redes de notícias colaborativas:
DoMelhor.net (Portugal) DoMelhor
(Portugal) ou
Chuza.org (Galiza) Chuza
(Galiza) ou ainda em
Adicionar esta not�cia no Linkk Linkk (Brasil)

Já assinou esta Petição contra as Taxas de Multibanco?
1) Sim
2) NãoView Results
About these ads
Categories: A Escrita Cónia, Economia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal, Sociedade Portuguesa, Websites | 57 Comentários

Navegação de artigos

57 pensamentos em “As Taxas de Multibanco… O novo ataque da Banca, desta feita com patrocínio europeu

  1. Odysseus

    Estou a manipular uma imagem para ser colocada amanhã sobre o assunto :) Deves gostar.

    Realmente é vergonhoso, mas se Portugal se vai reger por um serviço central europeu ou se acata às decisões ou tenta negociar um regime especial de isenção para Portugal. 1 euro por levantamento é uma fortuna.

  2. sá morais

    Parece que nos querem roubar ainda mais! Já não lhes bastam os lucros assombrosos!…

    Volta a tua luta!

    Abraço!

  3. Golani

    off topic:

    o mercado accionista chinês é capaz de “crashar” amanhã

  4. fui um dos primeiros assinantes, Rui.

  5. Golani: sim, tenho estado mais ou menos atento a essas noticias que dão como certo o fim da bolha chinesa… E das consequências terríveis e globais que o seu estouro pode ter… É que hoje em dia, um crash bolsista propaga-se à velocidade da Luz e não sei se os governos de hoje têm o tipo de cash que é necessário para injectar numa bolsa e travar o colapso… veremos. A gestão da crise do México foi neste aspecto soberba, mas não a da Rússia nem a do Oriente (em 97, penso)…

    Bart: Eu sei! E sabes que de ontem para hoje “cairam” mais duas mil assinaturas?… Porque será?…

  6. Sá: ela voltou sem que eu fizesse nada… Noticias de hoje já dão como certa a falta de vontade da CGD em aplicar a taxa e o governo já foi dizendo que não permitiria que fossem aplicadas. Assim sendo, esta foi mais uma “sondagem” da banca para tentar aplicar as ditas… Algo que fazem todos os anos, desde a década de 90, medindo as reacções e a contestação que a proposta cria.

    Veremos o que fazem em 2008…

  7. Inseri um link para apetição no meu blog. :) Nem me lembrava que fui o segundo a assiná-la.

  8. Odysseus:
    é que já lá vai tanto tempo… nem eu me lembrava desta “guerra” até ver a notícia ontem nas capas dos jornais… Enfim, eu tinha-me esquecido, mas a Banca não!

  9. Abul-Fadl Nadr al-Atrabulusi

    sou a favor. se custa dinheiro quem usa que pague. eu não uso multibanco e vivo perfeitamente. é uma questão de capacidade de organização e não comodismo.

  10. Força Abdul. Eu depois mando-te as minhas facturas.

  11. Odysseus

    Temos que respeitar a opção do Abdul, afinal os Árabes pensam diferentes de nós :)
    Gostava de saber se não usa como levanta o dinheiro. ?

    Cumps

  12. hum.. há várias possibilidades… talvez o levante indirectamente. Isto é. Via bolso alheio…

    (na verdade, acho que é só um brincalhão que se chama tanto Abdul, como eu me chamo Mustafa…)

  13. Pingback: Tecnologia de Desinformação » Mais uma da banca…

  14. Abul-Fadl Nadr al-Atrabulusi

    lol .. pois é.. já me esquecia que antes quando não havia multibanco as pessoas não podiam levantar dinheiro do banco.

  15. Abul: Fixe. Não me tinha lembrado dessa… Talvez me tenha esquecido naquelas filas dos balcões da CGD onde passava toda a minha hora de almoço antes de haver multibanco! :-)

  16. Skala

    Por esta iniciativa ser de Bruxelas, teremos que divulgar esta petição ainda com mais força. Em tempos conversei com uma técnica informática da SIBS e informou-me que a diferença dos sistemas multibanco da Europa e de Portugal é devido MB deles ser responsável por cada banco, existindo taxas ao gosta de cada um. Portugal tem um sistema que serve todos os bancos e a empresa que gere não depende de nenhum em particular. Temos que manter o nosso sistema MB à parte dos outros europeus, porque existe uma grande diferença, aliás inovadora de tecnologia Portuguesa.

  17. DANIDRUMS

    ABUL, realmente é como dizes… quem n usa não paga..então quem não trabalha também não devia sair à rua nem usar todos os comodismos (aqueles q ainda nos vão dando) que são pagos pelos impostos de quem desconta, por essa lógica eu não devia pagar selo do automóvel pq as estradas em q ando são uma rica merd…..
    Opah ganhem juízo, o multibanco n é um luxo, é um serviço e os bancos existem pq guardamos e movimentamos o NOSSO dinheiro neles!!!

  18. HopIsis

    desculpem lá pessoal,

    esta conversa está muito confusa… deixo aqui um pequeno contributo que espero ajude a esclarecer e não a confundir mais (já que não tenho muito tempo para fazer isto)

    a SIBS não devia ser encarada como um cartel ou monopólio; é exactamente por existir essa entidade que presta os serviços de ATM e que é independente dos bancos que o nosso serviço de Multibanco é o que é hoje em dia – e isto é dos melhores e com mais serviços… e pela mesmíssima razão que não faz sentido nenhum pagar pelo uso do mesmo, porque este é um sistema integrado do qual todos os bancos, todos os cidadões e toda a economia portuguesa usufrui!

    Temos que continuar a manter a nossa posição quando à não aceitação destas taxas, mas também temos que perceber a situação e ela não é clara para ninguém!
    quando se fala em taxas, raramente se especifica se se referem aos pagamentos por cartão multibanco ou aos levantamentos nas caixas ATM – e a diferença é muito grande.
    Actualmente Já existem taxas para os pagamentos por multibanco em qualquer loja, embora eu não saiba concretamente como é que isso está a funcionar; pelo menos uma parte da questão é o aluguer dos terminais de pagamento que penso que existe exactamente porque só 2-3 bancos é que os fornecem!
    O que em Portugal ainda não é , nem nunca foi, taxado SÂO OS LEVANTAMENTOS – e é sobretudo isso que eu penso que eles querem passar a taxar. Agora vejam, nós cá temos os multibancos da SIBS, mas depois alguns bancos também têm máquinas próprias, as quais só se pode usar com um cartão do respectivo banco; ora o que existe lá fora é que só há este último tipo de máquinas! agora se houver um banco que decida disponibilizar levantamentos a clientes doutros bancos nas suas máquinas próprias mediante pagamento, isso é uma coisa; agora que se cobrem taxas na rede que é igual para todos é ridículo. É natural que a SIBS cobre alguma coisa aos bancos para se manter, mas é claro que nós não temos que ter peninha nenhuma deles porque a vantagem não está só do nosso lado e inclusivamente como se tem falado, e bem, eles é que têm vindo a apresentar lucros astronómicos quando toda a economia está à míngua!

    Mais ainda lembro a quem fala em deixar de usar os multibancos, que não temos mesmo alternativa! só voltar a guardar o dinheiro debaixo do colchão, pois não sei se se esqueceram que os cheques também são pagos (e não é pouco) e os levantamemtos na maior parte dos balcões só podem ser feito mediante um cheque (se não forem obrigados a pagar um cheque avulso que ainda é mais caro!)… assim se o nosso patrão nos pagar por transferência e vierem a impor estas taxas não temos outra hipótese se não pagar para pudermos tocar no dinheirinho que suámos a ganhar!!!!!!

  19. HopIsis

    Ah… e quando à pretensão europeia, isso sim temos que nos unir em força , para nos vermos obrigadaos a ficar sem um serviço excelente e que todos os dias tem novas funcionalidades… os europeus que se adapatem! todos vão gostar de ter um multibanco nos países deles! eu percebo que este sistema é talvez um privilégio que temos por sermos pequenos, daquelas pérolas que temos e que funcionam muito bem, mas por isso são um exemplo a seguir pelo outros e não a destruir!

  20. Eu fui criado, a andar com dinheiro no bolso e ir ao balcão pagar.
    Não me custa nada, voltar ao mesmo.
    Sempre é melhor que saber, que estou a ser (mais roubado) e deixar-me roubar, continuamente.
    Não chega os lucros que já têm, as nossas custas?

  21. monica

    mas onde ja chegamos so queres e dinheiro .
    mas por cada vez que vamos levantar dinheiro ao multibanco temos que pagar 1€50 e uma robalheira este pais espero que pensem um pouco é que ja nao ha dinheiro e ainda queres ir buscar mais ao bolso dos portugueses e so vigaristas .

  22. Dalila

    Os bancos querem fazer o que qualquer empresa pretende: encher os bolsos com muito e cada vez mais…dinheiro… Grave é ser permitido e legal “roubar” um pouco mais e às claras… temos que começar a levantar a voz. Os portugueses precisam é de reclamar e de acordar para o futuro que se aproxima.
    Neste momento precisamos de um maior número de petições… para diversos assuntos, uns mais “quentes” e outros um pouco mais “abafados”!!!
    Viva a liberdade e quem tem coragem para usufruir dos seus frutos… “desconfio que cada vez existem menos destemidos… porque será???”

  23. jog

    Não basta que as “beneméritas” entidades bancárias guardem o nosso dinheiro a troco de nada ou de um valor simbólico. Depois ganham muito dinheiro com os empréstimos e translações que tal… agora querem nos “multar” por pedirmos o que é nosso ? Já CHEGA de atirar areia para os olhos de quem finge que não vê.

  24. Humm..tive a ler alguns comentários aqui deixados qto a esta polémica da taxa aplicada por levantamento de dinheiro e sou da opiniao do/a “Hoplsis”. Primeiro gostaria de deixar aqui dito que a forma como está a pergunta feita sobre a petição, a meu ver está pouco simplista…deveria ser algo do género “concorda em pagar uma taxa adicional por levantamento no MB? Sim ou Não?” Agora se “já assinou a petição contra as Taxas de MB? Sim ou Nao?” e de seguida “vote,colocando o seu nome”, pois reparei que o maior número de respostas foram “não”..E é óbvio que NÂO! a pessoa para dizer que sim, terá de obter a pergunta correcta para puder votar,julgo eu nÉ?corrigam-me se tiver enganada..Enfim..começa ja por aí! 2º sinto-me extremamente revoltada e indignada com este país..pois o que adianta fazer referendos e abaixos assinados,se o povo ja não tem voto na matéria?! Nós cidadãos portugueses estamos a ser cada vez mais ridicularizados e gozados por estes “entes superiores”, Este governo faz de nós o que quer e apoderam-se da ignorância de muitos portugueses,é o que é!
    Quanto a este assunto da taxa de 1,50€ p levantar dinheiro do meu PRÓPRIO DINHEIRO!?isto é rídiculo! é que nao é um 1,50€ por cada cidadao que levante $, mas sim por cada levantamento que cada cidadao faz(e refiro-me a cidadaos portugueses ja para nao falar dos emigrantes que aqui vem parar e que é mais $ a entrar pros bancos!!!FIco lixada por ver que os bancários ganham o que ganham + comissões + almoço = para trabalharem apenas das 09h00 as 15h30?ando eu,como muitos, a trabalhar horas a fio, por turnos para recebermos o nosso no final d mês que mtas vezes não é certo! Já ninguém nos valoriza por nada “trabalhar para sobreviver e sobreviver para viver”,essa é que é!
    Uma msg para o “Abul-Fadl Nadr” é muito bonito dizeres que é preferível “cagar” para os bancos e passar andar com $ vivo, mas nao é bem assim…da forma como a vida está hoje em dia, estamos a falar,em que um só ordenado não te chega para: pagar casa;carro;alimentação;saúde;férias;roupa;escola;gasolina;etc etc..e isto é mais uma jogada, pois os bancos e as financeiras sabem que eles são a nossa única esperança e garantia de sobrevivência.Pois, hoje em dia se não tens $ no banco, não tens garantias nem benefícios.Das duas uma, ou és rico e nao precisas do banco para comparar casa, ou andas a roubar ou tens papás que se chegam spre à frente!
    Bem já perdi fio à meada, mas sinceramente até fico indignada com isto!
    Resumindo e concluíndo..Hoje em dia uma pessoa que vá a qualquer lado tem de ir spre com conhecimento de causa,senão passa por “lorpa”,dito em bom portuguÊs!
    Bem..
    * é a gasolina que aumenta de mês a mês;
    * é as prestações da casa,carro,empréstimos,juros a aumentar;
    * desemprego a aumentar e contratos incertos (poucas garantias de futuro)
    * a função pública que não se conforma e anda tudo aos trambolhões
    * as escolas,educação dos alunos e professores que estão desmotivados(sobretudo qd esta nova ministra da educação entrou…mas isso são outros quinhentos);
    * o $ que as faculdades ganham com cada inscrição apenas (fora as mensalidades) e não se vêm resultados;
    *o gás e a água aumentar;
    * os descontos de irs (quanto mais se ganha mais se desconta)
    * descontos para a seg.social (e para quem não usufruir dela, é $ em vão), mencionando também a nossa “futura reforma” que vai ser uma ninharia,
    * o $ que se gasta em saúde (com apoios NULOS) as farmácias (que são vistas como minas de dinheiro) agora vem com esta dos genéricos,que nós cidadãos já nem sabemos o que tomar!
    * Seguro do carro para pagar; Selo do carro e a manutenção do mesmo!
    * As multas pagas pelos cidadãos por ter um estabelecimento aberto,só porque as aprovações não são feitas de imediato e mais burocracias devido aos licenças/alvarás!
    * as multas de estacionamento e infracções com penalizações altíssimas sem direitos dados aos cidadãos para impugnar o processo correctamente e pessoalmente com os Tribunais (porque estão entulhados de processos)e ninguém resolve nada como deve ser!
    * construção de estradas e auto-estradas (algumas desnecessárias a meu ver…)que passado um tempo estão uma misera e ajudam a danificar ainda mais o estado do automóvel…
    * a falta de transportes e a greve constante dos mesmos!
    Em contrapartida, os politicos usufruem do nosso dinheiro e abusam da nossa honestidade e os bancos gerem os seus dinheiros do o nosso bolso..
    …bem enfim se fosse a mencionar todos os factores que tem denegrido este páis não sairia daqui…Quanto aos politicos?sabem tanto ou menos que eu!

  25. De facto a confirmar-se mais este atentado aos nossos bolsos, apenas demonstra, uma vez mais, a concertação do loby junto de Bruxelas, para levar avante os seus intentos, sem qualquer pejo e fundamento.
    Vamos todos, em uníssono, dizer não a esta infâmia, pois já não basta os lucros astronómicos que os bancos todos os anos exibem e cada vez mais são demonstrativas da falta de um pouco de consciência social que também lhe ficaria bem.

  26. jaime campos

    O estado e agora com um governo “socialista” ,não tem um sentido social.É um governo protecionista do GRANDE CAPITAL.
    VAMOS UNIR OS NOSSOS ESFORÇOS E VONTADES ,QUE SÃO JUSTAS,OU A BANCA RECUA OU NÓS VOLTAREMOS AO CHEQUE QUE APESAR DE TUDO É MAIS BARATO ,E OBRIGA A BANCA A CRIAR MAIS POSTOS DE TRABALHO.

    CUIDADO COM O CANTO DA SEREIA DOS BANCOS : USO DA INTERNET NA MOVIMENTAÇÃO DE CONTAS ,PAGAMENTOS E .T . C.

  27. quim

    Eu acho isto muito giro e ainda mais giro quando o sistema de multibanco, além de se pagar a si próprio, dá lucro, como por exemplo com a implementação de publicidade nos terminais ATM. O sistema é grátis não porque os bancos assim o entendem mas porque o sistema é eficiente e lucrativo. Agora imaginem o valor diário que o sistema vai lucrar com estes 1,5€… se ainda fosse 0,01€ ou 0,001€, e mesmo assim, quantos levantamentos são feitos diáriamente? Se isto passar a unica coisa que eu sei é que todo e qualquer cartão que me for entregue é imediatamente partido a meio. Outra coisa é certa, se o resto dos europeus gostam de pagar uma taxa deste tipo deixem-os pagar à vontade, agora não nos venham com a velha história de que “é assim que funciona la fora” e impingir que o que é feito nos outros paises como mais correcto e melhor, até porque não o é. Se algum dos sistemas tem que mudar é o dos outros , não o nosso, por obvias razões visiveis. Ora vai pagar a conta da luz à ATM em paris… não vais porque o serviço não existe simplesmente.

    *** OFF TOPIC ***
    # Comentário a FLIPS #
    “pois o que adianta fazer referendos e abaixos assinados,se o povo ja não tem voto na matéria?! ”

    Pois todos nós passamos a reclamar mas na altura de votar, la votamos outra vez nos mesmos… vai ao mercado municipal, ouve os comentários de desagrado das pexeiras, floristas e outros vendedores que por la estão. Retorna na altura das eleições e repara que quando la passa a banda com o politico em mangas de camisa todas as pessoas que dantes reclamavam dizem agora: “ai que bonito ele é, tão formoso!”; e que mesmo algumas se atiram a ele tentando alambusalo com mais uma série de beijos…

    como canta o Ségio Godinho no “Fado das Velhas”:
    Cá se vai andando com a cabeça entre as orelhas…

    e deixa-me adicionar mais uma coisa à tua lista:
    *como os portugueses ganham muito e têm muitas férias e feriados, ha que reduzir as férias, iliminar alguns feriados, reduzir os ordenados e criar novas e mais eficientes formas de despedir.

    assim se faz portugal … uns vão bem outros vão mal…

    e enfim não disse nada que ninguem não saiba já… sou so mais um a resmungar entre dentes

  28. kika

    O que acho mais piada nesses hipócritas é que querem sempre tudo igual à UE, então podem começar pelos ordenados, que de certeza que não nos iriamos aborrecer. Só não percebo porque é que temos de ser iguais aos outros a tirar do nosso bolso para o de o estado mas ao contrário nada a igualdade para os Drs. do governo não importa!!!! POLITICOS HIPÓCRITAS É O QUE TEMOS!!!! O que mais faltava é termos de pagar para usufruir do nosso dinheiro, já agora coloquem impostos por respirarmos, que por este andar não falta muito!!!!

  29. Falar de ladrões “in”visíveis é fácil, exterminá-los é função de todos. Há esterco suficiente em spray doméstico para eles aspirarem nos seus gabinetes de conspiração contra a Vida Humana, e quando metem a mão na nossa magra bolsa de trabalhador deste país. Usemos o esforço, a criatividade e a mente para usar as armas dos que se protegem nas leis governamentais e dos estados europeus dominadores. Leis sem sentido individual e social, défices virtuais, petróleo, patriotismo bacoco, segurança nacional e internacional, alianças e protecção dos grupos de pressão económica e política, apenas nos têm levado à ruína a nossa identidade, o nosso património genético e hereditário, o nosso sangue e o nosso sentimento verde rubro. O futuro da existência humanizada dos filhos e netos deste país está em perigo, pela política actual dos governantes deste e de outros países do mundo civilizacional. Façamos um minuto de esforço todos os dias, para criar as barreiras de protecção mental contra os invasores e predadores da Vida Humana. O melhor caminho é o mais simples, não precisamos dos avanços e progressos da civilização humana, que nos retira uma existência condigna no seio da humanidade.

  30. Belmiro Cunha

    Os portugueses não podem permitir este assalto á nossa liberdade de movimentar o nosso dinheiro através das caixas ATM.Os bancos portugueses e estrangeiros agora em portugal querem introduzir este pagamento por cada movimento porque já fizeram as contas e sabem que qualquer importãncia que possam cobrar(então o valôr apontado é um roubo-1,5€) vão representar muitos milhões de euros que depois entre eles repartem aumentando os seus já escandalosos lucros á custa dos portugueses que coitados não têm outra alternativa porque para este sistema os empurraram.Quem contabiliza os custos das anuidades dos cartões dos cheques das comissões de conta e outras habilidades para engordar os bancos para não falar nos elevados lucros que os bancos ganham com os investimentos que fazem com o dinheiro dos clientes e que lhes cobram até 30% de juros nos empréstimos e só dão nem 2% líquidos nos depósitos que os clientes ainda fazem.Até o governo aprendeu a roubar os portugueses.É ver o que o actual ministro alterou aos títulos dos pobres-certificados de aforro.Senhores dos bancos tenham vergonha e melhorem mais os serviços que prestam e o governo não pode permitir tamanho roubo e afronta aos direitos dos portugueses.Apoio totalmente esta luta e se não conseguirmos alcançar o nosso objectivo só teremos que exigir o voltar ao antigamente que é obrigar as empresas a pagar em dinheiro e á semana que deve ser como o Abdul recebe e por isso não precisa de ATM.
    FORÇA e se preciso fôr vamos para a rua e faremos campanha para todos retirarem o dinheiro que tiverem nos bancos.Se o fizerermos em pouco tempo metê-mo-los na banca rota pois eles só se governam com o nosso dinheiro.

  31. Tiago

    Olá

    Recebi agora um mail a referir esta petição, embora tenha a suspeita de que já vi isto referido antes em qualquer lado.
    Naturalmente, não posso falar por toda a Europa mas, em todo o caso, posso falar do meu caso pessoal. Vivo neste momento na Suécia e tenho uma conta num banco de cá. Gostava apenas de referir que nunca me foi taxado qualquer levantamento. Já fazer uma consulta de saldo é outra história, aí paga-se, certamente. Mas os levantamentos, pelo menos aqui e em dois bancos diferentes não são taxados, tal como em Portugal.
    Ah, e o sistema ATM daqui é tão mau como no resto dos países europeus… Dá para levantar dinheiro e ver o saldo – e já não é nada mau…

    Cumprimentos
    Tiago

  32. Tiago

    PS.: Desculpem-me o “strong”, era só para enfatizar a palavra “nunca” mas não estou muito habituado aos tags…

    Cumprimentos
    Tiago

  33. Como sempre, e pela enésima vez, a Banca Portuguesa torna à carga e prepara as suas hostes para mais um assalto à bolsa dos portugueses.

    Aqui existe uma aberração chamada CPMF. Toda e qualquer modalidade de transferencia bancaria tem que pagar ao governo uma taxa por este serviço.

    Em outras palavras: Um roubo!

  34. Daniel Rocha

    Petições não nos vão levar a nenhum lado.

    O que todos deviamos fazer era levantar todo o nosso dinheiro por tempo indeterminado.

    Para quem não sabe:

    Por cada euro (nota ou moeda) de depósito em cada banco, esse mesmo banco pode conceder crédito de 5-10 euros. Isto é, cria moeda escritural.

    Assim, se todos levantarmos o dinheiro por tempo indeterminado, como inicio a determinado dia, irá haver um colapso dos meios de pagamento, pois não haverá moeda física (nota ou moeda) para servir de reserva legal aos bancos.

    A melhor maneira de protestar é guardar o dinheiro debaixo do balcão.

  35. Sim… Foi esse mecanismo e a consequente corrida à Banca que esteve na raíz do recente colapso do sistema bancário russo…

    Mas discordo profundamente: a Petição, serve e para muito! Como verá brevemente se continuar a visitar este espaço…

  36. ciacr

    Eu ainda não percebi bem, quem serão os verdadeiros beneficiados nesta questão das taxas de ATM
    Se os ladrões dos banqueiros…. se os verdadeiros carteiristas…
    Sim, porque à boa maneira portuguesa, o que vai acontecer é que vamos passar a levantar o ordenado todo e andar com ele na carteira…
    O governo tem obrigação de agir..que mais não seja por uma questão de segurança…
    E eu que tive tanto trabalho até conseguir que a minha mãe aderisse ao dinheiro de plástico…finalmente tinha conseguido…

  37. cris

    Um abaixo assinado, vale o que vale, estamos na UE e querendo ou não a SEPA não é uma proposta, mas uma realidade.

    A abertura do espaço português a novos operadores de rede (congéneres da nossa rede MB) fará com que exista uma concorrência. Novos operadores, com uma dimensão superior, vão permitir apresentar à banca custos pelos serviços, mais reduzidos, se a mesma optar por esses serviços, para poderem manter esses custos baixos o operador terá de ir buscar a algum lado essas diferenças que o permitem suportar a rede. Assim sendo, nesta perspectiva tanto a banca como o operador ficará a ganhar. O tuga fica a perder. Não é algo que esteja ao alcance do “povo” responder, ou opor-se. Não é um serviço do estado, não é uma Misericórdia. É um negócio como outro qualquer. De facto a política de cartel que muitos contestam, permite que neste momento todos tenhamos um serviço gratuito. A abertura ao mercado concorrencial, não só (caso a banca mude de operador) irá perder funcionalidades como teremos de pagar por isso. Um abaixo assinado contra a SEPA? bom talvez se aplicasse, se já não tivesse sido decidida. Somos o país mais electronizado da Europa e o mais avançado do mundo no que diz respeito à rede que possuimos hoje em dia, e quem viaja saberá disso. Outra questão que a SEPA coloca é a extinção de cartões domésticos, todos aqueles servicinhos que ninguém dá importância pela, sua vulgaridade do quotidiano, estão em risco de desaparecer também, licenças de pesca, carregamento de passes e outras funções que actualmente são possiveis com o nosso cartão doméstico, o Multibanco. A incongruência da questão é que pretendendo acabar com monopólios de cartões domésticos como os nossos, irão dar de bandeja abertura ao monopólio dos cartões americanos Visa e Mastercard.

    Há muito mais por detrás das possíveis taxas do serviço, basta procurarem um pouco, está em todos os jornais.

    Quanto aos comentários da utilização do serviço, bom, se a banca não permitisse o lucro, não haviam bancos, é um negócio, como pagariam as pessoas malformadas que nos atendem nos balcões? a conta da luz da água etc… mas acho que sim, se conseguirem deixar de utilizar o serviço, força, pensam ao patronato que vos paguem em feijões e guardem-nos nos colchões .

  38. VALDEMAR - VISEU

    Abaixo as taxas no MB.
    O grande benefeciario com o MB são os proprios bancos, uma vez que assim pode5ram dispensar milhares de trabalhadores.Imaginem o que seria se toda a gente deixasse de utilizar o MB e resolvessem voltar a entrar nas agencias bancárias. Seria o caus. Os balcões emtopiam por falta de pessoal. E que tal se deixarmos todos de utilizar o MB? só para ver se aqueles banqueiros aprendiam a lição e deixavam de perdoar as dividas de emprestimos aos filhos e aos amigos.

  39. ja chega de abusos por parte da banca

  40. Anónimo

    Olá!

    E o “gamanço” da Guarda de títulos?
    Deve havar umas centenas de milhares de Portugueses pequenos accionistas com meia duzia de acções que dão milhões de lucros à Banca, independentemente do seu movimento bancário se passsar todo pelo mesmo. A CGD a menos gulosa, neste momento já vai em 8,47€ por trimestre. Ou seja 33.87€. Em 2000 era 17.50€.
    Cumprimentos
    MIS

  41. Mnel

    Deixar de utilizar o MB ?!?!? e usam o dinheiro que têm debaixo do colchão? Fazem a bicha de 40min no banco ? usam um cheque que quase ninguém aceita e tem custos, esse sim, absurdos? Usam feijões ?
    Sejamos realistas, o sistema já absorveu a utilização de cartões de pagamento e voltar atrás não é uma opção.

    Uma história: os utilizadores da Dinamarca, em 2003 impuseram um boicote ao Dankort (o seu MB). O governo, num movimento político, obrigou os bancos a voltarem atrás com a comissão e o resultado foi que mais ninguém investiu no Dankort que se tornou num dos sistemas mais obsoletos da Europa… mas gratuito (como a Suécia). Do outro lado temos a Noruega onde todos pagam o sistema (utilizadores, banca e comerciantes). O resultado é o 2o mercado de dinheiro plástico mais avançado do mundo (depois da Islândia).
    Não sou a favor de comissões. O que se passou na Noruega só funciona em países altamente democráticos onde tudo se discute e nada se impõe. Todos escutam e a confiança reina.

  42. Bruno Oliveira

    Ora vamos ver isto de uma forma muito simples.
    Para que serve o multibanco?
    1-evita a ida ao banco para levantar dinheiro
    2-caso queiramos pagar alguma coisa, podemos faze-lo pelo cartão
    3-evitam-se filas, aumentando a velocidade de pagamento
    4-mesmo a nivel de assaltos (apesar do limite do cartão) é sempre mais seguro e poderia se-lo ainda mais com a intrudução de alguns promenores que ficam para outra discussão
    5-Aumenta-se o consumo através da facilidade de pagamento!

    Quanto custa aos bancos?
    1-Manutenção e novas instalações de multibancos pelo pais
    2-……..há mais?
    3-Manutenção da rede informatica que faz esses mesmos movimentos!
    4-….. agora é qu enão me lembro de mais

    Vendo bem as coisas, as transações são processos informaticos que pouco ou nada custam por isso não é por ai que podem chorar. quando á matunenção das proprias caixas multibanco…. tenham paciencia, são os bancos que tem mais a ganhar com a sua introdução do que nós, simples utilizadores. Imaginem as filas nos bancos para se levantar dinheiro e as obvias queixas no livro de reclamações (não se esqueçam disso) sobre o tempo de atendimento!
    O que os bancos querem é obvio.
    Imaginem um carro que anda a gasolina, aumentem a gasolina e o que acontece? a pessoa é obrigada a pagar mais ou a andar a pé!
    O mesmo acontece aqui. Todos utilizam o multibanco, impoem uma taxa o que fazemos? ou pagamos a taxa ou não usamos o cartão!
    parece impraticavel mas imaginem se puderem uma invasão de 20 pessoas num banco para levantar dinheiro. Quem acham que cede primeiro?
    só se formos muito preguiçosos é que não conseguimos combater isto! Tenham juizo e inteligencia, os bancos existem porque nós existimos e não o contrario. Eles existem para nos servir e não o contrario. falar é facil, fazer é bem mais dificil, mas acreditem se existir manifestação eu estarei lá!!! ou se precisarem de ajuda para a fazer. não vou ficar a ver a televisão e a gritar a dizer que lá porque sou portugues tenho de me sujeitar ao que o destino me lanca!

  43. Se for avante, nesse mesmo dia entrego os cartões todos, e como tenho tempo vou á agencia levantar com cheque. Eles têm de aprender… estes banqueiros são uma grande decepção. A começar pelos politicos,(alguns?) neste país não se aproveita nada. Isto só com a Iberia unida.

  44. hERMENEGILDO

    Sou muito curto no meu comentário, diz-se que quem lucra são os bancos mas a meu entender quem lucra são os seus gestores. Vejam os brutos salários que auferem, as regalias e as indemnizações em caso de?
    Sejamos UNIDOS.

  45. hgxhndsgndghytb ftrhrt

  46. cravo

    Para mim o mais ridiculo ainda sao as taxas de manutenção da conta. Uma conta bancária custa tanto a manter como um ficheiro guardado no disco do computador. No entanto, quem menos dinheiro tiver na conta, mais paga. Um pobre reformado com 170 euros de reforma terá de pagar um valor entra 10 e 15 euros por trimestre para manter a conta, inclusive na CGD que é o banco do estado e deveria ser solidário com os desfavorecidos…ou pelo menos não os explorar.

  47. Se eu mandasse era assim:
    - O PR recebia o ordenado mínimo pois não o gasta.
    - 0.5% do ordenado de cada Tuga era para os bolsos dos políticos e gestores públicos pois são pessoas muito responsáveis (no terrorismo da morte lenta) e neste país quem é muito responsável deve ser bem pago (desculpe lá sr. scolari).
    - Vá outros 0.5% pros clubes e jogadores da bola.
    - 0.5% pro pessoal da RTP passear à conta Brasil etc… e ganhar bem pois prestam um bom serviço de caca jornalistica.
    - 0.5% pra um banco alimentar qualquer onde a gente ia comer de noite 1 sopinha.
    - 98% distibuidos então por bancos TV’s privadas outras grandes empresas nacionais (não esquecendo castelos brancos floribelas Mayas e demais escumalha que anda por ai à boa vida).
    Quem se manifestasse era simples bastonada do corpo de intervenção e processo na PJ.

  48. Nos dias que correm o cartão tornou-se um meio seguro e indespensável para a vida de qualquer cidadão. A banca em geral já cobra tantos serviços como o de manutenção pelo que este serviço se incontra incluído nessa “manutenção”. Esta nova taxa não é mais de que uma forma de a banca enriquecer à custa de todos duma forma grosseira, materialista e imoral.

  49. MBorges

    Os bancos já esqueceram a poupança de dinheiro que as caixas ATM lhes permitiram obter ao reduzirem o número de funcionários. O que eu proponho é que os voltemos a lembrar. Antes da taxa ser aplicada, comecemos a ir levantar dinheiro aos balcões. Quando começarem a ter filas de horas no fim do mês para levantar os vencimentos e ter que contratar funcionários para as reduzir, eles pensarão duas vezes antes de introduzirem as taxas. Quanto a nós, precisaremos de um pouco de paciência, calma e civismo e aconselhar os nossos amigos europeus (não Portugueses) a fazer o mesmo.

  50. tavares

    Vamos em frente os lucros deles são fabulosos.

  51. Mesmo agora, em época de crise!
    Mas serão ainda em 2008, quando as asneiras da banca do subprime se começarem a reflectir em Portugal?… Da maneira como o maior banco privado luso tem sido gerido… não haverá mesmo crédito subprime dos EUA na banca nacional?… Pois!

  52. Andre

    Só para deixar o aviso que a petição é completamente inválida.

    Toda e qualquer petição só tem validade em portugal se o nome for acompanhado pelo nº de BI. Sem isso a petição vale 0.

  53. Pedro

    Acho piada estas reacções histéricas. O senhor presidente do SIBBS levantou uma POSSIBILIDADE com muita calma, seriedade e razão de ser.

    Daí a dizer que vamos ter, inequivocamente taxas por usar o multibanco, parece-me histérico. Ainda mais porque o Banco de Portugal já afirmou que o SEPA vai ser aplicado em paralelo ao multibanco e não em substituição. Querem com isto dizer que provavelmente vamos apenas pagar por usar sistemas SEPA, mas o nosso multibanquinho ainda viverá, tal como está.

    Quanto ao Projecto-lei do PCP… Eles aproveitam tudo o que lhes aparece à frente para serem “do contra e do povo”.

  54. quanto ao SEPA…
    veremos!
    porque me parece que a partir do momento da sua instauração, vamos começar a ver um desinvestimento global no atual multibanco tornando-o em último grau: inoperante e deixando o SEPA como a única alternativa?
    quanto à possibilidade… nunca disse que podia ser mais do que isso.
    mas que as “sondagens” ocorreram, ocorreram… e preparam uma ofensiva que agora, com a redução dos lucros bancários, deverá ser retomada nos próximos meses.

  55. ruicabass

    Eu cá a acontecer tal situação levanto o guito todo …(no fim do mes)
    prefiro pagar um cheque a ter (dia sim dia não)k pagar 1,5€ para esses chul…não valem nada.
    se uma grande parte do pessoal fizer isso não há dinheiro k chegue nos cofres..logo resta menos para eles o aplicarem(e ganharem)…em taxas em movimentos…etc…

  56. bem, como já tenho escrito, não há sinais que a Banca tenha planos para implementar no curto prazo esta taxa que em tempos (2004? 2005?) tentou aplicar…
    contudo, com toda esta turbulência financeira, não me admiraria se tivessemos um “remake” desta história… para cativar novos rendimentos e lograr pela via do aumento das comissões recuperar algumas das perdas recentes…

  57. antonio

    vai ser bom para os ladrões , temos que voltar a andar com a carteira cheia de euros lol

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Blog em WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa - Listas Participativas às freguesias da Estrela (Lapa, Prazeres e Santos-o-Velho) e MaisPenha (Penha de França e São João)

DIRECT e-DEMOCRACY NOMOCRACY & EQUALITY LAWS..! THE RULE OF LAW

Are we going to allow chinese dictators to own the whole planet?

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.649 outros seguidores

%d bloggers like this: