50 perguntas e respostas para usar em entrevistas de Emprego

Eis uma tradução de um artigo do blog bhuvans.wordpress.com, redigido por sua vez a partir do livro “The Accelerated Job Search” de Wayne D. Ford. Como estamos em maré de busca acelerada de emprego, em plena maré de quase meio milhão de desempregados pensei que fosse muito oportuno apresentar aqui a minha tradução “livre”, com algumas achegas de minha própria lavra. Cá vão assim as 50 perguntas que mais frequentemente surgem em entrevistas de emprego, e que podem ser usadas nos dois papéis, quer como entrevistador, quer como entrevistado:

1.  Fale-me sobre você:

Esta será talvez a pergunta mais frequente numa entrevista de emprego. Precisará de trazer na sua mente uma resposta breve mais ou menos memorizada, mas procure não deixar transparecer que trazia a resposta preparada, já que isso dará de si uma imagem de fraca espontaneidade. Evite mencionar interesses ou atividades que não se refiram diretamente à sua atividade laboral e aborde-os apenas se estes lhe forem especificamente apresentados. Descreva aqui que já realizou na sua vida profissional, focando particularmente naquilo que se relaciona com a vaga a que está a responder. Comece no passado e prossiga a sua breve descrição até ao presente.

2. Porque deixou o seu último emprego?

Seja lá quais foram as circunstâncias, mantenha sempre um toque positivo. Nunca, mas nunca mesmo, mencione problemas graves na sua organização anterior e jamais, mais jamais mesmo, mencione conflitos com os seus superiores ou colaterais. Se o fizer, perderá o emprego com toda a certeza. Diga que saiu por uma qualquer razão positiva, como a procura de uma nova oportunidade profissional.

3. Que experiência tem neste campo?

Seja específico a temas que se referem à posição que está na mesa. Se não tiver experiência específica, tente aproximar-se o mais possível. Evite todos os temas que não têm diretamente nada a ver com o campo para que está a concorrer.

4. Considera-se um homem/mulher de sucesso?

Tem que responder obrigatoriamente que sim e explicar sumariamente porque pensa dessa forma, listando os objetivos que traçou para si próprio no passado e a forma como os alcançou e como espera alcançar os restantes num futuro próximo.

5. O que pensam os seus colegas de si?

Leve mentalmente consigo uma ou duas frases citadas de um dos seus colaboradores, colaterais ou superiores. Se não se lembrar de nada diga “O Joaquim diz sempre que eu sou o trabalhador mais eficiente e persistente que já conheceu”.

6. O que conhece sobre esta organização?

É imperativo que investigue a organização antes da entrevista. Tente conhecer tudo sobre a organização, quais são os seus planos de expansão, a sua solidez económica, etc.

7. O que fez para melhorar os seus conhecimentos técnicos no último ano?

Mencione todas as atividades de melhoria da sua performance nas últimas funções, desde aquelas que foram financiadas pela anterior organização até aquelas que eventualmente pagou do seu próprio bolso.

8.  Está a concorrer também a responder a ouras ofertas de emprego?

Seja sincero, mas limite ao mínimo as suas respostas já que o importa é manter o foco no emprego sobre a mesa, não nenhum dos outros.

9. Porque é que quer trabalhar nesta organização?

Esta poderá ser a sua resposta mais importante. Baseie-se na pesquisa que fez sobre a organização. Seja absolutamente sincero, já que qualquer falsidade poderá determinar a sua eliminação.

10. Conhece alguém que trabalha para nós?

Esta pergunta pode ser fatal… há organizações que não contratam familiares e mencione apenas amigos se este estiver previamente avisado e fôr de absoluta confiança… não seria o primeiro a ser enganado por falso amigo que quando questionado sobre nós nos dá uma imagem oposta ao esperado e profundamente negativa.

11. Qual é salário que espera poder obter?

Uma pergunta de resposta delicada… cuidado se responder primeiro, razão pela qual o mais avisado será evitar responder e se perguntar algo do género: “diga-me qual é tipo de salário que está aqui em questão”? Alguns entrevistadores responderão, outros não… praticamente nenhuns o levarão a mal por ter fugido à resposta. Se contudo, achar que tem mesmo que responder, dê um valor tão vago e impreciso quanto o possível.

12. Como se dá com o trabalho em equipa?

Não terá outra opção além de dizer que sim, que se dá muito bem e que gosta mesmo muito, muito. Tenha exemplos à mão, prontos a citar e quanto mais recentes melhor. Exemplifique com casos em sacrificou o seu próprio bem estar ou a sua glória pessoal em nome do desempenho da equipa. Nunca se vanglorie, mas procure manter-se no domínio dos factos, tanto quanto o possível.

13. Durante quanto tempo espera trabalhar para nós?

Não seja muito específico. Diga algo vago como “durante muito tempo” ou “enquanto acharem que estou a fazer um bom trabalho”.

14. Já teve que despedir alguém? O que sentiu então?

Outra questão em que a qualidade da resposta é vital… Nunca deixe transparecer que gostou de o fazer, mesmo se essa pessoa mereceu tal despedimento. Mencione que teve que fazer aquilo que tinha que ser feito, e pronto. Diga que quando se trata de defender a organização ou o indivíduo tem sempre que optar pela primeira.

15. Qual é a sua filosofia quanto ao Trabalho?

Nem pense em alongar-se longamente sobre este tema… Diga o que pensa dos trabalhos que têm que ser feitos, e daqueles que são especialmente urgentes e do quanto pretende sacrificar para os cumprir. Seja positivo, mostrando um foco especial nos benefícios para a organização.

16. Se tivesse hoje dinheiro suficiente para se reformar, fá-lo-ía?

Não. É claro que tem que dizer que não… diga que prefere trabalhar a estar reformado…

17. Já alguma vez lhe pediram para deixar uma função?

Se sim, seja honesto… mas com brevidade e sempre sem dizer nada de negativo sobre a circunstância em que isso aconteceu.

18. Explique como poderia ser um ativo útil para a organização

Uma das respostas mais importantes de toda a entrevista é esta… Use-a para destacar os seus pontos mais positivos, especialmente aqueles que mais se relacionam com a oportunidade sobre a mesa.

19. Porque é que deveríamos contratar?

Sublinhe em que medida é que as suas capacidades correspondem às necessidades da organização. Nunca mencione que é melhor do que qualquer outro concorrente, nem sequer no abstrato.

20. Conte-me uma sugestão recente que tenha feito no seu último emprego

Vá para a entrevista com uma destas sugestões já preparada. Esta deverá ser uma que foi aceite (de forma a manter o tom positivo) e que tenha tido uma aplicação bem sucedida. Idealmente, deverá ser diretamente aplicável no tipo de funções a que está agora a concorrer.

21. O que o irrita mais nos seus colaterais?

Não lhe cheira a armadilha? Se não devia, porque é exatamente disso que aqui se trata… Simule que está a pensar em alguma coisa e depois diga que não lhe ocorre nada neles que o irrite e que o seu relacionamento com eles é tão bom que não lhe acorre agora nada que o irrite neles.

22. Qual é a sua maior força?

Pode dar uma de várias respostas. Desde que seja um aspecto claramente positivo. As respostas mais comuns são algo do género: a sua capacidade para prioritizar a resolução de problemas ou projetos, a sua capacidade para trabalhar sobre pressão, os seus conhecimentos técnicos ou a sua capacidade de liderança.

23. Descreva aquele que seria para um “emprego de sonho”

Procure não se referir a nenhum emprego que tenha tido no passado, nem sequer aquele que está agora na mesa. Não mencione especificamente um outro trabalho que não aquele que corresponderá a esta entrevista, porque isso poderá dizer ao entrevistador que sairá na primeira oportunidade. O melhor é manter-se no campo das generalidades.

24. Porque pensa que se adaptará bem a este emprego?

Mencione as suas capacidades, experiência e motivação.

25. O que procura num trabalho?

Veja a resposta 23

26. Com que tipo de pessoa recusaria trabalhar?

Mencione deslealdade para com a organização, violência física ou verbal ou ilegalidade. Qualquer coisa menos grave do que isto deve ser omitida.

27. O que é mais importante para si; dinheiro ou trabalho?

O dinheiro é sempre importante, mas o tipo de trabalho e a satisfação que se retira dele pesa sempre mais.

28. Qual era o seu ponto forte, segundo o seu anterior superior hierárquico?

Há aqui várias respostas possíveis, como lealdade, energia, capacidade de liderança, conhecimentos técnicos, etc

29. Conte-me o maior problema que já teve com um superior hierárquico

Mais uma armadilha… A ideia é colocá-lo a falar mal do seu superior. Se cai nela, a entrevista está concluída. A solução pode ser manter-se positivo e alegar falta de memória, exatamente como fazem os políticos quando se sentem mais apertados.

30. O que é o desapontou antes num emprego?

Não seja negativo. Fale de “falta de desafios” ou se foi afastado numa qualquer reorganização ou se a empresa fechou as portas, use essa informação agora.

31. Conte qual é a sua capacidade para trabalhar sobre pressão

Diga que gosta de certos tipos de pressão. Dê exemplos que se possam relacionar com o cargo a que está a concorrer.

32. As suas capacidades são mais adequadas para este emprego ou para outro?

Provavelmente, este. Não dê pistas de que poderia quer mais outro emprego além deste.

33. O que é que o motiva a trabalhar melhor?

Depende de si… Mas pode usar chavões como Desafios, espírito d realização pessoal e organizativa, reconhecimento do bom trabalho feito. Etc

34. Está disposto a trabalhar para além do seu horário? Fazendo noites e fins de semana?

Sim, claro… Se necessário e se a organização precisar, terá que estar disposto a tudo.

35. Como vai saber se teve sucesso neste emprego?

Existem varias formas de medir o sucesso. Definindo elevados padrões de qualidade e desempenho e cumprindo-os. Mas somente o seu superior é que saberá de facto se foi ou não bem sucedido.

36. Se fosse necessário, estaria disposto a mudar de local de trabalho?

Deve ser claro e honesto. Devendo recolher junto da sua própria família a sua disponibilidade para tal mudança se lhe parecer provável que o questionem sobre tal. Nunca diga que está disposto a mudar-se e depois não o faça… Já que isso poderá determinar o fim da sua carreira.

37. Está disposto a colocar os interesses da organização acima dos seus próprios?

Esta questão pretende aferir a sua potencial lealdade. Não se alongue. Limite-se a responder que sim.

38. Descreva o seu estilo de gestão

Fuja dos chavões de gestão, porque parecem exatamente aquilo que são: ocos. Contudo, pode usar termos comuns como “progressivo”, “gerador de consensos” (como apregoa Obama) e diga que o altera de acordo com as necessidades de cada circunstância.

39. O que aprendeu de erros anteriores?

Uma armadilha, de novo… Não mencione nada de realmente grave, mas não deixe de mencionar um ou outro pequeno erro, sublinhando sempre o aspecto positivo (medidas corretivas, aprendizagem obtida, etc)

40. Tem alguns pontos fracos?

Não lhes dê pistas… Obviamente que os tem – como toda a gente – mas deixe ao seu futuro empregador a tarefa de os descobrir. Refugie-se na frase de que ninguém é bom juiz em casa próprio.

41. Se estivesse a contratar alguém para este trabalho, o que procuraria nela?

Obviamente, seja lá o que for que diga, mencione sempre características que já possua e deixe de parte todas aquelas que não tem.

42. Acha que está sobrequalificado para esta vaga?

Diga qualquer coisa menos sim. Se pensar assim, e se o confirmar dizendo, está a dizer ao seu potencial empregador que irá sair na primeira oportunidade…

43. Como se propõe compensar a sua falta de experiência?

Se tem alguma experiência relevante de que o entrevistador ainda não tem conhecimento, refira-a agora. Se não, concentre-se em confirmar o seu empenhamento e a sua capacidade de esforço.

44. Que qualidades procura num superior hierárquico?

Seja genérico e positivo. Aluda a confiança, sentido de humor (todos julgamos que o temos, especialmente os chefes) e conhecimentos.

45. Exemplifique um caso em que teve que resolver uma disputa entre colaboradores

Dê um caso concreto e aluda sobretudo à forma como resolveu o problema.

46. Que posição prefere numa equipa que esteja a trabalhar sobre um dado projeto?

Seja honesto. Indique se trabalha bem em equipa, se tem capacidades de liderança e exemplifique sumariamente com exemplos concretos.

47. Descreva a sua ética de trabalho

Mencione tudo aquilo que possa beneficiar a organização, como espírito de missão e gosto pela satisfação recolhida pela pura execução de um trabalho com qualidade e eficiência.

48. Qual foi, até hoje, o seu maior desapontamento profissional?

Diga lá o que disser, nunca pode mencionar algo que estivesse sob o seu controlo direto. Demonstre espírito de aceitação e evite negativismos.

49. Qual foi a coisa mais divertida que fez no trabalho?

Algo que contribuiu para a organização e dentro do normal prosseguimento das suas funções, naturalmente…

50. Tem alguma pergunta?

Leve sempre – mentalmente – uma lista preparada de perguntas, fruto das suas pesquisas na Internet e que tenham a ver com a forma como pode contribuir para a organização. Questione sobre os projetos que estão a decorrer e sobre aqueles que estão prestes a começar e sobre a estrutura onde se irá integrar.

Fonte Principal:
http://bhuvans.wordpress.com/2006/08/19/50-common-interview-qa/

About these ads
Categories: Job Searching, Sociedade | 115 Comentários

Navegação de artigos

115 pensamentos em “50 perguntas e respostas para usar em entrevistas de Emprego

  1. pedronunesnomundo

    por falar em serviço público!…
    ;)

    intensivo…

  2. obrigado.
    espero que seja útil a alguém!

  3. Muito útil, mas apreendi em entrevistas que tudo depende do entrevistador, já que há pessoas que esperam que digamos exactamente o oposto do que ali está dito, e contratam nessa base porque fomos sinceros. E nunca conheci nenhum que ao perguntar quanto espera ganhar, que aceitou respostas evasivas, tipo o inerente à função etc…

    • Dayane Magalhães

      Um bom recrutador sabe o o perfil da VAGA, por isso é sempre importante ser sincero nas entrevistas, pois o ideal é que a pessoa se enquadre no perfil da vaga, e quando digo perfil são questões de personalidade inclusive.
      Já pensou vc ser calma e ter que trabalhar com uma equipe barulhento?
      Vc não se adaptará, não estará feliz naquele ambiente.
      Assim como se você for agitado, e a empresa gostar de calmaria.

      Ser sincero e deixar que o recrutador conheça o seu verdadeiro eu é a melhor forma de evitar desgastes futuros! ;-)

  4. claro, mas olha que não é a regra…
    e garanto que a sinceridade recompensa, é verdade, e que isso pode ser mais forte do que qualquer resposta “certa” (que não existem)
    é apenas uma guia e mais do que as respostas “certas”, importa registar aqui a lista das… perguntas. Que são 90% das possíveis, isso quase que posso garantir.

  5. Archeogamer

    Quero agradecer por este POST, estive esta semana numa entrevista de emprego, e sairam algumas dessas questões, directa ou indirectamente. E se não tivesses a ombridade de teres colocado este post, tinha me espalhado em duas, e derrapado noutra eram erros que cometia e não sabia.

    Passei em todo o processo de selecção, agora o recrutamento final é feito pela direcção da empresa, e aí podem ser beneficíadas cunhas, mas já é algo que não depende de mim. Ao menos sei que em todo o processo, passei por mim mesmo. Obrigado! Se entrar devo-te um almoço :)

  6. folgo em ter ajudado!
    e podes crer que sim, estão aqui praticamente todas, umas da fonte, outras de minha lavra (especialmente as respostas)
    agora lá terão os entrevistadore que arranjar novas perguntas… ;-)

    Muito Boa Sorte!

    • juliana

      Ola Clavis, meu nome é juliana e estou estudante de administraçao e to na reta final, monografia, como meu tema é recrutamento e seleçao estou contratando um vendedor pra loja q faço estagio, e tava procurando na net algum material e vi essa materia interessante. Sera q tem mais alguma coisa q possa me enviar, alguma dica se possivel?
      DEsde ja muito obrigada! Abraço

  7. Cris

    Olá.
    Obviamente que estas são as perguntas que mais deveriam constar em processos de seleção para emprego porque são coerentes e totalmente relevantes.
    Mas vou dar um exemplo do que aconteceu comigo em uma empresa chamada VONPAR REFRESCOS S/A que é nada mais nada menos que uma franqueada COCA-COLA no Sul do Brasil e que atende praticamente 15 milhões de consumidores.
    Participei de um processo de seleção para Vendedor Externo nesta empresa em agosto de 2009. Sou um Ex funcionário que trabalhou em uma das unidades em 2002 e saí da empresa por motivo pessoal de mudança de cidade com um pedido de demissão formal, ou seja, saí muito bem da empresa.
    Depois de ter passado por uma dinâmica de grupo com 12 pessoas (obs: a empresa fez outras dinâmicas com outras 12 pessoas também), feito exames psicológicos, testes e português, matemática, conhecimentos e etc, passado por entrevista individual com Psicóloga e com 3 Coordenadores de Vendas juntos, fiquei entre os 3 candidatos selecionados para o tão sonhado emprego que representava a minha volta à empresa e a oportunidade de recomeçar de onde parei; foi marcado para uma Segunda-Feira às 7:00 horas da manhã com um Gerente de Vendas chamado RICARDO PEREIRA. Lembro que foi uma manhã fria em que os termômetros marcavam menos de 5ºC. Esperamos na rua em frente a portaria da empresa até às 8:30 hs para sermos atendidos. E vou relatar as perguntas do Gerente de Vendas da Vonpar de Porto Alegre chamado Ricardo Pereira e apenas quero que vocês pensem no assunto.
    Em exatos 3 minutos e 40 segundos ele me fez as seguintes perguntas:

    Pergunta 1)
    - Você tem 31 anos?
    Resposta
    - Sim
    Pergunta 2)
    - Vejo em seu Currículo que você é solteiro. E então; resistindo ainda? (risos)
    Resposta
    - Sou solteiro sim no papel, mas como já foi informado antes, tenho uma companheira e moramos juntos a apenas 3 meses.
    Pegunta 3)
    - Muito bem. Sua companheira trabalha? Onde?
    Resposta
    - Sim. Concurso em (tal orgão federal).
    Pergunta 4)
    - Moram em casa própria ou alugada?
    Resposta
    - Casa própria.
    Pergunta 5)
    - Moram com os pais dela?
    Resposta
    - Não.
    Pergunta 6)
    - Moram perto?
    Resposta
    - Sim.
    Pergunta 7)
    - No pátio?
    Resposta
    - Não. Moramos há 5 qquarteirões.

    Daí ele seguiu dizendo:
    – Bem Sr……, vejo que você já trabalhou conosco e foi verificado que você foi um bom funcionário pelo tempo que esteve na Vonpar. Agradeço pela sua vinda e entraremos em contato assim que tiver uma resposta.
    Nos despedimos e pronto.
    Estou esperando a resposta até hoje ( 3 meses depois), sendo que no mesmo dia o candidato já foi selecionado e passou para a fase de teste de motorista já para trabalhar.
    Se alguém entendeu a cabeça deste Gerente, por favor mandem rspostas, porque contei este fato para várias pesoas e todas arrepiaram os cabelos.

    • cíntia

      Ele não quis te contratar, a entrevista foi só pra tirar de tempo, acho que não conseguiram desmarcar e então ele fez essa entrevista absurda.

      • Wendell

        Caro Cris,

        Bom, é verdadeiro as informações que você nos revelou. Entretanto, não vejo qualquer complexidade em você ainda não ter sido chamado. Pois eu trabalho em uma empresa de incineração, onde colaboro como supervisor de manutenção. É política da desta empresa não contratar pessoas que já passaram pelo quadro funcional da mesma. Conheço excelentes profissionais que outrora serviram a mesma e que tentaram voltar, mais embora tivessem um histórico positivo, não foram mais aceitos. Então, a mesma pergunta que você se faz até hoje eu me fiz por diversas vezes: ” Por que uma pessoa com um histórico tão positivo, não pode retornar à uma empresa que com eficiência servil por tanto tempo? ”
        Essa indagação eu tive o prazer de fazer a um dos donos da empresa. Simplesmente ele falou, ” Uma pessoa que não pode ser forte o suficiente para deixar em segundo plano seus interesses, para melhor atender a empresa, pode em qualquer outra situação ter a mesma atitude”.É isso ai, meu amigo, empresa privada e etc.

    • Bruno

      olá amigo,pelo que vi esse cargo era para motorista da empresa,certo?Bom no rh das empresas precisam de candidatos para ocupar um cargo com requisitos.pode ser que o cargo era para ser motorista para ,fazer entregas em longa distancia,vc tando namorando ou morando juntos,o fato de vc ficar longe de sua esposa poderia acarretar uma falta de motivação e desanimo no trabaljo por estar longe dela e atrapalhando seu serviço e a empresa.

    • obrigado, guerreiro foi sim muito últil.
      vou me policiar maiis arrespeito, pois fiz tudo o imverso do que falas nas perguntas.

      obrigado mais uma vez.

    • Marcelo Simões

      Ainda bem que você não voltou a trabalhar lá, imagina você trabalhando com uma pessoa que se diz Gerente, e lhe faz estas perguntas em uma entrevista, com certeza você não iria ter nehum sucesso profissional, pois uma pessoa assim, não tem nenhum tipo de gestão, e isto só iria te prejudicar. Boa sorte

    • ozinilda nacif

      Amigo ,eu só tenho uma coisa a lhe dizer :a vaga já tinha dono antes mesmo de começar as escolhas acredite quem ficou com a vaga tinha QI,OU SEJA ,quem indica .com certeza não era você ,infelizmente isso acontece muito eu estou passando por isso.

  8. não há nada para ser entendido, cris…
    o lugar já estava preenchido e a entrevista não passou de um mero (e teatral) pro forma…

  9. Interessante talvez isso me ajude, quando eu estiver procurando emprego.

  10. a ideia é ajudar e aumentar a preparação com que enfrentamos esse desafio…
    espero ter sido útil, Fadrini!

  11. Cris

    Foi Genial Clavis. Até imprimi seu relatório de perguntas e respostas. Com certeza que 90% destas perguntas caem em qualquer tipo de seleção pra qualquer função.
    Acontece que de uns 3 ou 4 anos pra cá, o processo de Gente e Gestão mudou bastante. Hoje em dia “O MELHOR É SEMPRE DISCUTÍVEL”. E principalmente na área comercial as coisas acontecem desta forma, porque você é contratado de acordo com os interesses do Gerente, ou seja, “o cara” te contrata pra ele e não para empresa (não o que é o melhor para empresa e sim pra ele).
    Tenho várias experiências do que realmente acontece em pocessos de seleção, mas não é o caso porque sua matéria é para um candiato se preparar bem para qualquer entrevista e/ou processo.
    Apenas deixo este alerta para quem quiser se beneficiar que além de toda esta preparação para uma entrevista devemos estar preparados pra qualquer coisa.
    Mas agora deixo aberto para todos àqueles que estão passando ou que já passaram por algum tipo de dificuldade em processos de seleção pra bater mesmo nestas pessoas e nestas empresas que cobram a Ética e Valores agindo desta forma. Como discriminar quem tem dívidas fazendo consultas do CPF sem autorização dos candidatos, como colocar no memso processo candidatos internos e fazerem você perder tempo para simplesmente valorizarem o processo, quando ficam enrolando quando uma vaga está concluída e tantas outras coisas que passam batido por todos e ninguém faz nada.
    Eu já trabalhei em boas empresas, como AmBev, Coca-Cola etc… e eu sei o que anam fazendo em processos de seleção. Espero não ter causado polêmica dando “nome aos bois”, mas é a verdade e não temo.

    Abração.

  12. bos visão. cris… correspondida dos dois lados do Oceano…

  13. Cris

    Vai uma bem interessante que passei acerca de 3 meses na cidade de Sapucaia-RS.
    A vaga era para Vendedor Externo para empresa FRUKI. É uma empresa que vem crescendo no ramo de refrigerantes.
    Começou o processo às 8 horas da manhã. Passei por vários testes, dinâmicas de grupo, entrevistas e etc, tudo no mesmo. Só fomos avisados que duraria o dia inteiro lá na empresa. Dois candidatos não tinham nem dinheiro para almoçar em um restaurante próximo. Já começou aí o problema.
    Enfím. Depois de toda esta maratona, ficamos em 5 pessoas para 2 vagas e era a entrevista com o Gerente de Vendas…..que infelizmente não lembro o nome.
    Ele era o Gerente de Vendas da FRUKI e já tinha trabalhado na AmBev, assim como eu.
    Prestem atenção no que ele me perguntou:
    Depois de algumas perguntas pertinentes à função …..ele me veio com essas:

    Gerente
    1) – Vejo aqui que você já trabalhou como Supervisor de Vendas. Como seria voltar a trabalhar como vendedor?

    Resposta
    – Não vejo nenhuma dificuldade, uma vez que já fui Vendedor antes de ter chegado à uma supervisão. Passei por todas as funções de uma área comercial. E isso poderá até ajudar, pois conheço o lado de um supervisor e estarei aqui para somar.

    A segunda pergunta olhem só. Como era umna vaga para vendedor externo (de moto) e etc, fui vestido normalmente – jeans, um blusão normal e sapatos.
    Já o Gerente estava de Polo Lewis e Jaqueta Tommy Hilfiger…prestem atenção na pergunta.
    Gerente

    2) – Conversando com você eu observei que você é um “cara” que se expressa muito bem, parece ser organizado, certinho; contudo me parece que não tem bem o perfil para área da bebida. Queria ue você me explicasse isso?

    Meu amigo, nesta hora me subiu o sangue. O que eu queria mesmo era dizer que ele usando roupinhas de marca e unhas feitas por manicure era o perfil adequado para bebidas….mas precisava trabalhar e fui adiante.

    Resposta
    – Bem. Passei pela Cia Zaffari, Coca-Cola, AmBev e Kibon….por todas as funções e diversas atividades em vários tipos de clientes e 3 regiões do Rio Grande do Sul. Acho que foi o meu treinamento comercial que fez isso. E o meu comprometimento faz com que eu queira retornar para área de bebidas porque foi onde tive sucesso.

    Mas a última pergunta foi de matar. Até agora não entendo como um Gerente de Vendas tem uma capacidade dessas…..

    Gerente
    3) – Ok. Mas mesmo assim você é uma incógnita para mim. Desde o primeiro contato esta manhã na dinâmica, tenho você neste processo de seleção como um ponto de interrogação.
    Tudo o que você tem é justamente o que eu preciso aqui. Mas por você ter passado pela área das bebidas (coca-cola, AmBev), você pode estar dizendo exatamente o que eu quero ouvir. O que você tem pra me dizer?

    Não me aguentei, sorri e disse:

    Resposta
    - Se eu tenho tudo o que o Senhor precisa, só me resta mesmo perguntar quando começo; porém quanto a sua dúvida, não tem como eu estar dizendo o que o senhor quer ouvir, porque simplesmente é no que acredito. Eu passei pela Cia Zaffari que é sinônimo de prestação de serviçoes, pela Coca-Cola tive o treinamento e uma prática bem significativa em prestação de serviços e na AmBev eu consolidei este trabalho “supervisionando” pessoas na prestação de serviço. É o trabalho que acredito na área comercial, é o trabalho onde fui treinado.

    Gerente
    - Muito bem. Você fica no aguardo que entraremos em contato.

    Isso foi em agosto. hehehehehhehe

    Alguém saberia me dizer qual foi a deste gerente?

    • E vc conseguiu o emprego?

      • Para o Cris.

        VC era uma grande ameaça para aquele gerente,pois tu tinhas muitas qualificações que ele não.Ao te contratar. a empresa veria as tuas qualidades e ele poderia ficar para trás.Vá em frente tu tens valor.Não veja isso como derrota e sim como experiência.Nunca coloques tu que sabes em curricullum e sim somente o necessário.

        • Bom conselho… Por vezes (sempre?) os recrutadores tb evitam pessoas sobrequalificadas pq temem que elas a prazo saiam da empresa, deixando a vaga de novo aberta ao fim de pouco e perdendo assim todo o treinamento e preparacao investidos nesse novo colaborador.

    • Daniel Sant' Anna

      O gerente não queria você, ele mostrou hostilidade desde o começo, que ele mascara como “você é uma incógnita pra mim desde o começo desta seleção”
      Quando alguém lhe disser “você fica no aguardo que entraremos em contato ”
      diga
      Não sou homem de ficar aguardando , sim de trabalhar!

  14. sadismo.
    e abuso de poder.
    não sei o que mais dizer…

  15. charislomildo dessiopinto gomes

    bom!eu axo q ele como o cris disse teve abuso de autoridade ou então pq vc sitou muito o nm das empresas vc xega nu maluko já flnu eu trabalhei na coca cola por isso sei fazer isso isso isso e isso…,manu o cara q saber pq vc axa q tem capasssidade de trabaçhar na empresa,num precisa fla eu trampei na coca cola no kuat no parmalate no 51,se presisava só fla manu eu tenho experiencia na area tenho vontade de trabalhar nesa empresa q eu axo bem loka e quero contribuir para o meu crescimento junto com a impresa………..sereto malukão espero ter sido ultiu!!flo a vida é loka!

  16. gabriel Ernesto

    muito importante para minha formaçao.

  17. Cris

    Respondendo à colocaão so “charislomildo dessiopinto gomes:
    Não precisaria falar se não perguntarem…..
    A Fruki é uma empresa do ramo de bebidas….que vem correndo atrás das melhores neste ramo (tipo em 4° ou 5° lugar); então eles contratam pessoas que já tenham passado por empresas (também de bebidas) e que tiveram um treinamento diferenciado porque o que eles buscam na verdade é uma cópia destas que estão liderando; tanto é que a maioria dos gestores da Fruki, Schin ou outras empresas de bebidas são EX COCA-COLA e/ou AmBev…….com certeza não teria sido sequer chamado para o processo de seleção.
    O que aconteceu neste caso, especificamente; é que o processo de geste e gestão mudou muito de uns 5 anos pra cá. Hoje em dia para você ter um Vendedor motivado por pelo menos 1 ano na rua, em cima de uma moto, atendendo 35 clientes por dia, pegando chuva e frio e sol na cabeça é complicado; portanto, quanto menos qualificado melhor (mais tempo o vendedor se submete).
    O que me tirou do processo até não foi a qualificação porque isso o gerente deixou bem claro que precisava; mas foi o receio dele que talvez, em menos de 4 ou 5 meses, ou Eu fosse querer crescer na empresa (o que também não é o interesse de um supervisor e um coordenador) ou então fosse procurar uma outra oportunidade melhor….
    tenho passado por alguns processos de seleção, e em vários processos, sempre tem uma moto ou um carro da Coca-Cola, da skol ou de outras empresas estacionados na frente porque sempre tem gente procurando outra coisa…..
    E eu só falei isso, porque ele duvidou que realmente Eu estivesse falandoa verdade….e acabei tentando esclarecer que eu era qualificado para vaga sim, mas que acima de tudo acreditava justamente neste trabalho.
    Independente de qualquer coisa, não cabe um gerente de vendas dizer que Eu passei por empresas do ramo de bebidas e sabia exatamente o que ele queria ouvir….
    Ele perdeu a oportunidade de ficar quieto e mecortar do processo, ou então me dar a oportuniade de mostrar no dia-a-dia.

  18. Du

    Cris, como sou empresária penso de uma forma diferente da tua. Quando vamos selecionar um candidato, temos mais ou menos na cabeça o perfil que queremos pra nossa empresa. O grande problema hoje é que não conseguimos pessoas com o perfil que traçamos, ou seja pela apresentação, fluência verbal, experiência, humildade, pró-atividade. Procuro esses sites de ajuda para saber melhor como me preparar para realizar um processo seletivo, pois as respostas são sempre as mesmas, pois o google já dá tudo respondido, o que faz com que os candidatos se tornem muito parecidos entre si. Quando escolho um candidato espero que ele apresente o menor nível de arrogância, pré-potência e mentiras possível, pois em qualquer emprego necessitamos de pessoas e temos que nos acostumar a trabalhar em equipe. O que faz uma empresa selecionar um ou outro candidato é a afinidade entre o candidato e a pessoa que o está entrevistando e a perspectiva do funcionário ser multifuncional para a empresa e disposto a aprender sempre mais. Pelo menos é o que penso.

  19. Sinto que,as mesmas perguntas continuam sendo feitas.Em meu último processo de vaga, procurei fugir deste convencional,pois se estivesse do outro lado,gostaria que meu candidato fosse mais natural, mais ele.No entanto, não fui aprovada, por não ter seguido os padrões.Procurei se expontânea,sem fugir no roteiro,não deu certo.Então,passei a ficar em dúvida.Continuo seguindo este roteiro,mesmo sendo muito mecânico?

  20. sejamos claros: a maioria dos recrutadores são estúpidos e calaceiros, logo, recorrem a estas (e outras) listas de perguntas…

  21. Sabes, após a entrevista, só colocaram as pessoas após 6 meses do processo de selecção, e como passou muito tempo esqueci-me de dizer aqui, devo-te mesmo um almoço, se não fosses tu teres feito este post, muito provavelmente não teria mudado de trabalho. Muito Obrigado!

  22. seis meses? safa!
    ótimo! fico contente por saber que contribui um bocadinho (que seja) para te ajudar a melhorar de emprego!

  23. Organismos públicos, sabes como é os prazos de chamada, acredita, contribuíste mesmo para a chamada, levava as perguntas bem estudadas e deu para ter melhor uma noção do que um entrevistador pretende.

  24. ah pois… devagar, devagarinho…

  25. Lafity Santos

    Du, se os candidatos se tornam muito parecidos pelo fato de seguirem manuais de perguntas buscadas no Google, então como você fez ou faz para selecionar um candidato para trabalhar em sua empresa?

  26. Lafity Santos

    Clavis e Du, conheço uma pessoa que passou por uma entrevista de emprego numa seleção de estagiários para auxiliar de professores. Essa pessoa atribui o sucesso de sua seleção ao fato de que ela inovou no momento da entrevista, dizendo que sabia catar e desenhar. O que vcs acham disso?

  27. Lafity Santos

    Cris, qual a diferença entre sua primeira entrevista de emprego (onde possivelmente vc tinha menos experiência) e as demais?

  28. acho que apanhou com um entrevistador raro… a maioria dos selecionadores ou são psicólogos com a média final de 10 valores ou pessoas sem imaginação.
    a carreira de recursos humanos é uma das mais justamente mal afamadas do meio empresarial atual…

  29. Lafity Santos

    Clavis, gostei muito deste espaço, pois é um local em que podemos interagir de forma bem aberta. Ah!?… A Du disse que muitos dos candidatos entrevistados se parecem demais uns com os outros, isso porque muitos deles buscam apoio a manuais de perguntas e respostas (para saberem como se portar numa entrevista de emprego) de fácil acesso no Google, isso possivelmente pode ter sido o motivo pelo qual o Cris não foi selecionado. Vc concorda com ela?

  30. os entrevistadores seguem manuais, porque não poderão os entrevistados fazer o mesmo?
    uma coisa é certa: é um momento de teatro…
    de facto, se o entrevistador for mesmo competente, fará ele próprio as suas perguntas, que estão fora de qualquer manual.
    mas isso é raro…

  31. A questão não é seguir um manual, é saber como interpreta-lo, como conseguimos colocar as respostas certas da forma mais correcta, há que saber o que dizer,mesmo usando palavras nossas, dizer o que é aceite pelos entrevistadores.
    Na música clássica, a pauta de cada música é a mesma, mas a forma como cada músico aborda o instrumento e cria a sonoridade usando as mesmas notas é outra.
    Não adianta saberes o que dizer há que saber como dize-lo. :) O que o Clavis disse é verdade, a maior parte das pessoas que nos entrevistam são cópias robotizadas de estereótipos padronizados de entrevistadores existentes e formações que lhes foram dadas, e o que procuram é o que estudaram pelos livros e lhes ensinaram. Quando deixei de inovar e mostrar criatividade, foi quando obtive bons resultados, e estas 50 perguntas ensinaram-me o que faltava para complementar de forma mais eficiente uma entrevista de emprego.

  32. Lafity Santos

    Archeogamer, se levarmos em consideração o fato de que as pessoas têm crenças, valores diferentes, então como iremos saber qual é a crença e o valor do entrevistador? Vc disse que quando deixou de inovar e passou a ser criativo, as coisas passaram a dar certo para vc, então inovar não é ser criativo?

  33. Lafity Santos

    Clavis, conheço uma amiga que passou por uma entrevista de emprego e o fato dela falar de uma forma, digamos coloquial, não padrão, uma linguagem mais popular e também o fato dela está vestida de uma forma irreverente fez com que ela ficasse com a vaga disponível naquele momento. Então, por que os manuais seguem uma regra em dizer que a pessoa deve está vestida de uma forma x?

  34. L.Santos:
    O que disse foi: … “Quando deixei de inovar e mostrar criatividade, foi quando obtive bons resultados…” houve uma interpretação errada na sua leitura, não escrevi: mostrei. :)

    Cada pessoa tem a sua crença, verdade, mas no momento do trabalho e no entrevistar existe o chamado lado profissional incutido pelos estudos e por perfis pretendidos pelas empresas, que dificilmente foge dos estereótipos dos comuns, mas como tudo na vida existe sempre a percentagem da excepção.

  35. é uma forma de aferir se a pessoa é “um rebelde” ou um “conformista”, penso eu… alguém que saiba que deve ir de casaco e gravata para uma reunião e optar por não o fazer, assumindo as consequências que tal pode ter aos olhos do entrevistador, irá arriscar-se e dará assim uma imagem de si que pode depois ser lida pelo entrevistador…

  36. Lia

    Clavis!
    Para uma entrevista psicológica para trabalhar a bordo, as perguntas são as mesmas?
    Acredito que mude em partes algumas coisas.
    O que me diz sobre isso?

  37. tendo em conta a falta de imaginação da maioria dos recrutadores, arriscaria-me a dizer que sim… mas na prática, não há como saber, Lia.

  38. Carlos Henrique

    Ainda acredito na sinceridade das respostas e acima de tudo no preparo que cada um tem dentro de sua funções, pois certamente teremos diversos falsos profissionais no mercado, visto que seguiu ao pé da letra determinadas orientações. Em se tratando de um aumento de nível profissional, de nada adianta a dica se houver principalmente as ” indicações ” internas. Desejo boa sorte a todos e saibam que sempre procuro me preparar para o mercado de trabalho e não tenho do que reclamar.
    Abraço a todos
    Carlos

  39. Carlos

    Gostaria de relatar duas entrevistas de emprego que acabei ganhando a vaga para trabalhar:

    1) Era um sala enorrrrme..apenas duas cadeiras. A psicóloga pediu q eu sentasse em uma delas, puxou pra bem perto, coloos pés na travessa da minha cadeira, leu o meu nome no currículo, olhou nos meus olhos demorado e perguntou: se esta empresa que vc deseja trabalhar te sacaneasse n pagango os seus salários e n depositando o seu FGTS vc colocaria a empresa no pau?
    Eu: Com toda a certeza essa seria a atitude de todas as pessoas de bem!
    Ela: Parabéns!!! vc está contratado pela sua sinceridade!

    2) Cheguei na empresa, fiz o teste teórico, nota 9,8. Aí o entrevistador perguntou:
    Precisamos de um ponta direita pro nosso time do setor. vc joga bola?
    Eu: infelimente não jogo (sorri)
    Entrevistador: q pena, mas mesmo assim terei q contratá-lo.

    Por favor…aceito explicações…rsrsrs

    • Boa tarde Carlos se você quiser vc pode compartilhar a sua experiência e outras tbm, com várias pessoas, servindo como ex. e poderia ajudar muitas outras pessoas…….. em:
      Tuinck – A rede social das entrevistas de empregos
      O objetivo do site é a prestação de serviços de uma rede social permitindo que pessoas troquem informações e experiências relativas a entrevistas de empregos e de processos seletivos de empresas nacionais ou internacionais dos mais diversificados ramos profissionais. O Tuinck permitirá que os usuários se prepararem previamente para as entrevistas de empregos através dum ambiente seguro e confiável. As trocas de informações poderão ser feitas de maneira simples e fácil, reduzindo o tempo de busca e preparando melhor o candidato para a vaga pretendida.
      tuinck.com.br

  40. ah! como explicar o inexplicável?
    muitas pessoas no papel de “recrutador” têm atitudes semelhantes, apenas porque se sentem numa posição (falsa) de Poder. Nada a fazer, é o “lado negro” do Homem…

  41. Luís Henrique

    Bom gostaria de saber o que devo responder se o entrevistador me pedir para falar 3 qualidades e 3 defeitos? Devo mencionar os defeitos ou isso pode me prejudicar?

  42. tuanny

    oi,gostaria de saber o que devo responder ao entrevistador da area de vendas,se me perguntar:”porque devo escolhe-lá e não os demais?”

  43. essa é uma clássica…
    como em quase tudo, não há uma resposta “certa”
    o entrevistador espera aqui acima de tudo, ser entretido. Que lhe digam algo que lhe fique (positivamente) marcado na memória.
    Como nada é mais memorizável que o emocional, dizer uma frase curta (ensaiada previamente) com uma piada final é boa ideia…
    mas há n outras respostas…

  44. Luciana

    Ola.olha eu quero na verdade saber o dizerquando me perguntao,por que vc precisa trabalhar?sabe respondi em uma entrevista,que precisa pois precisa ajudar em casa ,mas depois eu acho que respondi errado,me ajude por favor e obrigado.

    • silvana

      vc deve ser objetiva e clara, informe que vc precisa para desenvolver suas criatividades que vc quer ter profissionalismo numa empresa.

  45. Verifiquei o artigo original em inglês. Embora o Clavis tenha feito um bom trabalho em postar esse artigo em portugues, sugiro que consultem o artigo original para um entendimento mais claro dessas questões.

  46. voçe e muito bom em se espresar cara e bom mesmo
    tomare que eu com essas dicas eu passe nesse entrevista de emprego!!!

  47. Cuidado! Em uma entrevista eu falei que meu apelido (Sendo perguntado na ficha) era pombinha, Um medo: Chuva, falei que não gostava de matemática (Quando perguntaram) e não passei obviamente. Mas foi minha primeira entrevista. Passei na primeira fase, e depois me chamaram pra conversar com a supervisora, e ela só ficou rindo do meu apelido dizendo “Que bonitinho” e disse que ia ligar no dia seguinte e até hoje não ligou shsuushssusshushsushsuhshushs kkkkkkk HarAhAHAAAAA!!!

  48. Ju

    Minha última empresa fiquei apenas 3 meses,mas foram meses em que consegui um resultado excelente, decidi sair pois o meu cargo era de liderança mas meu superior me fazia sentir nadando contra a correnteza pois as informações que deveriam ser passadas a minha equipe por mim, eram passadas para mim pela minha equipe por ex: Se eu chegava e não tinha um analista de atendimento porque ele estava em outro cliente (emprestado), ficava sabendo pelos meus subordinados e não tinha como organizar a equipe.
    Sendo assim, quando em entrevistas me perguntam sobre o motivo de minha saída, é errado eu falar isso?Mesmo pq foi pouco tempo que fiquei e preciso justificar minha saída e ao mesmo tempo falar do meu desempenho lá.
    O que vcs acham?

  49. Josy Carvalho

    muito bom!!
    Gosteii muito..
    Agora eu continuo com uma duvida,é esse perguntinha :
    2.Porque deixou o seu último emprego?
    o caso é que eu sair do emprego pq meu ex chefe não estava me pagando,eu já estava com 2 meses atrasados,daii resolvir sair,o que eu falo numa entrevista de emprego?

  50. Glaucia

    Eu estou achando um absurdo arrumar um emprego, uma empresa de plano de saúde faz vc passar até por quatro entrevista de emprego e não te contrato, e dai vc fica sabendo que um lá dentro por indico e essa pessoa vai lá para acertar salário e começar, esse abuso de poder tem que acabar falta de etica total. Obrigado Unim

  51. gisely

    Gostaria de saber pq nas entrevistas eles , perguntam que animal vc queria ser. e o que eles estão avaliando com isso e qual o animal que devo citar para eles me contatarem rsrrsrsr.

    Outra pergunta freqüente é quem vc queria ser c não fosse vc .Qual a resposta que devo dar….

    • Fabiano

      qual animal você queria ser?
      R: a resposta ideal seria uma formiga. por que? as formigas são trabalhadeiras e esforçadas e trabalham em equipe.

  52. DAVI

    Muito boas essas perguntas. Elas vão me ajudar bastante amanhã, pois vou entrevistar 03 pessoas na empresa que trabalho e espero que as candidatas dêem boas respostas a fim de facilitar a seleção que estou fazendo para montar um grupo de trabalho melhor e mais forte do que tenho atualmente!!!

  53. qual é a nacio nalidade do Barack Obama?

  54. Muito bom o artigo!

    Para empresas e agências de emprego, segue uma dica de sistema online para recrutamento e seleção. http://www.SoftwareRH.com.br muito bom e prático!

    http://twitter.com/carreiraadm

  55. edson

    gostei muito e aprendi bastante

  56. RAUEL

    adorei fico grato pela ajuda galera

  57. Fernanda Graciele

    Obrigado pela ajuda!!! Será muito útil para entrevista que tenho amanhã.

  58. Lucinelio Vieira

    Gostei muito das informaçoes ceio que ira min ajudar muito na minha primeira entrevista de trabalho.

  59. Tais Ferreira Santa Maria

    Me ajudo um monte no meu trabalho sobre confiança !
    E também vai me ajudar para minhas próximas entrevistas de emprego !
    Vaaaleu ‘

  60. ismael-cajueiro seco-pe

    estou impressionado com essas idéias
    agora eu posso dizer q estou pronto
    para o mercado………brigaduuuuuuuuuu

  61. Cássia Rejane

    Muito bom!!!

  62. kleber

    Hoje dia 28/06/2011 as 10:30 depois de passar 3 dias fazendo teste de seleção para ambev acabei de sair da sala do gerente de vendas foram 15 candidados ficou so 5 para 3 vagas de vendedor externo. estou na expectativa

  63. jonatas

    Simplesmente demais…

  64. dimi

    DIMI! estivi numa entrevista numa numa empresa de automoveis no final da etapa ela falou que eu não tinha convencido, para merecer auqela vaga então me disse te dou um minuto para vc foi ai q me deu um branco

    • Ora bem… ‘E bom ter um discurso curto sobre motivacao, empenho, etc preparado para isso… ‘E uma situacao que nao ocorre raramente, de facto.

  65. ushoR

    ya valeu gostei das dicas…. !isto me recorda um amigo que foi perguntado numa entrevista no BANCO..
    Pra quem roubarias dinheiro para ajudar?? Sua mae doente ou Esposa??
    Ele = minha mae……….
    ups!! O entrevistador ROUBAR nunca foi soluçao………ja imaginam oq aconteceu

    Fora

  66. janiele

    hoje eu fiz uma entrevista la narciso enxovais não sei se eu vou passar,a gerente marco comigo de oito horas,eu fui de 7:45 desde 7:45 eu esperei ela chegar mais ela era pra ter chegado de dez horas ela veio chegar de 10:30 me deu um chá de cadeira

    • Bem, se nao conseguir, nao se incomode. Um chefe que nao respeita horarios ‘e um chefe que lhe faltara ao respeito e que ‘e incompetente em tudo o resto…

  67. irlon

    muito boas as perguntas gostei, gostaria de saber se vocês podem mim responder algumas perguntas. que tenho duvida.

  68. val

    gostaria de saber o q responder na sejuinte perjunta.:
    pq saiu do ultimo emprego?
    essa perjunta sempre cai..e ão o certo o dizer… por favvor me ajude

  69. Palulinho

    aiiiiiiiiiii que perguntas chatas era melhor perguntar assim
    vc tem msn se tiver me passa!

  70. Cleiton

    estou muito nervoso pois é minha primeira entrevista que eu vo fazer pois eu não sei se eu vo passa mais tomara a Deus me desejam boa sorte

  71. achei bom mais gostaria que tivesse algo objetivo tais como o seu dever e suas obrigaçao
    mais deis de ja estou grata por sua ajuda bjs mel

  72. eduardo

    oi bom dia ,, vc pode me dizer oque els querem com essa pergunta >>>>>
    Cite dois exemplos de coisas que você fez em trabalhos anteriores, que demonstram sua disposição para trabalhos árduos.
    Obrigado desde ja.

  73. Patrícia

    Olá, estou nesta vida de entrevistas como vocês.. não é facil…
    Umas das piores coisas são as agências de emprego q não querem divulgar salários e nem como e aonde é a empresa.
    Você acaba perdendo o tempo de ir até a entrevista para pode saber de tudo….
    E qdo o selecionador pergunta qto vc quer ganhar???? me polpe
    Parece um leilão, q neste caso é para quem quer ganhar menos…
    Sou a favor da honestidade, de deixar td bem as claras…
    Porque será q fazem isso????

    • Para nao afastar pessoas… Lembre-se que eles sao pagos em funcao do numero de pessoas que selecionam em primeira triagem e enviam para as empresas interessadas!

  74. Pingback: 50 perguntas e respostas para usar em entrevistas de Emprego | Canal do Ensino | Guia Gratuito de Educação

  75. yara

    obrigado me ajudou muito num trabalho de escola!! valeu!

  76. J.E

    Olá! Se uma empresa promete emprego pra você e fica de ligar e não ligou,devo ligar para saber o que aconteceu? Desde já muito grata!

    • Nao perca tempo e dinheiro (com chamadas): se nao ligaram é porque nao estao interessados, independentemente do que possam (cobardemente) dito na entrevista. Fique aliás a saber que o “não ligar” é precisamente a forma de rejeição a um emprego mais comum… infelizmente.

  77. elisiane

    ola eu gostaria que me esclarecesse uma duvida.
    é que eu vou largar curriculum num supermercado que tem perto da minha casa, mas n sei se eles pegam parentes.
    e minha prima trab lá eu devo falar que tenho parentes lá ou não posso??

    desde ja agradeço.

    • Depende tudo do que o empregador pensar da sua prima… a sua opinião será contaminada pela imagem que ela tem no local. Ou seja: se ela tem uma boa imagem fale. Se nao… fale na mesma, porque ele vai acabar por descobrir esse laço de parentesco mais cedo ou mais tarde. ..

  78. Entendi sua sugestão é que a pessoa não seja barrada no processo seletivo, por não ter as competências para a função, mais que seja demitida após entrar na empresa quando perceberem que ela não é nada do que falou. Assim prejudicando a empresa e o empregado que sai com fama de mal profissional, e que terá sua carteira “suja” com empregos que duraram1 mês ou dois.

  79. Bacana demais o seu kit de perguntas … Está de parabens pelo bom trabalho ….

  80. vera lucia merka

    eu guero saber guando vao xamar

  81. acho muito bom essa perguntas,dessa perguntas eu pude me qualificar mais pra uma entrevista de emprego,afinal é pra isso que essas perguntas servem…

  82. na verdade o que as empresas querem são pessoa comunicativas,asociaveis,e com muita competecia…foi o que eu tirei dessa perguntas!

  83. legal……

  84. Fernando Maia

    Eu estava com 52 anos, já aposentado pois comecei a trabalhar aos 17. Com vasta experiência em engenharia de manutenção, estava trabalhando numa empresa de engenharia como “free lancer” quando em anúncio de jornal vi uma oferta de trabalho que “era a minha cara”.
    Respondi ao anúncio e, uma semana após recebi um convite para comparecer a uma entrevista. Lá chegando às 8 h. encontrei mais 19 colegas e ficamos até as 17 h. fazendo testes, com a recomendação que telefonassemos as 20 h. para saber se tinhamos ficado entre os dez que continuariam o processo seletivo no dia seguinte. Fiquei entre os dez aprovados e continuei em mais um dia de testes. Fui aprovado e dias após enviado para a empresa contratante.
    Quando entrei na sala daquele que era o dono da empresa, para nos conhecermos e saber da proposta de trabalho, ele disse :
    - Bom dia, muito prazer, você é que é o Fernando ? Pensei que fôsses mais novo.
    Pensei comigo : Já era esse emprego
    E assim foi … A conversa dirigida por ele foi irrelevante e nos despedimos.
    Ficou uma certeza : Alguns empresários mais jovens despresam profissionais mais experientes e não sabem o que estão perdendo em termos de tempo e de custos.

  85. Com todo respeito, algumas respostas mandam literalmente mentir ou omitir informações importantes. Eu como contratante, prefiro contratar alguém 100% sincero do que alguém que tentou me dar curvas nas respostas. Seu post me lembra o “jeitinho brasileiro”, e disso o Brasil não precisa mais.

  86. Boa noite!
    Eu irei fazer uma entrevista de supervisor de produção interna na empresa na qual trabalho a 7 anos,como devo me comporta .

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Blog em WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa - Listas Participativas às freguesias da Estrela (Lapa, Prazeres e Santos-o-Velho) e MaisPenha (Penha de França e São João)

DIRECT e-DEMOCRACY NOMOCRACY & EQUALITY LAWS..! THE RULE OF LAW

Are we going to allow chinese dictators to own the whole planet?

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.651 outros seguidores

%d bloggers like this: