Daily Archives: 2009/03/23

Lost S05E08 “LaFleur”: Comentários

1. Numa das viagens temporais, o grupo de sobreviventes composto por Sawyer, Jin, Juliet e Miles que está no local onde ainda não foi construída a Estação Orquídea observam a estátua, cujo pé de seis dedos foi visto no iate pilotado por Sayd no final da Temporada 3. Em ruínas… Logo, como nesta cena a estátua está intacta, isso quer dizer que o grupo viajou para a época da estátua. Esta é vista de longe, e de costas. Mas tem um vago aspecto egípcio, como muitas “antiguidades” da Ilha e terá (a tese é minha) sido construída pela civilização que deixou todos estes vestígios na Ilha: Mu.

2. Locke consegue alinhar a Roda com o seu eixo. Provocando uma viagem temporal mais intensa do que as outras. A luz da viagem é branca em vez de púrpura, como as outras. Ao ajustar a roda, Locke deve obviamente ter feito a “agulha” percorrer no “disco” (termos usados por Daniel Faraday) um espaço maior, daí a diferença da viagem e a… Permanência dos seus efeitos.

3. O grupo de Sawyer e Juliet encontra dois Outros que ameaçam uma mulher e que parecem ter interrompido um pacífico piquenique e morto o companheiro dessa mulher. Não é difícil presumir que são dois membros da Dharma Initiative que saíram do perímetro das Barracas, violando o território acordado entre a Dharma e os Outros e provocando assim a ira destes.

4. Horace Goodspeed, que parece ser o líder da Dharma Initiative, afirma a Sawyer que ele e o seu grupo não são “material Dharma”. De novo, uma referencia a algum tipo de “qualidade moral”, contida na própria designação “Dharma” (o “Caminho” no Budismo), qualidade que o grupo de Sawyer não tem… Compreensível tendo em conta o currículo mais que imperfeito de qualquer um deles, incluindo Sawyer. Recordemo-nos que logo no final da Temporada 3 os outros sobreviventes do voo, aparecem na Hydra, associados aos Outros os quais têm na mão uma lista de nomes, aparentemente com aqueles sobreviventes do Oceanic 815 que têm um padrão moral (Karma) superior ao do grupo de Sawyer.

5. Os Outros – nesta época liderados por Richard Alpert – exigem o corpo o marido de Amy, Paul. Esta acaba por aceder, em nome da trégua entre a Dharma initiative e os Outros (os “nativos”), mas retira-lhe antes do colar um “ankh”, um símbolo egípcio do “amor sexual”, ou seja, mais uma alusão à civilização do Egipto faraónico em Lost… O Ankh é também um símbolo da vida eterna, algo que nos remete para a aparente imortalidade de Richard Alpert. De recordar também que o signo aparece nos hieróglifos do “evento” na Estacão Cisne e que a estátua gigante que o grupo de Sawyer observa numa viagem temporal junto do poço da Estação Orquídea parece também segurar um Ankh em cada mão… Um motivo escultórico muito comum no Império Novo.

6. Na cena na “central de segurança” da Dharma, dois elementos desta reference-se a LaFleur (Sawyer) como sendo o chefe da segurança. Pouco depois percebe-se que Miles cumpre funções também nesta área. Aparentemente, o grupo está agora (1977) plenamente integrado na Dharma.

7. Sawyer chama a Daniel Faraday, “Platão”… Ora Platão é precisamente o autor da melhor fonte de informações sobre a desaparecida civilização mítica da Atlântida, no seu “Timeu e Crítias”. Será esta uma alusão indireta à relação entre este civilização (ligada a Mu) e aos numerosos e basilares testemunhos arqueológicos na Ilha, cuja guarda cabe a Cerberus, o “sistema de segurança do Templo”, mais conhecido como o “monstro de fumo”?


Categories: LOST (Perdidos) | Tags: | 7 Comentários

Quids S15: Que navio é este?

aaa5

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S15 | 21 Comentários

Hoax?: A colisão entre um satélite Iridium e o Cosmos-2251 seria… intencional e fruto de um programa da DARPA?

Satélite Iridium em http://www.nasm.si.edu

Satélite Iridium em http://www.nasm.si.edu

A recente colisão entre um satélite de comunicações norte-americano da rede Iridium e um velho satélite russo da série Cosmos teria sido, segundo um perito russo, um… teste norte-americano à sua capacidade de interceptar satélites inimigos. O satélite norte-americano era um dos 66 satélites da Iridium e o russo, um velho Cosmos-2251, lançado em 1993 e há muito desactivado.

Ora, segundo declarou o general russo retirado Leonid Shershnev numa entrevista ao jornal russo “Moskovsky Komsomolets” a colisão entre os dois satélites teria sido o resultado de um projeto designado como “Orbital Express“, que teria começado em 2007.

O projeto “Orbital Express” foi da responsabilidade da DARPA “Defense Advanced Research Projects Agency” e seria obra do “Marshall Space Flight Center” da NASA e teria como objetivo “validar a possibilidade técnica de reconfiguração robótica, autónoma e em orbita de satélites de forma a suportar programas comerciais e de segurança nacional dos EUA”. Em março de 2007 foi lançado um satélite protótipo (ASTRO) e um satélite de “manutenção” (NextSat). Os dois satélites teriam sido um sucesso e o programa foi oficialmente completado em julho de 2007. Ora este general russo afirma que o projeto não parou em 2007 e que teria evoluído até ao “desenvolvimento de tecnologia que permitisse monitorizar veículos orbitais, usando satélites completamente automáticos”. Assim, nesta leitura, a colisão orbital de fevereiro seria o resultado de um desses testes, tendo sido o produto de um único comando a partir do centro de comando.

Leonid Shershnev não é um general reformado qualquer… O seu ultimo cargo no ativo foi na chefia dos serviços de inteligência espaciais da Rússia e se não fosse esse factor descartaria imediatamente esta noticia como um “hoax”. Contudo, não é assim.  É claro que a colisão pode também ter sido um teste de aproximação e observação próxima do satélite russo Cosmos que correu muito mal, provocando uma colisão não planeada. Esta teoria estaria plenamente conforme com os objetivos do projeto “Orbital Express” e seria mais credível porque todos conhecem os riscos que decorrem da destruição de satélites em orbita pelo aumento de destroços em orbita que podem destruir satélites dispendiosos que estão em orbita. Alias, ainda no começo de março toda a tripulação da ISS teve que ser evacuada de emergência para a capsula Soyuz porque se aproximava um grupo de lixo espacial que poderia danificar e despressurizar a Estação Espacial Internacional. E meses antes, toda a comunidade espacial internacional assistiu indignada a uma perigosa e irresponsável experiência de destruição de um satélite inativo em orbita por um “assassino de satélites” que deixou milhares de pequenos destroços numa das orbitas mais utilizadas criando um perigo latente para todos os satélites que partilham dessa orbita. Os EUA estiveram na primeira linha dessas criticas e, logo, não é credível que, pouco depois, fossem repetir o ato irresponsável da China. Por isso… Ou esta colisão entre este Iridium e o Cosmos foi um puro acidente ou uma foi uma experiência de aproximação e espionagem no quadro da “Orbital Express” que correu mesmo muito mal…

Fontes:

http://en.rian.ru/russia/20090303/120392490.html
http://blog.wired.com/defense/2009/03/russian-general.html

Categories: Ciência e Tecnologia, DefenseNewsPt, Hoaxes e Mitos Urbanos | Tags: | 2 Comentários

Blog em WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

DIRECT e-DEMOCRACY NOMOCRACY & EQUALITY LAWS..! THE RULE OF LAW

Are we going to allow chinese dictators to own the whole planet?

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant | Trainer

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.721 outros seguidores