Daily Archives: 2009/03/29

4º Encontro Açoriano da Lusofonia

.
Nos Açores juntam-se as 3 Academias de Língua Portuguesa para debater a Açorianidade e a Literatura Açoriana sob o signo do novo acordo ortográfico

Presentes no Cineteatro Lagoense da Câmara Municipal de Lagoa, S. Miguel, Açores de 31 de Março a 4 de Abril no 4º Encontro Açoriano da Lusofonia, os Professores Doutores Adriano Moreira (Vice-Presidente da Academia, Presidente da Classe de Letras, Presidente do Instituto de Altos Estudos da Academia das Ciências de Lisboa), Artur Anselmo (Academia de Ciências de Lisboa Presidente do Instituto de Lexicologia e Lexicografia) que se juntam aos Patronos dos Colóquios desde 2007 João Malaca Casteleiro (Classe de Letras, 2ª Secção – Filologia e Linguística, da Academia de Ciências de Lisboa), e a Evanildo Cavalcante Bechara (Academia Brasileira de Letras) onde estarão também o Professor Doutor Carlos Reis (Reitor da Universidade Aberta, Lisboa), Dr. Ângelo Cristóvão (da Academia Galega da Língua Portuguesa), o Governador do Estado de Santa Catarina, deputados e mais representantes daquele Estado.

Igualmente de salientar a presença numa sessão sobre literatura açoriana dos consagrados escritores CRISTÓVÃO AGUIAR, DANIEL DE SÁ e SIDÓNIO BETTENCOURT, além do notável historiador micaelense MÁRIO MOURA. A participação de 2009 conta com 50 oradores e dezenas de participantes presenciais representando Açores, Austrália, Brasil, Bélgica, Canadá, Eslovénia, França, Galiza, Itália, Moçambique e Portugal.

Assistiremos ao lançamento de quatro livros, integrados numa mostra de autores e obras açorianas, havendo música açoriana, uma representação teatral de Santa Catarina, Brasil e duas sessões de poesia (galega e brasileira).

Pretendemos levar os Açores ao mundo. Independentemente da sua Açorianidade, mas por via dela, pretendemos que mais lusofalantes e lusófilos fiquem a conhecer esta realidade com todas as suas peculiaridades, trazendo aos Açores outras vozes para que desse intercâmbio se possa difundir a verdadeira cultura açoriana.

Contamos com a parceria da Direção Regional das Comunidades estabelecendo as pontes com os Açorianos no Mundo e o imprescindível apoio da autarquia da Lagoa ao nível logístico. Este importante evento é totalmente concebido e levado a cabo por uma rede organizativa de voluntários. Os Encontros, iniciados em 2006 com a duração de apenas dois dias, aumentaram gradualmente a sua relevância e impacto e já se prorrogarão ao longo de cinco dias no Cineteatro Lagoense. Reconhecendo a vitalidade e idiossincrasias da Literatura Açoriana voltam-se, agora, mais para esta vertente, sem descurar a tradução e os aspetos estruturantes que interessa debater da Lusofonia e da Açorianidade.

http://lusofoniazores2009.com.sapo.pt

Categories: Lusofonia | Deixe o seu comentário

A Rússia terá recusado vender aviões Sukhoi SU-33 à China

Aviões SU-33 no único porta-aviões russo em http://www.defencetalk.com

Aviões SU-33 no único porta-aviões russo em http://www.defencetalk.com

A Rússia recusou o pedido chinês de venda de caças Sukhoi SU-33 adaptados para uso em porta-aviões. A recusa fundamentou-se nos receios de que a China faria engenharia reversa nos aviões de forma a fabricar uma versão mais barata, para exportação, como fez com os mísseis S-300 e os SU-27…

As negociações que agora foram abortadas previam a venda de 50 SU-33 Flanker D que seriam empregues nos novos porta-aviões que a China planeia construir nos próximos anos.

O que parece ter irritado os russos, foi a exigência chinesa de que a Rússia entregasse dois SU-33 para “testes”. A Rússia tinha já ficado irritada quando a China abusou da confiança russa e copiou os SU-27SK que constrói sob licença desde 1995 a troco de 2,5 biliões de dólares. O problema é que foi esta variante que levou à aparição da variante chinesa designada como J-11B que chegou até a ser exportada para o Sudão.

O problema é que a China precisa desesperadamente de um avião para equipar o seu primeiro porta-aviões de 48 mil toneladas, que deverá estar pronto em 2011 e também para o porta-aviões nuclear que construirá em 2020. De que servirão estes navios sem aviões? Assim resta aos chineses aplacar a ira dos seus tradicionais parceiros russos, pagando mais, ou dando novas garantias de que honrará o espírito e a letra dos contratos assinados (ao contrário do que fez no passado) ou optar por fornecedores mais caros e provavelmente ainda mais suspeitosos da sua fiabilidade como cliente de equipamentos de defesa altamente sofisticados e ir bater à porta dos franceses com o seu Rafale-M, já que o Super Hornet ou o F-35C norte-americanos estarão certamente fora de equação… Mesmo com Obama.

Fonte:

http://en.rian.ru/russia/20090310/120493194.html

Categories: China, DefenseNewsPt | Tags: , | 9 Comentários

Campanha de apoio à UBP para a mudança de instalações

“Desde 1997, a União Budista Portuguesa, federação das principais escolas budistas existentes em Portugal, tem assegurado a representação oficial do Budismo junto do Estado, das instituições nacionais e dos órgãos de comunicação social, mantendo uma intensa actividade: organização ou apoio à organização de ensinamentos de mestres autênticos, como S. S. o Dalai Lama; divulgação do Budismo através de cursos, conferências, seminários, filmes e traduções; yoga, meditação e outras actividades benéficas para o corpo e a mente; diálogo inter-religioso; participação em acções caridosas e de solidariedade a respeito de seres humanos e animais.

Durante todo este tempo beneficiámos da oferta do espaço da nossa sede em Lisboa, na Calçada da Ajuda, o que nos permitiu disponibilizá-lo, também gratuitamente, para muitos ensinamentos e manter um preço muito acessível nas demais actividades. Por vários motivos, entre os quais a necessidade de irmos para um espaço mais central em Lisboa, que nos permita corresponder ao número crescente de pessoas que nos procura, precisamos de mudar muito em breve de instalações e passaremos a ter o desafio de pagar uma renda mensal de 1150 euros.

A fim de podermos atingir esse objectivo, mantendo os preços acessíveis que temos praticado, vimos solicitar a ajuda de todos os que estão na via do Buda ou reconhecem a importância e o benefício das nossas actividades.

Propomos assim que se torne Amigo da U.B.P., mediante uma contribuição mensal, por transferência bancária, de 5, 10 ou mais euros, consoante as suas possibilidades, o que será um contributo directo para a manutenção de actividades que visam exclusivamente o bem de todos os seres, com todos os benefícios daí decorrentes para quem dá e quem recebe. Este contributo dará direito a um desconto de 10% nas nossas actividades.

Agradecemos que divulguem esta campanha o mais possível.

Pela Direcção

Paulo Borges

Amigo da U.B.P.:
Para tal faça o seu donativo através do NIB 0010 0000 82682380001 73 junto de qualquer agência do BPI, por multibanco ou preferencialmente por transferência bancária. Agradecemos que nos envie um mail se fizer um donativo por multibanco, ou através de uma agência do BPI.

Sócio da U.B.P.:
Por €30,00 anuais, torne-se sócio da UBP.   Preencha a ficha em:

http://www.uniaobudista.pt/uniao.php?show=filiacao

Pagamento das quotas através  do NIB 0010 0000 82682380001 73 (BPI) junto de qualquer  agência do BPI, por multibanco, ou por transferência bancária. Agradecemos que nos envie um mail se fizer um donativo por multibanco, ou através de uma agência do BPI.

Outras referências:
Local: União Budista Portuguesa, Calçada da Ajuda, 246, 1.º dt.º, Lisboa
Contacto: 21 3634363 (das 18h-21h);
Email: sede@uniaobudista.pt

Ao entregar o seu IRS..não se esqueça..!
Portugal
por sócios e simpatizantes

A União Budista Portuguesa tem o N.º de CONTRIBUINTE 592003264 (Idenficação fiscal) e caracteriza-se juridicamente como PESSOA COLECTIVA RELIGIOSA
Em sede de IRS não se esqueça do DONATIVO (0,5%) a nosso favor:
Todos os contribuintes podem, na sua declaração de IRS, fazer um donativo de 0,5% do valor do imposto liquidado nos termos do Nº6 do Artigo 32º da lei 16/2001, de 22 de Junho.
Na declaração do IRS coloque o nosso NIF… no anexo H-quadro 9- campo 901


Que pelos méritos que nos valem a generosidade  e as outras paramitas
Alcancemos a Budeidade para o bem dos seres vivos!

Categories: Budismo, Portugal, Sociedade Portuguesa | Deixe o seu comentário

O Nano da Tata Motors

O Nano da Tata Motors em http://www.carrobonito.com

O Nano da Tata Motors em http://www.carrobonito.com

A empresa indiana Tata apresentou mundialmente o “Nano”, um veículo de muito baixo custo, concebido para o mercado indiano, mas que a empresa irá brevemente comercializar em todo o mundo. O Nano estará à venda na Índia já em maio por um preço que não deve ultrapassar os 1800 euros devendo ser fabricadas 60 mil unidades deste pequeno carro de quatro lugares.

Em 2011, o Não começará também a ser vendido na Europa, mas a um preço substancialmente superior, de cinco mil euros… Um aumento explicável não somente por causa dos custos de transporte e armazenagem a partir das fabricas na Índia mas sobretudo pela necessidade de conformar o Nano às mais exigentes normas de segurança e ambientais da União Europeia. Com essas adaptações, o veiculo indiano deverá ficar em cinco mil euros. Mais caro, mas ainda consideravelmente mais económico do que os veículos da Jaguar e Land Rover, que a Tata Motors comprou em 2008… Mais económico e ecológico (especialmente depois de adaptado às exigentes normas europeias) porque um carro tão pequeno como o Nano terá necessariamente uma pegada ecológica muito pequena, assim como um baixo padrão de consumo de combustível. É duvidoso que a adaptação traga um motor tão eficiente como os europeus ou mesmo um sistema híbrido, mas ainda assim continuara a ser uma opção ecologicamente interessante, pelas duas razoes acima listadas.

Fonte:
Euronews – 2009

Categories: Economia, Sociedade | Tags: | 4 Comentários

Os africanos descobrem o Brasil

.
Humberto França
Escritor

Nos próximos decênios, o Brasil terá que se preparar para acolher uma notável massa de imigrantes oriundos da África Ocidental. Embora o nosso país seja desconhecido da quase totalidade dos africanos, exceto pelos falantes de Língua Portuguesa, o Brasil, em vista do seu acelerado processo de desenvolvimento social e do gigantismo de sua economia, inevitavelmente, atrairá os jovens africanos que já começam a olhar com avidez para a nossa imensa costa Atlântica. E, aqui desembarcarão. Ao conhecerem melhor a nossa cultura de acolhimento aos estrangeiros e perceberem que poderão se adaptar aos costumes dos brasileiros africanizados, os imigrantes da África dirigirão seus barcos para nossas praias.

África também é aqui. A cultura afro-brasileira, a cor da pele de grande parte de nossa população e o nosso modo de ser e viver poderão inspirar a vinda de grande massa de africanos. Igualmente, o nosso clima tropical, semelhante ao dos países da África Central e Ocidental, as línguas neolatinas, Francês, Português e Espanhol, faladas por parte da população nos 21 países daquelas regiões, que somam aproximadamente duzentos e trinta milhões, facilitarão bastante uma adaptação desses imigrantes à sociedade brasileira. Adicionem-se, ainda, os outros que poderão vir da Nigéria, país de língua oficial inglesa, de mais de cento e quarenta milhões de habitantes.

Outro fator que poderá impulsionar essas levas de africanos é a terrível pressão da pobreza no continente, a explosão populacional e o altíssimo contingente de jovens naqueles países. Ademais, o crescimento do comércio bilateral Brasil – África e a expansão das comunicações e a presença dos produtos culturais brasileiros, logo despertarão um maior interesse dos africanos jovens, em busca de melhores condições de vida, pelo Brasil. É também possível que tal êxodo venha a ser incentivado pelos países europeus que colonizaram a África e que, atualmente, se recusam a acolher imigrantes africanos.

Se bem regulamentada, a presença desses africanos no Brasil não deverá ser considerada uma desvantagem para o nosso país. No entanto, devemos re-elaborar a nossa tendência de tolerância excessiva para com o estrangeiro, pois a presença africana, sobretudo nos estados do Nordeste poderá gerar uma ácida disputa de empregos com os trabalhadores nordestinos não-qualificados. E, portanto, tensões que poderão ser transformar em ódio racial. É verdade que os brasileiros se sentem devedores da contribuição dos africanos ao país. Teremos sim, de acolhê-los, mas necessitamos, desde já, preparar o país para este desafio. Antes, no entanto, para conter um possível excesso migratório, seria melhor que o Brasil construísse um projeto multilateral de desenvolvimento, principalmente agrícola, para os países africanos, sobretudo para Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe e a Guiné.

Um recente sinal que aponta para a chegada de africanos aqui, foi a presença de um jovem imigrante clandestino da Guiné, que ao chegar a Bahia, logo trocou passes de bola com um Juiz da Vara da Infância e Juventude de Salvador, e, de pronto, integrou-se num jogo de futebol. Possivelmente, em nenhum país onde o Estado de Direito seja realmente levado a sério, um magistrado brincaria com um estrangeiro que houvesse burlado a lei, sem que o episódio provocasse uma repulsa da sociedade. O fato demonstra que o Brasil, seu povo e suas autoridades precisam, o quanto antes, estar mais bem preparados para lidarem com a grande imigração africana que já vem vindo.

Categories: Brasil | Deixe o seu comentário

Create a free website or blog at WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant | Trainer

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.839 outros seguidores