Daily Archives: 2010/06/21

Quids S20: Como se chama este clube?

Regras:

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S20 | 3 Comentários

Resposta a um artigo de Camilo Mortágua sobre a candidatura de Fernando Nobre

Camilo Mortágua e Manuel Alegre (http://dn.sapo.pt)

Camilo Mortágua e Manuel Alegre (http://dn.sapo.pt)

Camilo Mortágua, fez publicar no site de apoio à candidatura presidencial de Manuel Alegre um texto sobre Fernando Nobre que iremos agora comentar.

“Apreciava o homem de sensibilidade solidária e vocação universalista. Sempre apreciei a sua capacidade para levar a solidariedade de Portugal aos mais longínquos e trágicos lugares do mundo, (hoje interrogo-me se este homem não está sendo obrigado a pagar a factura dos apoios concedidos para o seu protagonismo na execução de tão meritórias tarefas).”

Senhor Mortágua, se apreciava sinceramente Fernando Nobre pela sua “sensibilidade solidária e vocação universalista” não há razão para parar de o admirar, porque o passado do médico da AMI não se evaporou apenas porque decidiu apoiar um candidato diferente daquele que é – para o bem e para o mal – o seu.

“A surpresa do seu salto da causa humanitária para a disputa política, nas condições objectivas em que acontece, a isso me impelem.”

A sua surpresa é compreensível, caro Camilo Mortágua. Todos foram surpreendidos, a começar por mim próprio – antigo eleitor de Manuel Alegre – e entre todos, os partidos em especial e o próprio Alegre que julgava já seus todos os votos da Esquerda. Mas afinal os votos da tradicional “maioria de esquerda” portuguesa não eram propriedade de Alegre e assim se compreende melhor a frustração dos seus apoiantes… os votos dos portugueses não são de ninguém. São de quem souber provar os cidadãos que está em melhores condicões para os representar, independentemente do decreto de qualquer partidocracia ou de qualquer expressão de voto tida em 2006.

“Respeitando inteiramente o seu direito a tomar essa decisão, sinto a necessidade de dar voz ao meu lamento, repito, não porque não tenha ele o pleno direito a candidatar-se, mas porque o contexto em que o faz, em minha opinião, afecta irremediavelmente a dimensão ética da sua imagem.”

Em que é que a expressão livre, de cidadania e de cumprimento de um direito cívico aberto a qualquer português pode afectar a “dimensão ética” da imagem de Fernando Nobre? Perde-se a ética porque se avança para a política, Camilo? E se assim é, o que dizer então do seu alegre candidato, que nunca teve um emprego na vida que não fosse na política?

“Prestar-se a ser muleta dos falcões do PS.”

Uma coisa é descer baixo. Outra coisa é enterrar-se na lama. E esta última foi efetivamente a opção aqui seguida. Desde logo porque insulta uma das pessoas que pelo seu passado humanista e humanitário mais respeito merece em Portugal e depois, porque presume que os “falcões” do PS são os “soaristas”, quando na verdade estes são os “socráticos” como se viu pelo efeito de eco provocado pela ordem de apoio à candidatura de Alegre dada pelo primeiro-ministro.

“para potenciar a eleição de Cavaco Silva em”

já cá faltava o argumento do “divisionismo”… para recorrer ao mesmo é preciso ter mesmo muita desfaçatez ou uma memória muito curta ou seletiva. Nas últimas presidenciais, Alegre dividiu o voto do PS com Soares. Mas disto, Camilo Mortágua ja não se deve lembrar…

“detrimento de um candidato que no plano ético, moral e cívico, e como defensor dos valores fundamentais duma esquerda de princípios e não de negócios”

e de uma Esquerda que na vida, nunca trabalhou e que recebe uma reforma duvidosa da RDP. São estes os princípios de Esquerda a que aqui se aludem?

“confirmar a sua condição de cata-vento ideológico, namorador da direita à esquerda, tendo por única convicção coerente a de querer ser guindado ao poder”

um discurso tão rasteiro e ignóbil nunca devia ter sido permitido sobreviver mais do que alguns segundos no site oficial de Manuel Alegre. Mas foi, sinal que é nestas águas tortuosas que navega a campanha alegrista. Além do mais: “cata-vento”? E Alegre que ora chama Sócrates de “inquisidor”, ora o abraça e pede punjentemente pelo seuo apoiozinho? Pelo contrário, Nobre nunca saiu a favor ou contra o seu próprio partido (não o tem) e nunca assentou lugar no Parlamento durante décadas, entre colegas de um partido contra quem lançava cobras e lagartos.

“O Senhor Dr. Fernando, só tornará a ser NOBRE credível e digno de confiança política, quando assumir publica e frontalmente, que a sua acção é um acto (espero que mal sucedido) que visa impedir a eleição de um candidato de esquerda à Presidência da Republica”

Segundo este “brilhante” e sectário raciocínio, qualquer candidato que se atreva a violar o sacrossanto monopólio da vida política e cívica detido pelos partidos é maléfico e, provavelmente, satânico. Todos aqueles que vindos da Esquerda e que se identifiquem com os seus valores fazem-no não porque estejam de boa fé, mas apenas para seguir as ordens de um qualquer “Papa mítico” do PS, Fazem-no não porque queiram exercer um direito cívico que é seu, não porque acreditam que o sistema político-partidário está bloqueado, mas apenas para incomodar o “dono” de todos os votos da Esquerda: Manuel Alegre. Pois bem, senhor Camilo. Lamento, mas Alegre não é dono do meu voto. Ele é meu, e boto-o onde quiser. E eu quero deitá-lo em Fernando Nobre. Por muito que isso irrito o Senhor de todos os votos da Esquerda. Azar. Ainda sou livre de votar onde quiser, assim como NOBRE também é de se candidatar, por muito que isso machuque o grande ego de Manuel Alegre.

Fonte:
http://www.micportugal.org/index.htm?no=22001854

Categories: Fernando Nobre, Política Nacional, Portugal | Tags: | Deixe o seu comentário

Eu odeio a Vuvuzela…

…e aparentemente este repórter também. Não há leis contra a Poluição Sonora neste país de Bananas e Bananeiras? Porque é que temos todos que gramar com estes zurridos inventados por uns quaiqueres asnos do Marketing da GALP?Sugetão: Reunamos uma hoste de anti-vuvuzeleiros e vaíamos todos zurrar nas ditas para a porta da direção da GALP, a ver se gostam.Vamos nisso?

Categories: Futebol e Corrupção, Sociedade Portuguesa | 2 Comentários

Blog em WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

PEACEFUL DEMOCRATIC EVOLUTION Do we wait for the Chinese national socialist dictators to own the whole planet? Did we learned nothing from the second world war?

NOMOCRACY: Νομος (Law). The concept was familiar to ancient philosophers such as Aristotle, who wrote "Law should govern".

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant | Trainer

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.800 outros seguidores