Daily Archives: 2012/01/01

Agostinho da Silva: “O grande mal do mundo de hoje é que não existe, para o desenvolvimento extraordinário que tomou a produção, uma organização nacional adequada”

Agostinho da Silva

Agostinho da Silva

“O grande mal do mundo de hoje é que não existe, para o desenvolvimento extraordinário que tomou a produção, uma organização nacional adequada; todas as atividades humanas estão em atraso em relação às que permitiriam uma abundância maior do que em qualquer outra época da historia de tudo o que é preciso para a vida material do homem, a prestação de trabalho é defeituosa, porque a maquina impunha métodos novos que se não adotaram, o que traz fatalmente o esmagamento do operário, submetido a tarefas monótonas durante um grande numero de horas, e o desemprego de milhões de homens; depois, o ritmo de distribuição não mudou; continua a ser o que era para um numero de produtos infinitamente mais raros e mais caros; o resultado não pode ser outro senão uma enorme acumulação de produtos não distribuídos, na fabrica ou no campo, e a miséria entre aqueles que nao podem apresentar, para os comprar, as horas de trabalho que ninguém lhes dá.”

> A mecanização da produção industrial sem duvida que tirou muitos homens de uma vida de monotonia e repetições constantes. Assim, foram poupados à terrível desumanidade das tarefas repetitivas e recorrentes. Mas a automatização retirou a milhões o Emprego e a Sociedade não foi capaz de responder ainda a este desemprego cada vez mais cronico e irreversível de um numero crescente de pessoas potencialmente produtivas e criativas. Os teóricos do neoliberalismo defendiam que os empregos perdidos nos setores primários para a automatização e para as deslocalizações seriam compensados pelo aumento do emprego no setor dos serviços. E, de facto, durante algum tempo pareceu ser assim. Mas desde 2008 percebeu-se que economias quase totalmente convertidas ao setor terciário eram também economias dependentes da dívida externa e criadoras de balanças comerciais crescentemente deficitárias.

“A solução parecia ser simples: tratar-se-ia, por um lado, de exigir de cada um menor numero de horas de trabalho, o que permitiria empregar todos, e deixar mais tempo livre para o desenvolvimento inteletual e físico; por outro lado, de alargar os meios de distribuição, de modo a que todo o produto fabricado se pudesse consumir.”

> Já abordamos noutro antigo as vantagens da proposta de uma redução da jornada diária de trabalho: em termos da redução das emissões de CO2, do estimulo ao aumento da produtividade, do aumento da qualidade de vida e da economia do lazer e da cultura. Mas, como aqui recorda Agostinho, a redução da jornada diária de trabalho também criaria condições para a criação de postos de trabalho, exatamente como o seu aumento serve de dissuasor a essa criação de trabalho. Potenciaria a conversão desta atual “economia de coisas” para uma “economia do saber”, em que se satisfariam todas as necessidades básicas e essenciais (alimentação, vestuário e habitação) centrando a atividade das economias e das sociedades na auto-produção de saber e cultura. Deixando os cidadãos mais realizados, satisfeitos e abandonando uma sociedade de consumo a prazo insustentável já que hoje insiste em manter um padrão de consumo que exige três Terras para se manter…

Fonte:
Agostinho da Silva, Sanderson e a Escola de Oundle

Categories: Agostinho da Silva, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | Deixe o seu comentário

Blog em WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

PEACEFUL DEMOCRATIC EVOLUTION Do we wait for the Chinese national socialist dictators to own the whole planet? Did we learned nothing from the second world war?

NOMOCRACY: Νομος (Law). The concept was familiar to ancient philosophers such as Aristotle, who wrote "Law should govern".

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant | Trainer

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.800 outros seguidores