Daily Archives: 2012/01/23

António Sérgio: “Aquilo que é talvez o mais necessário para carrilar a vida da nossa política, isto é, a influência efetiva dos não partidários, a fiscalização dos homens que nos governam, não só por parte dos seus adversários, filiados nos partidos que não estão nos Governos”

António Sérgio (http://paginas.fe.up.pt)

António Sérgio (http://paginas.fe.up.pt)

“Aquilo que é talvez o mais necessário para carrilar a vida da nossa política, isto é, a influência efetiva dos não partidários, a fiscalização dos homens que nos governam, não só por parte dos seus adversários, filiados nos partidos que não estão nos Governos.”
(…)
“Não admita que erros tão graves se tenham dado, já que não está feita, por enquanto, a educação política do Português. Ainda se supõe, em Portugal, que o papel de cada partido é vir a aniquilar os seus rivais; que a existência dos outros grupos é um abuso e uma perversão: que é um escândalo, uma batota, uma calamidade, uma patifaria. Ora, estou convencido de que a República se não estabilizará no nosso país enquanto os partidários se não convencerem de que os outros partidos não só existem, mas que têm o direito de existir, e de que é bom para o País (e para os próprios políticos) que eles existam também.”
(…)
“O errar é próprio de todo homem, e todos erramos imensamente. Disse um dos clássicos da nossa língua que se faz a verdadeira educação nos bancos da escola da experiência. Por outras palavras: é pela crítica dos nossos erros que nos educamos a valer.”

António Sérgio

Já critiquei no Quintus (bastas vezes) o Parlamentarismo de tipo inglês. Mas existe neste uma qualidade que não há em Portugal: a capacidade para encarar a causa pública como transcendente à partidária. Mas nem aqui encontramos (sobretudo hoje) uma cidadania ativa e vigilante contra os abusos e desmandos dos governantes que possa corrigir erros de percurso e colocar os políticos no rumo certo.

Para recriarmos a nossa democracia há que a revificar. E essa difícil missão só pode ser cumprida atraves da educação cívica dos povos, tornando-os em cidadãos ativos e conscientes, agentes ativos que esqueçam o atual papel de recipientes passivos em que hoje, bovinamente, se deixaram arregimentar. Mas esta transformação não pode ser facilmente aplicada em adultos, já formados e condicionados para a obediência e passividade… é contudo mais fácil focar essa tarefa nas crianças, ensinando-lhes as virtudes e vantagens da liberdade criativa e a da cidadania vigilante e atuante. Ensinemos pois as nossas crianças a serem Cidadãs  Comecemos em nossas casas e busquemos expandir essa experiência para as escolas. Sejamos decididos e objetivos e quem sabe… talvez a próxima geração seja a primeira (desde Dom Dinis) de verdadeiros portugueses: cidadãos livres, ciosos da sua independência e capazes dos maiores feitos que um Povo pode jamais cumprir.

Categories: História, Política Nacional, Portugal | Deixe o seu comentário

Create a free website or blog at WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

A BETTER WORLD

Are we going to allow chinese dictators to own the whole planet?

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant | Trainer

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.754 outros seguidores