Sobre a ACN (American Communications Network), “marketing de rede” e outras… coisas a ter com muito cuidado

Sede da ACN nos EUA (http://stevenszabomlmsystem.com)

Sede da ACN nos EUA (http://stevenszabomlmsystem.com)

Com o agravar do desemprego, aparecem cada vez mais “oportunidades” de negócio, centradas nos desempregados de longa duração, desesperados porque as empresas bloqueiam imoral e estupidamente todos os recrutamentos acima dos 35 anos e desprovidos agora que o Estado bloqueou as admissões todas as suas hipóteses de regressarem a uma vida profissional ativa. Sabedores deste “mercado”, muitos “empresários” criaram empresas, mais ou menos fictícias, mais ou menos ilegais, todas imorais para obterem a essas pessoas, encostadas à parede pela crise económica mas que pela sua idade e longa carreira profissional lograram acumular algumas poupanças. Este é o mercado preferido pela florescente indústria do “marketing de rede”.

Uma destas empresas que agora, em Portugal, está particularmente ativa é a norte-americana ACN (American Communications Network). A ACN depende do crescimento constante do número de distribuidores, os quais, por sua vez, tentam recrutar novos distribuidores. A percentagem de colaboradores com sucesso é obscura, mas há quem estime que ronde os 5%. Embora o discurso oficial e de recrutamento da empresa não o diga, é preciso ser muito dotado para a área de vendas para singrar na ACN. Antes de alguém pensar em aderir a esta rede tem que ir à Internet, procurar informação sobre a ACN e ler atentamente todas as queixas que encontrar sobre ela, descartar todo o discurso panegírico dos agentes e representes da ACN e tomar a sua decisão em boa e devida consciência.

Segundo quem já estava na ACN, os representantes podem ganhar entre 2 a 8% da faturação residual total, uma variação que oscila consoante com os níveis de vendas. As mesmas fontes mencionam a existência de 7 patamares de prémios, mas os primeiros 4 correspondem a apenas 1%. Ou seja, para ganhar os 8% de topo é preciso ser mesmo muito bom vendedor… e manter esse ritmo ao longo de muito tempo, bem para além do círculo de amigos e familiares que serve de reservatório de clientes para a maioria dos representantes da ACN.

Em termos de futuro, a ACN será capaz de sobreviver nos próximos anos? Uma empresa que baseia o seu modelo de negócios no crescimento contínuo de representantes e que não apresenta inovações em ritmo constante e frequente está claramente a entrar numa espiral descendente que não pode ser reversível.

A ACN fala muito na sua documentação (que é toda vendida aos “representantes independentes”, por sinal) de “banda larga”… Mas é claro que em Portugal não vende esse serviço, não sendo um ISP com rede funcional em Portugal. Nas reuniões de recrutamento de novos representantes falam muito de “banda larga” e de “voIP” (voz sobre IP), como se isso fosse uma grande descoberta e não existissem já mais de 500 milhões de contas Skype…

Quem esteve na ACN diz que o plano de remunerações depende dos objetivos mensais (que mudam frequentemente), mas que cada um tem que “investir” cerca de 500 euros em troca de uma pasta com um CD-ROM, contratos de rede fica e documentação vária.

Quanto ao crescimento da pirâmide de representantes da ACN, os números variam de fonte para fonte (provavelmente no tempo), mas parece que cada “representantes independente” tem que recrutar cinco clientes e dois agentes, sendo que cada um destes tem que – por sua vez – encontrar cinco novos clientes. Só se este ambicioso objetivo for alcançado é que a ACN paga um bónus que será variável e entre os 400 e os 700 euros.

O modelo da ACN baseia-se também naquilo que na gíria da empresa se classifica como “residuais”: a ideia é clássica nos esquemas piramidais: quando a rede cresce acima de um determinado patamar, o representante inicial passa a receber uma pequena parcela até que chega a um ponto em que cresce até se recebe sem que se tenha que produzir realmente muito trabalho.

A estratégia da ACN proíbe que os seus representantes procurem vender os seus serviços fora da rede familiar e de amigos. Uma opção comum a todas as empresas de MLM (Multi Level Marketing) que operam mais ou menos impunemente em Portugal e que levanta serias duvidas sobre a legitimidade das suas operações… Que têm elas a temer do mercado se os seus produtos são realmente superiores, mais baratos ou originais? Se obrigam os seus representantes a vender apenas no circulo mais íntimo será porque sabem que os seus produtos e serviços nunca sobreviveriam contra a concorrência?…

Não digo que não assistam a uma sessão da ACN. Digo que vão, pelo contrario, que ouçam e pensem. Há quem faça algum dinheiro, durante algum tempo, e enquanto não esgota o seu circulo de familiares e amigos (que depois fica consideravelmente menor, diga-se), mas um esquema para o resto da vida?… Isso já parece altamente improvável…

Fontes:
http://arbyte.us/blog_archive/2005/0…amid_Scam.html
http://users.tns.net/~mpat/scam/
(entre outros fóruns nacionais)

About these ads
Categories: Portugal, Sociedade, Sociedade Portuguesa | 7 Comentários

Post navigation

7 thoughts on “Sobre a ACN (American Communications Network), “marketing de rede” e outras… coisas a ter com muito cuidado

  1. Bruna

    Boa tarde.
    Só vou fazer um pequeno comentario a este seu post para realmente dar uma noção clara as pessoas do que é a ACN e como é logico eu sou Representante da ACN, ou seja, eu sei exactamente o que estou a dizer.
    Todas as pessoas que ja alguma vez estiveram em contacto com pessoas que estão no “terreno” sabem perfeitamente que não é facil singrar na ACN, alías eu acho que toda gente sabe que não é facil singrar em lado nenhum, é preciso muito trabalho, esforço, dedicação e muita motivação.
    Uma vez que qualquer pessoa pode fazer um post na internet a falar bem ou mal de qualquer assunto, acho por bem todas as pessoas interessadas ou não neste projeto entrem em contacto com os representantes, todos têm credibilidade e identificação em todos os comentarios que fazem nestes posts.
    Em relação aos valores dos residuais começa logo por errar, vão de 1% a 10%, a ACN permite a todos os seus representantes fazerem qualquer cliente não os restringe aos familiares e amigos, sendo claro que estes ultimos são mais fedilizados (marketing de relação).
    ACN encontra-se á 7 anos em Portugal, ao inicio so possuia o serviço de telefone fixo, actualmente tem mais 5 serviços, não faço ideia de onde tirou a ideia que a ACN não apresenta inovações, mostra uma clara ignorancia acerca deste assunto.
    Em relação ao Skype que ja toda gente conheçe a ACN desenvolveu um videofone que permite outras vantagens para o cliente, pode não ser uma grande descoberta mas a Apple esta a desenvolver um videofone, acho que não é preciso desenvolver mais este assunto.
    Quando se refere aos 500€ como uma troca de um CD-ROM e varias documentos, mostra que desconheçe a nossa loja online com a parceria da The Phone House onde vendemos todos os telemoveis online que a mesma possui na loja, essa mesma esta completamente ao cargo da ACN.
    A ACN não impinge aos seus representantes que angariem dois novos representantes e façam os respectivos pontos referidos na sua critica claramente pouco fundamentada, nota-se uma clara falta de instrução do que realmente esta empresa é.
    Mais uma vez repito que a ACN não obriga a que os clientes dos representantes sejam unicamente familiares e amigos.
    So para terminar, a ACN em Portugal opera com a PT, vodafone, tmn,optimus, galp energie, The Phone House, considera tambem estas empresas uma piramide ? Ou acha que as mesma estabeleciam parcerias com esquemas de piramide ?
    Deixo abaixo o meu contacto para uma possivel sessão de esclarecimentos, da qual saíra com uma opinião real do que realmente é esta empresa que opera em 23 paises.

    • Obrigado pelo seu contributo, mas, Bruna como admite é parte interessada neste processo.
      Soube que havia uma acn apos um familiar meu ter sido assediado pela multinacional, por isso falo tambem com conhecimento de causa. O resto está na Internet, disponivel a quem quiser procurar e tendo como fonte antigos agentes (enganados) da acn.

  2. Este artigo chamou-se a atenção pela polêmica que gira em torno da ACN. Penso que toda a idéia inovadora sempre gera alguma discussão e dúvidas. Acredito que um dos segmentos que se fala aqui seja a chamada lista quente de cada pessoa, que é quando o negócio dá uma melhor arrancada. Mas terminada a lista quente, qualquer companhia espera que seus distribuidores entrem na lista chamada fria ( que são as pessoas desconhecidas ) . Os valores residuais são como os royalties que um autor aufere por ter feito um bom trabalho no início do negócio e então é recompensado por isto. Bom a ACN está num nicho de mercado que é a comunicação entre as pessoas – hoje o mundo tornou-se uma aldeia global e pessoas falam com pessoas em todo mundo a toda hora. Eis um grande negócio. Sempre costumo dizer que da discussão nasce a luz.

    • Mas retenha-se que a “lista quente” é o objetivo de mercado para os agentes da can… Uma vez esgotada esta, o “negocio” termina. E nao ficou clara qual a vantagem competitiva em relacao a p.ex. ao Skype.

      • gostava de saber se consegue comunicar sem custos do skype para outra operadora?? é realmente impressionante a falta de “estudo” que tem sobre a empresa , sobre os serviços , rendimentos e por ai fora.
        já agora , se sabe tanto do que este tipo de negócio proporcionam as pessoas que se empenham em desenvolve-los , pode indicar-me algum outro negócio que com tao pc investimento me permita ter rentabilidades normais , na ACN nao se fala em enriquecer ! o problema que existe é que em países com crise como Portugal , já para nao falar em outros países da europa ou mundo , nao existem mts alternativas , mas desafio a recomendar a mim e a todos os outros visitantes deste spot a informação. estaremos certamente atentos a informação que vai desponibilizar!
        aconselho-o a assistir a uma apresentação do negócio , com formadores e perceber toda a dinamica da Empresa… se acha que isto é uma pirâmide , muito bem , olhe para a propria PT – que lançou agr um anuncio que demonstra um pc do que fazemos – sao nossos parceiros . se quiser mais informaçoes sobre o que é uma PIRAMIDE , olhe para uma Empresa tradicional e faça organigrama de uma e veja o que dá … se quiser aprofundar mais olhe para a SEGURANÇA SOCIAL , por exemplo do meu país , Portugal .
        agradeço a sua opiniao sobre a ACN , mas muito fraquinho para quem se acha no direito de julgar , sem ter tentado desenvolver o projecto , atençao desenvolver este negócio , não é fazê-lo como nós achamos que vai resultar mas sim aprender e respeitar quem teve e tem sucesso. é uma peq. diferença mas faz toda a diferença!

  3. fighter

    Boa noite, realmente é interessante ver as várias opiniões das pessoas, mas realmente só quem não está por dentro do assunto é que não percebe das potencialidades deste e de outros tipos de negócios. Realmente é verdade hoje em dia os empregos escasseiam, pessoas que trabalharam uma vida inteira levam um xuto no rabo e ficam desempregadas sem justificação plauisivel. Patrões que só querem saber dos lucros, e deixam as pessoas num ponto sem retorno nas suas vidas. Faço ACN, pela primeira vez na minha vida vejo uma luz ao fundo do túnel. Empresa integra, representantes íntegros, freelancers que foram colocados de parte por toda a sociedade que se diz tão protectora que no fundo aquilo que faz é criticar todas as pessoas que tentam a sua sorte e fazem algo. Na ACN ninguém anda a enganar ninguém, ou será que o facto de actuar em 23 mercados diferentes e estar sob observação de tantos olhos, tantos deles importantes e com poder e não acontece nada, não quererá dizer que se calhar até pode estar aqui uma oportunidade de realmente as pessoas se darem bem na vida? Eu posso fazer clientes quantos quantos me apeteça, posso ganhar só uns trocos, ou posso querer ganhar muito, acho que em todos os negócios é isso que acontece. Todos têm uma opinião e acho bem que a tenham mas não coloquem as pessoas que tentam fazer algo pelas suas vidas no patamar de criminosos.
    Um bem haja a todos aqueles que tentam, porque em casa não se faz nada….

  4. Caro Rui Martins,

    Permita-me… o que fez aqui foi o mesmo que falar de hambúrguer sem saber o que é carne (Sim, eu sei que hoje em dia já existem hambúrguer de peixe) ..

    Já agora… pesquisar em sites oficiais, com credibilidade seria uma boa opção…

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

DIRECT e-DEMOCRACY NOMOCRACY & EQUALITY LAWS..! THE RULE OF LAW

Are we going to allow chinese dictators to own the whole planet?

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant | Trainer

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.714 outros seguidores

%d bloggers like this: