Da necessidade estratégica de renacionalizar a EDP e a REN

Um dos maiores estrangulamentos à indústria portuguesa é o elevado custo da energia. Portugal tem que rapidamente recuperar o seu setor produtivo, des-tercializar a sua economia (porventura, o maior crime histórico do cavaquismo) e nesse imperativo processo
de regeneração, levar a EDP a descer os preços abusivos que cobra aos cidadãos e às empresas é algo de fundamental.

Recentemente, o secretário de Estado da Energia, Henrique Gomes veio afirmar que o “Estado tem de impor o interesse público ao excessivo poder da EDP” e que “O Governo quer pôr a energia ao serviço da economia e das famílias. Apesar de acumularmos défices, não repercutindo todos os custos nos preços, os preços estão a um nível já demasiado elevado. A energia está a prejudicar a indústria exportadora, ao afastar-se perigosamente dos preços espanhóis”. As afirmações são corretas, corajosas e justas, mas exige-se agora que se passe da palavra para a Ana.

Mas haverá condições para forcar o mercado da produção e distribuição de energia elétrica a assumir preços mais compatíveis com a realidade económica nacional e com as necessidades das empresas e famílias portuguesas? A privatização (para a China!) da EDP não retirou ao Estado instrumentos que agora poderia usar?…

Na verdade e conhecendo-se a importância estratégica do setor energético para Portugal e a sua crónica dependência das importações de energia, Portugal tem que bater o pé à Troika (que obrigou à privatização da REN e da EDP) e Renacionalizar essas empresas estratégicas para o pais. Não podemos – de forma alguma – deixar que a liberalização dos preços da eletricidade a partir de Janeiro de 2013 – quando terminam as tarifas reguladas –  permitam o aumento de 20% a 40% que a própria EDP estima como certo. Portugal não ia aguentar. Por muito que gostasse Pequim e que isso fizesse aumentar os lucros dos restantes acionistas. E se a única opção que resta é retomar o controlo destas empresas, então que tal se faça, sem medos nem falsos pudores.

Fonte:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=543445

About these ads
Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | Tags: | Deixe o seu comentário

Post navigation

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Blog em WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa.org

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

DIRECT e-DEMOCRACY NOMOCRACY & EQUALITY LAWS..! THE RULE OF LAW

Are we going to allow chinese dictators to own the whole planet?

looking beyond borders

Looking at foreign policy differently

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

Egídio G. Vaz Raposo

Media Scholar | Communication Consultant | Trainer

Mudar as coisas...

vivemos no presente, e é nele que devemos mudar. mudarmo-nos é condição necessária para mudar as coisas…

Um Jardim no Deserto

Um minúsculo oásis no imenso deserto físico, mental e espiritual em que se está a transformar Portugal

Extraterrestres ARQUIVO

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo - Volte Sempre

Muralha Verde SCP

Em prol da defesa e do ataque do Sporting!

Pitacos De Um Torcedor Corinthiano

Louco por ti Corinthians!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 4.743 outros seguidores

%d bloggers like this: