Carta Aberta à Câmara Municipal de Lisboa sobre o Programa de Controlo da População de Pombos (Columba Livia)

Assine e Partilhe !
 
Considerando que a técnica da captura por redes e subsequente abate é cruel e ineficaz (a redução pontual da população leva a um rápido preenchimento do nicho porque não é global mas localizada) os subscritores desta Carta Aberta propõe:
  1. Reforçar as campanhas de sensibilização especialmente quanto à proibição de alimentos a pombos na via pública (que faz aumentar a população destas aves).
  2. Reforçar as coimas e a eficácia da fiscalização contra a alimentação de pombos na via pública.
  3. Que a CML preste, gratuitamente e a pedido, o serviço de instalação de repelentes de poiso em prédios particulares.
  4. Aumentar a distribuição de contraceptivos orais pelos serviços da CML.
  5. Sabendo que a CML é o maior proprietário imobiliário de Lisboa reforçar nos seus edifícios as medidas de redução de locais de nidificação e os repelentes de poiso.
  6. Instalar locais de nidificação – onde se distribui alimentos com contraceptivos regulamente – de onde, posteriormente, os serviços da autarquia podem remover os ovos ou substituí-los por ovos falsos (como em Nova Iorque e Melbourne)
  7. Produzir e manter um relatório anual da quantidade de pombos na cidade, por freguesia, e indicando pontos de concentração. Incluir nesse relatório todas as acções de controlo, os seus custos e efeitos directos.
English Version:
Open Letter to Câmara Municipal de Lisboa (City Council ou “CML”) on the Pigeon Population Control Program (Columba Livia):
Considering that the technique of network capture and subsequent slaughtering is cruel and ineffective (the point reduction of the population leads to a rapid filling of the niche because it is not global but localized) the subscribers of this Open Letter propose:
1. Reinforce awareness campaigns especially on banning pigeon feed on the public road (which increases the population of these birds).
2. Reinforce the fines and the effectiveness of police surveillance against pigeon feeding on public roads.
3. That Lisbon City Council provide, free of charge and upon request, the service of installation of repellents of poiso in particular buildings.
4. Increase the distribution of oral contraceptives by CML services.
5. Knowing that Lisbon City Council is the largest real estate owner in Lisbon to reinforce in its buildings the measures to reduce nesting sites and house repellents.
6. Installing nesting sites – where food is delivered with regular contraceptives – from which the local authorities can later remove the eggs or replace them with fake eggs (as in New York and Melbourne)
7. Produce and maintain an annual report of the number of pigeons in the city, per parish, and indicating points of concentration. Include in that report all control actions, their costs and direct effects.
Categories: Política Nacional, Portugal, Uncategorized | Deixe um comentário
 
 

Por uma Lei ANTI GRAFITO (Assine e Divulgue!)

Rua Xavier Cordeiro (5).jpg

Porque a proliferação de tags e grafitos selvagens nas cidades portuguesas está a passar todos os limites.
Porque a Lei actual é ineficaz e não dissuada (descriminaliza o grafito e tag selvagem)
Porque é PRECISO FAZER ALGUMA COISA:
http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=ANTIGRAFITOS
Propostas para Nova Legislação Anti-Grafitos:

1. Todos os tipos de tintas vendidos em latas de spray devem ser apenas de compostos que permitam a sua fácil limpeza.
2. A venda ou cedência gratuita de latas de tinta sob pressão “sprays” é proibida a menores é proibida a menores de 18 anos. O incumprimento conduzirá o vendedor a uma multa de até 500 euros, à qual se devem somar as custas judiciais. No local onde se aceitarem estes pagamentos, bem visível a este funcionário ou responsável de loja deve estar um afixação com a frase “Vender sprays de tinta a menores de 18 anos é contra a lei e levará a uma coima a quem vender este produto”. Esta venda é permitida se o menor estiver acompanhado por um dos seus progenitores, tutor, professor ou empregador maior de idade.
3. Nenhum cidadão está autorizado a transportar um spray de tinta no interior de um recinto que pertença a uma autarquia local ou ao Estado sem uma autorização escrita por parte de um representante dessa entidade, excepto se essas embalagens estiverem seladas ou completamente fechadas num contentor ou caixa de transporte.
4. Cada venda de um spray de tinta será obrigatoriamente registada com o nome completo e identificação do comprador por parte do comerciante.
5. Todas as latas de spray de tinta terão o aviso “Grafito é Crime. A compra de latas de spray é ilegal por menores de idade é CRIME: Vendedores e Compradores serão punidos.” em formato bem legível e em destaque na embalagem.
6. Todos os espaços comerciais que tenham no seu inventário sprays de tinta devem ter estes materiais numa zona visível ao público, mas que acessível apenas com a assistência de um funcionário do estabelecimento.
7. Todos os espaços que comercializam sprays de tinta devem ter um aviso em local bem visível com a frase “Quem destruir ou prejudicar propriedade privada por via de grafitos será processada judicialmente pagando a devida coima que poderá ir até aos ) 25 mil euros (Lei n.º 61/2013, de 23 de Agosto)”
8. Nenhum cidadão menor de 18 anos pode possuir um spray de tinta ou um marcador de ponta grossa num local público ou privado sem a autorização expressa para tal por parte do proprietário ou utilizador dessa propriedade.
9. Todos os operadores de gás, comunicações, água ou esgotos que tenham instalações acima da superfície devem cobri-las com tinta anti-grafitos ou tomarem outras providências que previnam a sua ocorrência.
10. Quem quer que seja apanhado em flagrante e que seja notificado pelas autoridades tem 24 horas para remover o grafito sem receber qualquer tipo de punição.
11. Nenhum proprietário de uma propriedade privada poderá autorizar qualquer forma de grafito se este for visível a partir de um espaço público a menos que consiga uma licença de alteração de fachada explícita por parte da autarquia local.
12. Prever, nos casos mais graves (nomeadamente em grafitos em monumentos ou em património municipal devidamente referenciado)
1. penas de prisão que podem ir até 90 dias.
2. Suspensão até um ano da carta de condução e/ou
3. Serviço comunitário em remoção de grafitos até 100 horas

13. Responsabilidade parental: os progenitores ou tutores do menor condenado por grafitagem ilegal são responsáveis por todos os danos provocados pelo menor nessa actividade pagando a coima que lhe for atribuída.
14. Em caso de condenação, o condenado pelo crime grafitagem ilegal ou o seu tutor ou responsável legal – em caso de se tratar de um menor de idade – será condenado a reembolsar a autarquia que levou a cabo a operação de limpeza ou remoção.
15. Sempre que um grafito em propriedade pública ou privada seja visível a partir de um espaço público ou de acesso livre um representante da autarquia está autorizado a proceder à remoção do mesmo, imputando-os ao proprietário do espaço afectado.

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=ANTIGRAFITOS

Categories: Política Nacional, Portugal, Uncategorized | 1 Comentário

Citações de “A Invenção de Leonardo”, Paul J. McAuley

“São poucos os que se conseguem libertar da massificacao em beneficio do progresso social. Podemos provar matematicamente que o traabalho desenvolvido para produzir a riqueza material nunca poderá enriquecer mais do que uma pequena fraccao de quem trabalha. Em boa verdade é melhor para a República que ela continue rica, enquanto os seus cidadaos permanecem pobres, dado que a riqueza individual produz apenas ociosidade”
A Invenção de Leonardo, Paul J. McAuley
“Dante reservou um círculo no Inferno para os puristas que se afastam do mundo para assim se enriquecerem espiritualmente, tal como um avarento costuma agarrar-se aos seus tesouros”
A Invenção de Leonardo, Paul J. McAuley
Categories: citações, Uncategorized | Deixe um comentário

Sabia Que… PCP

#SabiaQue o PCP chegou a visitar – para efeitos de aqui instalar a sua Sede Nacional – o palácio do Largo do Rato onde está hoje a sede do PS mas que a recusaram porque “não ficava bem a um partido dos trabalhadores e do povo” ocupar um “palácio da alta burguesia”?…

Categories: História, Uncategorized | Deixe um comentário

Tomorrow the World, Norman J. W. Goda

#SabiaQue, em 1940, Hitler confessou a Molotov que “em 1970 ou 1980, o mais tardar, a liberdade das outras Nações (as que iam dividir a Europa: Alemanha, Espanha, Itália e França) iria ser “tremendamente ameaçada pelo poder anglosaxónico” (EUA e RU)?
Ou seja, Hitler contava acabar com a guerra em 1943 ou 1944, passar 20 ou 30 anos de paz e, depois, travar nova guerra mundial.
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue, foi a 3 de setembro de 1940 que Hitler referiu a Jodl, pela primeira vez a necessidade de ocupar militarmente (sem colocar a opcao diplomática) as ilhas dos Acores e Cabo Verde?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue, em junho de 1940, Espanha pressionou Portugal para uma aliança militar porque, senão, dizia, em breve, “a Alemanha ou a Grã-Bretanha iriam ocupar o pais”?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue o plano alemao para a conquista dos Acores previa a partida da missao da costa francesa, uma conquista facil (tendo em conta as defesas existentes), mas previa grandes dificuldades em as manter dadas as dificuldades de abastecimento e o predominio maritimo britanico? O plano alemão previa também apenas a tomada de algumas das ilhas principais e reconhecia que as outras poderiam depois ser usadas para uma reconquista.
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue o Major Sigismund Freiherr von Falkenstein foi quem, em 1940, desenhou para Hitler um plano de ocupacao dos Acores que previa uma ocupação por ar por Junkers 52 apoiados por bombardeiros Focke-Wulf 200 e uma manutencao por mar?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue em outubro de 1943 o Comando Naval alemão concebeu a “Operacao Dwarslaufer” para a conquista das ilhas do Faial e de Sao Miguel com tropas aqui deixadas por navio, mas que se esperava que aqui ficassem até ao fim da guerra, sem dependerem de abastecimentos?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
Categories: História | Deixe um comentário

Equipagem Espacial, Robert A. Heinlein

#SabiaQue o peso da coluna de ar (até ao Espaço) sobre um centímetro de solo é de, aproximadamente, um quilo?
Equipagem Espacial, Robert A. Heinlein
“Um homem consegue quase sempre aquilo que na verdade deseja”
Equipagem Espacial, Robert A. Heinlein
“Primeiro vê se descobres o que é que na verdade queres. Depois faz o que queres. Nunca te convenças a ti próprio a fazer qualquer coisa que não queiras”
Equipagem Espacial, Robert A. Heinlein
“Um homem gasta cerca de 1380 gramas de oxigénio por dia”
Equipagem Espacial, Robert A. Heinlein
“O problema usual dentro de um fato espacial é o de evitarmos sermos cozidos vivos como uma lagosta. Temos vácuo em toda a parte à nossa volta e é difícil libertar-nos do calor”
Equipagem Espacial, Robert A. Heinlein
Categories: citações | Deixe um comentário

Fundação, Isaac Asimov

“Para ter sucesso, planear não basta. É preciso saber também improvisar”
Fundação, Isaac Asimov
“Não há mérito na disciplina em condições ideais. É preciso mantê-la mesmo diante da morte, senão é inútil”
Fundação, Isaac Asimov
Categories: citações | Deixe um comentário

Nicos Mouzelis, Sociólogo grego

“Nos anos 1970, com os primeiros sinais da globalização a social-democracia deixou de poder controlar os movimentos de capital e deixou de poder fazer o que fez e fez muitas coisas bem desde o pós-guerra”
Nicos Mouzelis, Sociólogo grego
“A Europa, a zona euro, tem uma falsa arquitectura. Enquanto tivermos países com níveis assimétricos de competitividade, e enquanto não existirem mecanismos eficazes de redistribuição, haverá sempre uma transferência de recursos dos países mais pobres para os mais ricos, do Sul para o Norte”
Nicos Mouzelis, Sociólogo grego
“O Norte – sobretudo a Alemanha – continua a acumular excedentes, enquanto o Sul vai acumulando perdas, e têm insistido em politicas que reforçam esse estado de coisas”
Nicos Mouzelis, Sociólogo grego
“A social-democracia colapsou na Grécia, tornando-se insignificante enquanto força politica. Esse é um movimento generalizado na Europa. (…) Os partidos sociais-democratas simplesmente não têm saída, vão estar de mãos atadas enquanto durar este desiquilibro entre capital e trabalho”
Nicos Mouzelis, Sociólogo grego
Categories: Política Internacional, Uncategorized | Deixe um comentário

“as eleições ganham-se ao centro”?

Uma das regras da politica europeia em geral e portuguesa em particular é de que “as eleições ganham-se ao centro” significando com isso que se os partidos de centro-esquerda queriam ganhar eleições tinham que “centralizar” o seu discurso por forma a ganhar o eleitorado centrista.
O dogma dizia que o eleitorado à esquerda do centro era insuficiente para dar maiorias absolutas e, até, relativas.
Mas esta realidade está a mudar… A “centralização” do Syriza, a moderação e razoabilidade demonstrada por BE e PCP (apesar de tudo), a deriva “esquerdista” do Labour e a evaporação intensa dos partidos europeus de centro esquerda indicam que, hoje, talvez não seja preciso cativar o centro para ganhar eleições.
Veremos.
Categories: Política Nacional, Portugal, Uncategorized | Deixe um comentário

Sabia Que… Turismo

#SabiaQue o sector do Turismo vai crescer 10% este ano em dormidas e hospedes e os proveitos hoteleiros em 17%?
#SabiaQue, em 2016, o sector do Turismo gerou mais de 42 mil novos postos de trabalho?
#SabiaQue o crescimento do turismo em Portugal se deve muito, de facto, a desvios da procura da Turquia, França e Medio Oriente, mas isso nao explica tudo uma vez que estamos a crescer mais que Espanha e Italia? (Grecia e França também crescem, mas menos, a primeira por causa da imagem pública do afluxo de refugiados a segunda por causa do terrorismo).
#SabiaQue o Turismo contribui com 15.3% para as exportacoes nacionais mas que esse valor ainda está longe do de alguns paises europeus?
Categories: Economia | Deixe um comentário

Presidente Hardin, Fundação, Isaac Asimov

“Vale a pena ser óbvio, especialmente quando se tem fama de subtil”
Presidente Hardin, Fundação, Isaac Asimov
“A violência é o último refúgio dos incompetentes”
Presidente Hardin, Fundação, Isaac Asimov
“A violencia é uma forma pouco economica de alcancar uma finalidade. Ha sempre melhores substitutos, apesar de, por vezes, poderem ser um pouco menos directos”
Presidente Hardin, Fundação, Isaac Asimov
Categories: citações | Deixe um comentário

“A sorte é uma coisa que não existe; há apenas uma preparação adequada ou inadequada para enfrentar um universo estatístico”

“A sorte é uma coisa que não existe; há apenas uma preparação adequada ou inadequada para enfrentar um universo estatístico”
Robert A. Heinlein, Equipagem Espacial
Categories: citações, Uncategorized | Deixe um comentário

Notas e Citações de Várias Fontes sobre a Tapada das Necessidades

 
 
Breve História da Tapada das Necessidades
1580: Lisboa foi vítima de uma vaga da peste que se prolongou durante mais de 20 anos. Fugindo deste flagelo, muitos lisboetas deixaram a cidade e espalharam-se pelas terras em redor. Foi esse o caso de um casal abastado que se refugiou em Ericeira local onde rezavam, frequentemente, numa ermida e a uma imagem de Nossa Senhora da Saúde. Passados alguns, e sem mostrarem sinais da doença, regressaram a Lisboa atribuindo essa salvação à imagem, que trouxeram consigo abrigando-a numa ermida perto de uma tapada que haveria já (pelo menos desde 1604) na zona mais alta de Alcântara. Esta nova ermida, erguida em 1606, tornou-se local de grandes romarias, de nobres e povo que aqui íam rezar perante a imagem pedido a satisfação dos seus pedidos e “necessidades” (o que haveria de baptizar a tapada)
 
1742: D. João V ordena a construção de “uma ermida maior”, um convento e um palácio para sua própria residência, por expropriação (ou compra, segundo algumas fontes) das quintas agrícolas circundantes, pretendendo aqui criar uma “cerca” para o convento (conforme ainda visível, hoje, perto da entrada no Largo das Necessidades). A obra surge por acção de graças pela cura da paralisia do rei e seria entregue à Ordem dos Frades Oratorianos.
1756: Referências de um religioso ao moinho (não ao que existe hoje em dia e que datará da década de 1940) a uma seara, à mãe de água (“pia circular” de outras fontes): “Uma larga terra de semeadura (e vinha?), situada no extremo norte, junto ao moinho, confirmando a vocação de produção agrícola” (…) “e sobre elle (lago) huma cascata de singular arteficio à qual vem dar parte da agoa, que vem da mesma May, se reparte agoa para todos os tanques, fonte do claustro, cosinha e Palacio. A cascata além da perfeyção com que está feyta, e galantaria, lança pellas juntas das conchas e buzio a agoa do dito tanque”
Finais Século XVIII: Reclamando perante a insuficiência da água na cerca, os Padres Oratorianos, a quem tinha sido cedida por D. João V a ocupação do convento e da sua cerca, pediram ao Rei D. José I que fossem abastecidos pelo Aqueduto das Águas Livres. O monarca responderia afirmativamente (embora em clima de contestação popular) e a galeria das Necessidades foi construída no final do séc. XVIII sendo dessa época a Mãe-de-Água ou Pia Redonda, situada no alto da Tapada com um mirante dominando todo o terreno mas que hoje, infelizmente, está obstruída pela vegetação
 
1833: Dá-se a extinção das ordens religiosas e da saída dos padres do Oratório do Convento das Necessidades.
1843: D. Fernando II mandou redesenhar o jardim transformando a zona de hortas em jardim inglês, tarefa executada pelo mestre jardineiro Bonard. Na época, no antigo zoológico, o mesmo jardineiro constrói a “escola hortícola” para aprendizagem dos 11 (!) princípes reais. Este monarca e sua esposa, Dona Maria II, dão continuidade à tradição dos piqueniques reais na Tapada, que continuam até que Dom Luís, irmão de Dom Pedro V ascende ao trono e transfere a residência real para o Palácio da Ajuda. A Tapada entra então num período de dormência que, não impede a sua visita por convidados ilustres como o grande pintor Édouard Manet, que, nas suas Memórias refere que a sua obra-prima “Le déjeuner sur l’herbe” se inspirou, precisamente, numa estadia na Tapada. Sobre esta obra existe uma grande polémica interpretativa, havendo teses muitos díspares que vão desde uma aproximação ao bonapartismo, até uma mensagem críptica de teor esotérico. Será também desta época a  Alameda dos Lodãos, que integra um dos lugares mais importantes (e mais degradados) da Tapada, o antigo jardim zoológico, construído entre 1848 e 1856, com os seus seis torreões rodeados por gradeamentos de ferro, onde se conservavam animais, tais como aves raras e macacos, para aqui trazidos por Dom Fernando II para instrução dos seus príncipes. Também sob Dom Fernando, foi construída a Casa do Fresco,  onde eram conservadas sementes e plantas, refrigeradas de forma inteligente e completamente natural através da estrutura de pedra e de um lago que ainda existe hoje no topo do edifício. Na sua entrada, contudo, encontramos uma estátua decapitada já há alguns anos.
1856 e 1861: D. Pedro V manda construir a estufa circular, uma estrutura espectacular, de vidro e ferro forjado, com o objetivo de impressionar a sua jovem esposa Dona Estefânia e para a usar como zona de cultivo de horticulas. A estufa, recuperada em 2011, pela Câmara Municipal de Lisboa, está hoje, infelizmente, fechada ao público, sem as quadrículas hortícolas originais e diversos vidros quebrados em consequência de actos de vandalismo (aliás uma constante no jardim, como comprovam os tags nas estátuas dos leões, no lago circular e nos antigos edifícios do Ministério da Agricultura, no extremo norte da tapada). É, aliás, deste monarca a última grande remodelação do espaço sendo da sua lavra boa parte dos arranjos que hoje podemos admirar na Tapada. A morte inesperada da raínha, com apenas 22 anos e de difteria, e a sua própria morte, dois anos depois seria motivo para grandes romarias dos lisboetas que aqui viriam os populares monarcas.
 
1889:  A Tapada regressa a uma fase de grande actividade sob o reinado de Dom Carlos I que torna a escolher o Palácio das Necessidades como residência oficial,  e dá início a grandes obras entre as quais se destacam um campo de ténis para os príncipes Dom Luís Filipe e Dom Manuel e a Casa do Regalo que, a partir de 2007, seria a residência oficial do antigo Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio. Seria neste local que existia o observatório astronómico dos Padres da Congregação do Oratório de onde viria, aliás, a designação (“a vista era um regalo”), algo que também daria o mesmo nome à Quinta da Regaleira, em Sintra, pela mesma razão. Este observatório teria sido demolido nesta época estando já sem uso desde a saída os padres oratorianos do Convento das Necessidades. As obras de 2006 e 2007, contudo instalaram um anexo monobloco, completamente inestético e destoando do restante complexo romântico. 
 
São também da época das intervenções de Dom Carlos a Mata Mediterrânica e o Jardim dos Cactos, considerado, noutros tempos, um dos mais belos da europa, muito expandido na década de 1940 e que é, ainda hoje, um dos mais antigos jardins europeus deste tipo.
1910:  Após a morte de Dom Carlos, D. Manuel II, o seu herdeiro, continua a usar a Tapada tendo inclusivamente planeado um piquenique para o dia 6 de Outubro de 1910, como registou no seu diário. Com a República a Tapada passa a conhecer apenas a frequência dos funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros e permanece fechada ao público.
1916: Com a implantação da República, em 1910, o antigo Convento dos Padres do Oratório foi ocupado por serviços do Exército sendo o Palácio das Necessidades ocupado, posteriormente pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, em 1916.
1974:  Em 1974 regista-se, infelizmente, a demolição do antigo Picadeiro Real sendo construído neste local o actual edifício do Instituto de Defesa Nacional.
1983:  A Tapada é considerada Zona de Reserva Florestal Nacional, murada e pertencente à Zona Especial de Protecção, da qual faz parte integrante a Tapada, como imóvel de Interesse Público
2003: O IPPAR autoriza a construção do Parque de Estacionamento Provisório do Instituto de Defesa Nacional em terrenos da Tapada das Necessidades.
2007: O antigo Presidente Dr Jorge Sampaio, ocupa, para seu uso pessoal, o antigo atelier de pintura da Rainha D. Amélia, a Casa do Regalo, entretanto sujeito a obras de adaptação de gosto duvidoso e pouco condizente com o espírito da Tapada.
 
2008: É assinado um Protocolo entre o Ministério da Agricultura e a CML
 
2011: A CML inicia a recuperação de caminhos, sistema de rega e da Estufa Circular. Mas registam-se concursos falhados, incêndios e concursos incumpridos desde então nada mais de relevante se passou na Tapada.
Estado Actual da Tapada das Necessidades
Presentemente a Tapada das Necessidades é gerida por um conjunto de organismos diferentes:  Ministério da Agricultura,  Ministério dos Negócios Estrangeiros,
Ministério da Defesa Nacional e pela Câmara Municipal de Lisboa.
Depois de recuperados os caminhos, foi lançado um concurso para transformar um antigo jardim zoológico num restaurante. O estabelecimento, que a autarquia pretende que tenha um “nível de exigência superior”, iria funcionar num conjunto de edifícios onde chegou a haver um jardim zoológico. Cinco desses torreões, e um edifício construído mais recentemente no meio deles, iria ser concessionados a um privado, que teria de realizar os trabalhos de reabilitação e reconversão numa empreitada de grande dimensão da empreitada dada a degradação do património edificado. A câmara, que assumiu a gestão deste jardim há menos de três anos (no âmbito de um protocolo com o Ministério da Agricultura), ficará com o sexto torreão, para instalar “um espaço de exposição permanente dedicado à Tapada das Necessidades e à sua história e/ou para prestação de informações sobre assuntos relacionados com agricultura”.
Num local onde a Junta de Freguesia dos Prazeres tinha proposto a instalação de um equipamento social, nomeadamente biblioteca, museu e ateliers para crianças, idosos e frequentadores da Tapada em geral, colocar um restaurante de “alta qualidade” como por diversas vezes refere no concurso público, aumentado o volume do edifício central do antigo jardim zoológico em 3 vezes e utilizando os torreões como armazéns e permitindo um funcionamento ao fim de semana até às 2 da manhã, no meio de uma Tapada, um Jardim Histórico, obrigando a movimentações de viaturas e a uma fase de construção completamente agressiva para um espaço que acabou de ser classificado de interesse público pela Autoridade Florestal Nacional.
“A curto prazo”, refere o assessor do vereador dos Espaços Verdes, a autarquia vai lançar outros concursos públicos, para a conservação e restauro do edifício da Estufa Circular, do muro da alameda e da Casa do Fresco, bem como do Largo Circular. Enquanto isso não acontece, foi já concretizada a primeira fase da recuperação dos caminhos e da rede de drenagem. E estão também a ser feitos estudos para a recuperação do antigo moinho e dos edifícios encostados à Rua do Borja.
João Pinto Soares, do Grupo dos Amigos da Tapada das Necessidades, reconhece que há melhorias visíveis no espaço e diz que ultimamente há “muito mais gente” a calcorrear o jardim. O próprio grupo e a Junta de Freguesia dos Prazeres têm dinamizado uma série de actividades, como visitas guiadas no primeiro domingo do mês, comemorações dos dias da criança e da árvore, piqueniques e aulas de tai chi chuan para crianças.
“O estado em que está o património edificado da Tapada é uma vergonha. Não há uma única coisa que esteja inteira, de pé, à exceção da estufa”, lamentou ao CM Paulo Ferrero, fundador do movimento Fórum Cidadania LX.
Recordando o protocolo assinado em 2008 entre o Ministério da Agricultura e a autarquia, ficando a última responsável pela gestão e manutenção do espaço, Paulo Ferrero lamenta “a falta de iniciativas” para a recuperação da Tapada. “Antes do protocolo, o espaço estava em muito mau estado e continua em mau estado oito anos depois, apesar de intervenções pontuais da câmara de Lisboa, como o restauro da estufa”, afirma. “Se não têm dinheiro, façam protocolos. Desde 2008, não foi criado um programa de intervenções e o património edificado continua ao abandono”
 
A Tapada das Necessidades é um grande jardim de dez hectares, localizado entre Alcântara e a Estrela. Tem duas entradas: uma lateral à igreja do palácio das Necessidades (no largo das Necessidades) e outra na rua do Borja.
A Tapada das Necessidades acolhe ainda árvores autóctones e espécimes provindas de todo o mundo, como alfarrobeiras, dragoeiros, medronheiros, zambujeiros e sóforas-do-japão. O jardim dos cactos, um dos mais antigos na Europa, é outro motivo de interesse.
A circulação de bicicletas e a entrada de cães são proibidas.
O Grupo dos Amigos da Tapada das Necessidades reuniu esta segunda feira, perto do edifício, integrante do complexo de antigos equipamentos, para investigação agrónoma, da Tapada, o qual sofreu um incêndio na semana passada, trazendo mais insegurança para os frequentadores deste espaço verde, que podia ser de facto um oásis na cidade, se a Câmara Municipal de Lisboa, entidade que assumiu a sua gestão, assegurasse o controle da portaria da Rua do Borja.
Categories: História, Uncategorized | Deixe um comentário

Tomorrow the World, Norman J. W. Goda

#SabiaQue em 1940, Ribbentrop pediu à Espanha a cedência de Fernando Pó e da Guiné Espanhola?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue, em setembro de 1940, o ministro espanhol Serrano ofereceu a Hitler que talvez Lisboa se quisesse juntar a um pacto Madrid-Berlim-Roma ao que este respondeu que Londres responderia a essas conversações desembarcando em Lisboa e que o problema do acesso aos Açores só poderia ter uma “solução militar”?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
“Nada pode ser feito com esta gente” Hitler
“Esta gente é insuportável”
Franco
Outubro de 1940
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue numa reunião com Mussolini a 4 de outubro de 1940 Hitler assegurou-lhe que após a guerra a Alemanha ficaria com a Alsácia-Lorena e a África Central e a Itália com Nice, a Córsega, a Tunísia e a Somalilândia francesa?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
Hitler para Mussolini em outubro de 1940: “prefiro que arranquem três ou quatro dentes a ter outra reunião com Franco”
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
Categories: História, Uncategorized | Deixe um comentário

Citações sobre o MDP no Público

“Segundo os dados coligidos até meados de maio de 2016 (o MDP) “o CDS, seguido pelo PSD e depois pelo PS são os partidos em que a percentagem de deputados com actividade profissional fora do Parlamento é mais elevada”
Artigo do Público de 14 set 2016
“No CDS, oito dos 18 deputados (44.4%) têm actividades fora do Parlamento, no PSD há 37 em 89 deputados (41,6%) e no PS são 26 em 86 (30,2%)”
Artigo do Público de 14 set 2016
“O partido com um nível médio mais elevado de colisão de interesses (usando os dados do portal de contratação pública) é o CDS, seguido por PSD e PS: “o partido com mais deputados activos em empresas com contratos com o Estado é o PSD (sete) seguido do PS (cinco) e CDS (um)”
Artigo do Público de 14 set 2016
“Segundo o estudo (do MDP), em maio havia 28 deputados que exerciam funções fora do Parlamento como administradores, gestores ou sócios-gerentes, 23 que acumulavam com a profissão de advogado, dez que eram também professores, sete que eram consultores, três médicos, um engenheiro-civil e um arquitecto”
Artigo do Público de 14 set 2016
“Feita contabilização, o MDP encontrou quatro deputados das bancadas do PS e do PSD que acumulam seis actividades extraparlamentares remuneradas e um socialista que chega mesmo às oito actividades”
Artigo do Público de 14 set 2016
“A disparidade de critérios no preenchimento do registo de interesses é notado pelo MPD, que já questionou a comissão de transparência sobre a dualidade na declaração de remunerações: “porque motivo existe diversidade de critérios, havendo deputados que indicam o valor da remuneração e outros que não o fazem e, até mesmo, omitem a informação sobre se a função é remunerada?”
Artigo do Público de 14 set 2016
Categories: Política Nacional, Portugal, Uncategorized | Deixe um comentário

Fundação, Isaac Asimov

“Durante todo o processo confiaram exclusivamente na autoridade e no passado… E nunca nas vossas próprias pessoas”
Fundação, Isaac Asimov
Categories: citações, Uncategorized | Deixe um comentário

Sabia que… na Segunda Grande Guerra

#SabiaQue Franco, em 1940, fez saber a Hitler que estava disposto a entrar em guerra contra o Reino Unido em troca de Marrocos, Oran (Argélia) e do alargamento da Guiné Equatorial e do Sara Ocidental?
Segundo Ribbentrop, citado pelo ministro dos negócios estrangeiros japonês Yosuke Matsuoka, em 1940, “a guerra estava a terminar, mas a luta maior contra os domínios anglosaxónicos (EUA e império britânico) duraria durante dezenas de anos, de uma forma ou de outra”
#SabiaQue, a 7 de setembro de 1940, Hitler declarou que as ilhas dos Açores, Canárias e Cabo Verde tinham que ser tomadas por forças alemãs e italianas por forma a impedir a sua tomada pelos britânicos ou americanos?
#SabiaQue numa reunião em Berlim, em 1940, o ministro do interior espanhol prometeu à Alemanha a entrada da Espanha na guerra em troca de varias condições estando entre estas a ilha da Madeira?
Categories: História, Uncategorized | Deixe um comentário

Citações de Arthur C. Clarke, Canções da Terra Distante

“A presença de mais de uma certa percentagem de oxigénio na atmosfera de um planeta constitui prova definitiva de que existe vida nele. O elemento é demasiado reactivo para ocorrer no estado livre a menos que seja continuadamente renovado por plantas”
Arthur C. Clarke, Canções da Terra Distante
“Há mil anos atrás, homens de génio e de boa vontade haviam reescrito a História e andado de biblioteca em biblioteca decidindo o que deveria ser salvo” (…) “Com lágrimas nos olhos, os grupos de selecção tinham deitado fora o Veda, a Biblia, a Tripitaka, o Corão” (…) Apesar da riqueza, em beleza e em sabedoria contida nesses livros não se podia tolerar que reinfectassem planetas virgens com os ancestrais venenos dos ódios religiosos, a crença no sobrenatural”
Arthur C. Clarke, Canções da Terra Distante
“é bem possível que a religião fosse essencial para as primeiras sociedades humanas. Sem sanções supranaturais para os restringir se calhar os homens nunca teriam cooperado em nada maior que as unidades tribais. Só quando foi corrompida pelo poder e privilégio é que a religião se tornou numa força essencialmente anti-social e o grande bem que fizera foi eclipsado por males ainda maiores.”
Arthur C. Clarke, Canções da Terra Distante
#SabiaQue em Lisboa, para o período do Paleolítico, se conhecem cerca de uma centena de estações arqueológicas, nomeadamente no vale de Alcântara, Algés, Monsanto, Benfica, Lumiar e Charneca?
Guia Urbanístico e Arquitectónico de Lisboa
#Sabia que se sabe que na Lisboa romana existiam pelo menos duas termas: as dedicadas aos Cássios na Rua de São Mamede e as “dos Augustaes” dedicadas a Esculápio, sitas na Rua da Prata?
Guia Urbanístico e Arquitectónico de Lisboa
#SabiaQue a Alemanha planeava em 1941 construir uma grande base naval em Trondheim, Noruega, com um estaleiro capaz de produzir um navio pesado (um cruzador ou um couro de algibeira) por ano, um complexo habitacional e ligado diretamente à Alemanha por uma nova Autobahn (que levaria 15 anos a construir)?
“Um período muito longo de estabilidade acarreta sempre a decadência”
Arthur C. Clarke, Anti-crepúsculo
Categories: citações, Uncategorized | Deixe um comentário

Racismo: Alguns “Sabia Que”…

#SabiaQue já em 1749 Georges-Louis Leclerc tinha sugerido que a Terra poderia ter mais de 10 milhões de anos (tem, de facto, 4.5 mil milhões) mas que nunca se atreveu a publicar essa informação?
#SabiaQue no Japão existe uma casta de “intocáveis”, os Eta, que lidam com couro, ossos, entranhas, peles e abate de animais? Estas pessoas não podem mudar de profissão, geração após geração?
#SabiaQue no Japão vivem perto de 300 mil brasileiros, descendentes dos nikkei, antigos emigrantes nipónicos no Brasil. Os japoneses, em geral, vêm-nos como “uma população ruidosa, cujos modos descontraídos e expressivos, adquiridos graças a quatro gerações de Brasil, não se enquadram na cultura local, reservada e controlada”
#SabiaQue o censo de 2010 mostrou que, no Japão, entre 128 milhões de habitantes, havia apenas 2 milhoes de estrangeiros (chineses, coreanos, brasileiros, filipinos, paquistaneses e iranianos, principalmente)?
#SabiaQue em 1959, o último ano em que se realizou uma estimativa censitária racial menos de 1% da população em Angola e Moçambique era de “raça mista” ao passo que em São Tomé e Príncipe era de 7% e em Cabo Verde de 70%?
#SabiaQue o geógrafo grego Heródoto atribuía uma cor diferente ao esperma dos negros?…
#SabiaQue apenas, e após varias petições, em 1924, é que nos EUA os índios passaram a ter cidadania? E de facto, hoje em dia, os índios têm tripla cidadania: EUA, estatal e da tribo.
#SabiaQue no Brasil (censo de 2010) existem 818 mil indígenas numa população de 190 milhões?
#SabiaQue foi o investigador francês Buffon (século XVIII) quem, primeiro, observou que as diferentes raças humanas não poderiam ser espécies diferentes de um género, já que, a ser assim, os descendentes híbridos seriam estéreis?
#SabiaQue em 1776, pressionado pelos Estados esclavagistas do sul, Jefferson suprimiu uma passagem que condenava o rei Jorge III pelo estímulo ao comércio esclavagista?
#SabiaQue Darwin chamou a atenção para a “selecção negativa” produzida por séculos pela Inquisição a qual excluiu sistematicamente os indivíduos de pensamentos e acções mais ambiciosas, sendo assim responsável pelo declínio a longo prazo, ao passo que a emigração dos europeus mais enérgicos para a América britânica produzira o efeito oposto”?
#SabiaQue em 1893 mais de um terço dos habitantes do Império Otomano eram cristãos, metade dos quais arménios e quase outra metade gregos?
#SabiaQue em 1893 56% dos habitantes de Istambul eram cristãos?
#SabiaQue entre 1915 e 1916 metade da população arménia do Império Otomano foi massacrada pelos turcos? A outra metade refugiou-se no Império Russo e alguns milhares na Síria e no Iraque.
#SabiaQue o massacre de mais de um milhão de arménios foi o primeiro genocídio programado e executado por um Estado com o envolvimento directo da administração local otomana e executado pela “Organização Especial” com o apoio de tribos nómadas curdas?
#SabiaQue na década de 1920, a Turquia massacrou mais de 500 mil gregos na região do Ponto?
#SabiaQue embora a Itália fascista tivesse declarado a “origem ariana da sua população” e excluído das funções públicas e profissões liberais todos os judeus, só quando os alemães assumiram o controlo do país é que os judeus italianos foram enviados para campos de concentração alemães? (E mesmo assim em números muito limitados e com grande resistência das autoridades locais)
“As várias tribos (da Terra do Fogo) eram canibais em tempo de guerra e, quando, no inverno, a fome os pressionava, matavam e devoravam as idosas antes de matarem os cães, pois estes podiam apanhar lontras”
Charles Darwin,  A Origem das Espécies
#SabiaQue o primeiro caso de perseguição racial e genocídios de África foi executado pelos alemães, na sua colónia na Namíbia, em 1904, contra os hereros?
#SabiaQue durante a ocupação pelos catalães do Ducado de Atenas os gregos foram vendidos como escravos até que, por fim, o rei aragonês proibiu essa prática?
#SabiaQue na Segunda Grande Guerra trabalham na Alemanha 13.5 milhões de pessoas obrigadas a realizarem trabalhos forcados, mais, em 6 anos, que todo o esclavagismo europeu em 350 anos?
#SabiaQue os membros da casta dos “intocáveis” de Valthara (Gujarate) se sentem poluídos pela presença de um membro de uma casta “superior” levando a cabo rituais de purificação quando este deixa o local onde estão?
#SabiaQue em Nils, na Sérvia, existe a Torre das Caveiras erguida pelos turcos para comemorarem a derrota dos revolucionários Sérvios mortos numa das suas primeiras revoltas? Originalmente, com perto de mil caveiras, tem hoje apenas 58 tendo sido as demais recolhida por familiares.
#SabiaQue entre 1940 e 1950 mais de 2.5 milhões de pessoas passaram pelos “campos de reeducação” soviéticos?
#SabiaQue Hitler considerava que as raças superiores estavam limitadas aos alemães, escandinavos, holandeses, britânicos e norte-americanos?… Desta lista estavam, portanto, excluídos os seus aliados italianos, espanhóis, romenos, búlgaros, húngaros, etc, etc…
#SabiaQue segundo as Leis de Nuremberga de 1935: “um cidadão do Reich é um súbdito do Estado (…) que prove, através da sua conduta, que está disposto e apto a servir fielmente o povo alemão e o Reich”? Desta forma, os socialistas e comunistas perderam a cidadania alemã e foram equiparados aos judeus.
#SabiaQue um estudo realizado na Alemanha entre 1875 e 1876 demonstrou que 32% dos judeus tinham cabelo louro e 19% olhos azuis? Outro estudo, feito em 1911, desmentia a teoria do “nariz adunco” e nunca se encontrou ligações entre o tipo sanguíneo e a ascendência judaica…
#SabiaQue, paradoxalmente, a intensificação em plena guerra, das politicas antijudaicas, com o envolvimento de muitas tropas especiais, combustível, armas e recursos gastos em logística e na rede de campos de concentração, foi uma das causas para a derrota alemã em 1945?
#SabiaQue os ciganos foram abrangidos pela “Lei para a Protecção da Saúde Hereditária do Povo Alemão” e que mais de meio milhão foi morto na Europa ocupada pelos nazis?
#SabiaQue Hitler acreditava que após a derrota soviética era preciso impedir o regresso da Rússia ao Cristianismo porque isso daria “um elemento organizativo aos europeus de leste”?
#SabiaQue Hitler defendia que os territórios de leste deviam ser retirados aos russos e “entregues a alemães, dinamarqueses, holandeses, noruegueses e suecos”?
Hitler sobre os emigrantes alemães nos EUA: “os milhões de alemães que emigraram para os EUA são agora a espinha dorsal deste pais e estão não só perdidos para a pátria, mas também inimigos, implacavelmente mais hostis que quaisquer outros”
#SabiaQue em 1955, ocorreu um grande motim, em Istambul, contra a comunidade grega da cidade o que levou a emigração de 200 mil gregos que o Tratado de Lausana permitira que ficassem na Turquia?
Categories: História, Sociedade Portuguesa, Uncategorized | Deixe um comentário

Citações de Henrique Neto

“A legitimidade de qualquer governo é, na prática, reforçada ou enfraquecida pelo comportamento ético dos seus membros, nomeadamente nas sociedades modernas, em que a existência de órgãos de comunicação social poderosos e livres”
Henrique Neto (2001)
“Lamentamos o nível de degradação do Estado e o ambiente geral de indisciplina que se vive em Portugal, desde a desorganização urbana ao habitual incumprimento de horários, da promiscuidade dos interesses à irresponsabilidade – a que se chama falsamente dwemocracia – do meio académico, do carreirismo politico, frequente nos partidos políticos e na generalidade da hierarquia do Estado, ao baixo nível de exigência”
Henrique Neto (2001)
“Não é apenas a exemplaridade ética dos governantes que se apresenta como uma questão essencial nas democracias modernas, é também a capacidade dos governantes praticarem e promoverem a pedagogia da ética pública, a qual representa uma mais valia de legitimação”
Henrique Neto (2001)
“O uso intensivo das tecnologias de informação como instrumento da transparência do Estado implica um maior rigor formal da parte dos dirigentes políticos, mas também é certo que isso conduz a uma maior cultura de responsabilidade da parte dos quadros e dos trabalhadores da administração pública, além, naturalmente, de produtividade acrescida”
Henrique Neto (2001)
“Não é ética nem politicamente aceitável a desvalorização dos cargos políticos, principalmente daqueles que resultam da eleição popular, devido a níveis de remuneração que chegam a ser cinco, dez e vinte vezes inferiores à remuneração dos membros dos conselhos de administração das empresas com capitais públicos. O que só pode conduzir à tentação dos cargos políticos se tornarem portas giratórias do poder económico”
Henrique Neto (2001)
“O Estado não pode fazer tudo, porque assim não o fará bem e, porque acreditamos que a vida democrática portuguesa já é suficientemente adulta para ser possível pedir à generalidade das famílias portuguesas um maior esforço para a educação dos seus filhos, concentrando esse esforço nos níveis superiores do ensino, com opções livres entre o ensino superior privado e o ensino superior público”
Henrique Neto (2001)
“A insuficiência do Estado resulta do hábito dos diferentes governos implantarem nos ministérios, após cada mudança governamental, administrações temporárias de pessoal politico de confiança à margem, e frequentemente em oposição, aos profissionais da Administração Pública. Fazem-no em vez de contribuírem para o reforço continuado da gestão e da organização públicas e da qualidade dos recursos humanos e técnicos existentes nos ministérios e demais serviços do Estado”
Henrique Neto (2001)
“A introdução de círculos uninominais (…) é a única forma de introduzir alguma concorrência à hegemonia politica dos partidos portugueses, tornando-os mais competitivos e, numa segunda fase, conduzindo-os à introdução de alterações no seu funcionamento”
Henrique Neto (2001)
“O investimento estrangeiro na Irlanda não tem um valor absoluto superior a Portugal, mas com a diferença de que é destinado principalmente à indústria, 92.9% do total, quando em Portugal o investimento estrangeiro na indústria se cifra em apenas 18.7%””
Henrique Neto (2001)
“Há, em Portugal, uma confusão entre o ensino público e o privado, falta de alunos nos cursos dedicados às Ciências exactas, como a engenharia, excessivo numero de cursos no ensino superior e o interesse marginal de muitos deles, má qualidade do ensino secundário e fraco aproveitamento geral em todos os níveis de ensino”
Henrique Neto (2001)
“Houve em Portugal uma politica de obras publicas e de habitação consumidora de parte excessiva dos recursos nacionais, na administração central e nas autarquias, resultante de muitas obras de fachada e do excesso de investimentos de necessidade duvidosa, situação agravada por preços excessivos e por revisões de preços nas obras públicas, cujo controlo é muito duvidoso”
Henrique Neto (2001)
Henrique Neto sobre o negócio do Estado com a Mota-Engil para o cais de Alcântara: “porque é que se faz um contrato com uma empresa privada em que se o mercado não corresponder às expectativas o Estado paga a diferença?”
(2001)
“As PPPs devem ser encerradas assim que possível pela via da negociação ou pela via da recompra. Primeiro porque as empresas com estes contratos têm dificuldades financeiras conhecidas e, em segundo lugar, porque o governo pode financiar-se no mercado a preço muito mais baixo do que aquele que está a pagar nas PPPs”
“O bom governo procura não gastar mais do que as receitas que tem disponíveis (…) mau, muito mau, é gastar sempre mais e mais dinheiro à custa do endividamento e sem relação com a riqueza produzida anualmente”
Henrique Neto (2015)
“as juventudes partidárias, com inusitada facilidade e sem experiência profissional ou percurso cívico, chegam ao topo do poder politico”
Henrique Neto (2015)
“Os donativos feitos aos partidos ficam na obscuridade e podem ser berço da promiscuidade entre interesses públicos e privados que depois alastra às estruturas do Estado”
Henrique Neto (2015)
“A má gestão pública é destacada por investidores estrangeiros como o factos mais negativo da sua actividade entre nos. Ou seja, o mau funcionamento dos serviços públicos, como a Educação, a Saúde, a Justiça e a Segurança Social estaria a impedir o desenvolvimento das empresas (…) Não se trata de incompetência dos recursos humanos, mas de um problema de gestão”
Henrique Neto (2015)
“O Brasil é Inferno dos negros, Purgatório dos brancos e Paraíso dos mulatos e das mulatas”
Provérbio brasileiro do século XVIII
#SabiaQue em 1731 os escravos, em Cabo Verde, representavam apenas 15% da população sendo a maioria indivíduos livres de raça mista e negros?
#SabiaQue a palavra “canibal” foi criada por Cristóvão Colombo ao designar os nativos das Antilhas que comiam caça humana e que era identificados como “caribes” (“caraíbas”) ou “canibes”?
“Todos consideram bárbaro aquilo a que não estão habituados; não temos quaisquer outros critérios para a verdade e para a justiça além dos exemplos e da forma das opiniões e dos costumes do nosso pais. Neles encontramos sempre a religião perfeita, a politica perfeita, o modo mais desenvolvido e perfeito de fazer as coisas”
Montaigne (1533-1592)
Montaigne (1533-1592) sobre os indígenas do Novo Mundo: “entre eles não ouvimos termos para traição, mentira, engano, avareza, inveja, calúnia ou perdão”
“Portugal como nação euro-atlântica com uma aposta por fazer no porto de transhipment, para fazer de Portugal o ponto de contacto entre a Europa e o resto do mundo por onde chegam e são reencaminhadas mercadorias para os mais diversos mercados”
Henrique Neto 2001
#SabiaQue “HIPPO” é um acrónimo que designa os cinco factores que estão a provocar a extinção global de espécies que agora vivemos:
H: destruição da Habitats
I: espécies Invasivas
P: Poluição
P: crescimento Populacional
O: excessO de caça (“Overhunting” em inglês)
#SabiaQue em 1798 a cidade de Luanda contava apenas com 562 europeus, 1259 indivíduos mestiços e 5383 africanos (a maioria escravos)?
No resto da colónia haveria, no máximo, 4500, ou seja, menos de 1% da população total.
#SabiaQue a população nativa das Américas oscilava entre os 50 a 60 milhões descendo no final do século XVI para pouco mais de 5 milhões depois do advento dos europeus ao continente?
#SabiaQue Tenochtitlán a capital da confederação mexicana dos Nahua tinha mais de 200 mil habitantes sendo maior que a maioria das grandes cidades europeias do século XVI?
#SabiaQue os portugueses foram responsáveis pelo transporte de mais de 5.8 milhões de escravos (47% do total), seguidos pelos britânicos com 3.2 milhões e pelos franceses com 1.3 milhões?…
(Até que ponto é que esta “marca” é responsável pelo karma colectivo de Portugal e pela situação em que vivemos há décadas?…)
#SabiaQue os estatutos de Kilkenny (Irlanda) de 1366 proibiam explicitamente o casamento ou a simples coabitação entre ingleses e irlandeses pois “as uniões mistas podiam levar os ingleses a cairem na tentação de adorar os costumes degenerados dos irlandeses”?
#SabiaQue a Companhia Holandesa das Índias Ocidentais entre 1623 e 1638 capturou 547 navios de carga portugueses e outros 249 entre 1647 e 1648?!
(Foi assim que se fez a base da riqueza actual da Holanda: com Pirataria e Saque)
#SabiaQue entre 1761 e 1800 emigraram para as colónias mais de 1.5 milhões de portugueses? O número é absolutamente extraordinário, quando comparado com qualquer outra potencia colonial europeia da época.
#SabiaQue até ao século XX (quinino) a taxa de mortalidade dos europeus em África oscilava entre os 40 a 90% ANUAIS!…
“Tinha trocado de marido mais de uma vez. Mas como nunca trocara o seu amante, as pessoas tinham deixado de comentar”
Oscar Wilde, O Crime de Lorde Arthur Savile
#SabiaQue após três séculos de colonização contínua a presença portuguesa na África Subsahariana antes do século XIX não ultrapassava os 2500 indivíduos?…
#SabiaQue no século XVII havia mais de dez mil portugueses na Ásia, valor que desceria (por regresso e mortalidade) aos três mil em 1760 (a maioria militares)?
#SabiaQue mais de 60% da população mundial vive em países em que as taxas de fertilidade são inferiores às taxas de substituição demográfica?
#SabiaQue no século XVI enquanto os portugueses combatiam os otomanos no Oriente e procuravam uma aliança com o império mogol os franceses de Francisco I firmavam uma aliança com o Império Otomano?
#SabiaQue no império otomano o assassinato de filhos e irmãos estava instituído como regra (era a “lei do fratricídio”) como forma de assegurar a estabilidade dos novos reinados?
#SabiaQue a designação “monhé”, usada pela primeira vez no actual Moçambique para designar as etnias muculmana e indiana que se dedicavam ao comércio vem do macua m’monhe que significa “muçulmano”?
#SabiaQue no Irão do século XVI os novos reis, quando ascendiam ao trono, tinham por habito mandarem cegar filhos e irmãos por forma a, com essa deficiência, impedirem a sua competição ao trono?
#SabiaQue em 1640, o secretário da propaganda Fide, do Vaticano, escrevia que havia uma maquinação, por parte dos clérigos portugueses, para que houvesse acesso à sua classe por parte de nativos por forma a “protegerem as suas rendas”?
#SabiaQue em 1578, Filipe II produziu um decreto em que obrigava todos os arcebispos e bispos da América Espanhola a excluírem os mestiços das ordens?
“Era agora uma senhora de quarenta anos de idade, sem filhos, e dotada daquela desenfreada paixão pelo prazer que se dizia ser o segredo para manter a juventude”
Oscar Wilde, O Crime de Lorde Arthur Savile
#SabiaQue em 1682 dois capuchinhos espanhóis (Francisco José de Jaca e Epifânio de Moirans) pregavam contra a escravatura de africanos na América espanhola sendo expulsos para Cuba, excomungados e recusado a penitência aos donos de escravos que não se arrependessem?
#SabiaQue apesar de todos os seus esforços laboratoriais (e foram muitos) a Alemanha nazi nunca conseguiu identificar características naturais especificas da população judaica e teve que recorrer aos métodos tradicionais da reputação e genealogia usados no passado pela Inquisição?
Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Citações de Tomorrow the World, Norman J. W. Goda

#PerguntaSingela: quando Hitler tomou o poder em 1933 mandou cancelar todos os empréstimos norte-americanos à República de Weimar e ao fazer o Anschluss com a Áustria fez o mesmo com a divida austríaca aos EUA.
Será que, após 1945, a Alemanha chegou a honrar esses compromissos?…
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue apesar de todos os seus esforços laboratoriais (e foram muitos) a Alemanha nazi nunca conseguiu identificar características naturais especificas da população judaica e teve que recorrer aos métodos tradicionais da reputação e genealogia usados no passado pela Inquisição?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
“Era agora uma senhora de quarenta anos de idade, sem filhos, e dotada daquela desenfreada paixao pelo prazer que se dizia ser o segredo para manter a juventude”
Oscar Wilde, O Crime de Lorde Arthur Savile
#SabiaQue Jimmy Carter e Ronald Reagan viram UFOs antes de serem presidentes dos EUA?…
“Tinha trocado de marido mais de uma vez. Mas como nunca trocara o seu amante, as pessoas tinham deixado de comentar”
Oscar Wilde, O Crime de Lorde Arthur Savile
#SabiaQue na Batalha de Gettysburg, em apenas três dias, morreu um quarto de todo o exército da União e mais de um terço do Confederado?
#SabiaQue nos territórios controlados pelo ISIS na Síria se cortam dedos quando alguém era apanhado a fumar?
#SabiaQue em 1937, o almirante Raedar, da marinha nazi, tinha expressado interesse em utilizar bases navais nos Açores e nas ilhas de Cabo Verde?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue apesar de todos os seus esforços laboratoriais (e foram muitos) a Alemanha nazi nunca conseguiu identificar características naturais especificas da população judaica e teve que recorrer aos métodos tradicionais da reputação e genealogia usados no passado pela Inquisição?
#SabiaQue depois da derrota francesa de 1940 Franco queria entrar na guerra e um dos seus argumentos era o de que conseguiria convencer Salazar a alinhar consigo?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
#SabiaQue a Itália, antes de atacar a França, em 1940, planeava exigir-lhe a ocupação da França oriental, a Tunísia, a Somalilândia, a Córsega e parte da Argélia, mas depois do armistício já se contentava apenas com uma desmobilização e zonas desmilitarizadas?
Tomorrow the World, Norman J. W. Goda
Categories: História, Uncategorized | Deixe um comentário

Citações de Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra

“Reforços, chá e açúcar”
Pedido do general britânico cercado pelos rebeldes afegãos em Candaar (1880) ao vice-rei da Índia
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra
“A Inglaterra vale-se capciosamente do clero católico da Irlanda e da religiosidade da plebe para a manter na resignação da miséria acenando-lhe com as promessas cor de ouro da bem-aventurança”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
Artigo do jornal inglês Standard de 1877 citado por Eça de Queirós:
“Se a Irlanda vier a esquecer-se do que deve a si e à Inglaterra é doloroso pensar que no próximo Inverno, para manter a integridade do Império, a santidade da lei e a inviolabilidade da propriedade, nós teremos de ir, com o coração negro de dor, mas a espada firme na mão, levar à Irlanda, à ilha irmã, à ilha bem-amada, uma necessária exterminação”.
“A frequentação dos templos, em Inglaterra, diminui de um terço todos os dez anos, ao passo que o espírito de religiosidade cresce nas massas, tornando-se assim o sentimento religioso cada dia mais desprendido das formas caducas e perecíveis das religiões”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Na estacao dos “Lecture-Season” nao ha um bairro em Londres (quase podia dizer uma rua), nem uma aldeia no resto do pais, em que se nao veja, cada noite, um sujeito, com um copo de agua, dissertando sobre um assunto, diante duma audiência compacta, atenta, interessada e que toma notas. Os assuntos são tudo – desde a ideia de Deus até à melhor maneira de fabrica graxa”
“O inglês não se divertia no continente; não compreende as línguas, estranha as comidas, tudo o que é estrangeiro, maneiras, toilettes, modos de pensar, o choca; desconfia que o querem roubar; tem a vaga crença de que os lençóis nas camas do nunca são limpos”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Na vida doméstica inglesa, a novela tornou-se um objecto de primeira necessidade, como a flanela ou as fazendas de algodão; e, portanto, toda uma população de romancistas se emprega em manufacturar este artigo, por grosso, e tão depressa quanto a pena pode escrever, arremessando para o mercado as paginas mal secas no ansioso conflito da concorrência”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“A humanidade (a aristocracia londrina) que tem nas artérias o famoso sangue normando, esse sangue invejado, mais precioso que o de Cristo, cantado por todos os poetas da corte, e que foi importado pelos brutamontes cobertos de ferro, e peludos como feras, que acompanhavam a estas ilhas Guilherme da Normandia”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Na vida doméstica inglesa, a novela tornou-se um objeto da primeira necessidade, como a flanela ou as fazendas de algodão; e, portanto, toda uma população de romancistas se emprega em manufacturar este artigo, por grosso, e tão depressa quanto a pena pode escrever, arremessando para o mercado as paginas mal secas no ansioso conflito da concorrência”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“O esforço humano consegue, quando muito, converter um proletariado faminto numa burguesia farta; mas surge logo das entranhas da sociedade um proletariado pior. Jesus tinha razão: haverá sempre pobres entre nós. Donde se prova que esta humanidade é o maior erro que jamais Deus cometeu”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Aqui estamos sobre este globo há doze mil anos (erro!) a girar
fastidiosamente em torno do Sol, e sem adiantar um metro na famosa estrada do progresso e da perfectibilidade: porque só algum ingénuo de província é que ainda considera progresso a invenção ociosa desses bonecos pueris que se chamam maquinas, engenhos, locomotivas, etc. e essas prosas laboriosas e difusas que se denominam sistemas sociais”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Ninguém hoje tem bastante génio para compor um coro de Esquilo ou uma página de Virgílio; como escultura e arquitectura, somos grotescos; nenhum milionário é capaz de jantar como Luculo; agitavam-se em Atenas ou Roma mais ideias superiores num só dia do que nós inventámos num século; os nossos exércitos fazem rir, comparados às legiões de Germânico”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“A criança portuguesa é excessivamente viva, inteligente e imaginativa. Em geral, nós outros, os portugueses, só começamos a ser idiotas quando chegamos à idade da razão. Em pequenos, temos todos uma pontinha de génio”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Em Leipzig, um bando de mancebos, que se poderiam tomar por frades dominicanos, mas que eram apenas filósofos estudantes, andaram expulsando os judeus das cervejarias, arrancando-lhes assim o direito individual mais caro e sagrado ao alemão: o direito à cerveja” (sobre uma vaga anti-semita na Alemanha em 1877)
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“As cinco chagas de Jesus nada têm que ver com estas petições por toda a Alemanha, pedindo ao governo que não permita aos judeus adquirirem propriedade, que não sejam admitidos em cargos públicos e outras extravagancias góticas. O motivo do furor anti-semítico é simplesmente a crescente prosperidade da colónia judaica”
 (sobre uma vaga anti-semita na Alemanha em 1877)
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“O irlandês parece-se com o polaco em certos pontos, são ambos arrebatados, imprudentes, espirituosos, generosos e poetas. Como o polaco, o irlandês católico odeia o conquistador, sobretudo por ele ser herético de nacionalidade, misturando o ódio politico o conflito de religião”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“A Inglaterra para não perturbar os interesses tirânicos dum milhar de ricos proprietários (ingleses e escoceses) deixa na miséria quatro milhões de homens. Tem todo o território irlandês ocupado militarmente. Apenas um patriota começa a ter influência na Irlanda, prende o patriota”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“A brusca agressão (1877) de doze couraçados, cidadelas de ferro flutuando sobre as águas, contra as decrepitas fortificações de Mehemet-Ali, este bombardeamento duma cidade egípcia, estando a Inglaterra em paz com o Egipto, parece-se singularmente com a politica primitiva do califa Omar ou dos imperadores persas, que consistia nisto: ser forte, cair sobre o fraco, destruir vidas e empolgar fazendas”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“A França e a Inglaterra (…) tendo o Egipto (endividado até ao alto das pirâmides para com as burguesias financeiras de Paris e Londres) omitindo o pagamento de alguns coupons, a França e a Inglaterra protegendo maternalmente os interesses dos seus agiotas instalaram no Cairo dois cavalheiros (…) encarregados de colher a receita, geri-la e aplicar-lhe a parte mais pingue à amortização e juros da famosa divida egípcia”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Em que gastou Ismail-Pachá as centenas de milhões que a Europa lhe emprestou, e que o pobre fellah está pagando? Em primeiro lugar, na realização de uma ideia económica – o converter o Egipto, que é um pais agrícola, numa nação industrial. O Egipto produzia o açúcar – porque o não refinaria? Possuía o algodão – porque não o teceria? E ai começou, à força de milhões, a cobrir as margens do Nilo dessas colossais fabricas, de que hoje só restam ruínas”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Quando o Egipto quis modificar o sistema que convertia o povo numa horda de servos trabalhando para os financiamentos de Paris e Londres as esquadras de França e Inglaterra apareceram logo, pedindo o desterro de Arabi, e o licenciamento do exercito, que era o instrumento e a força do partido nacional. Os árabes viram nisto um odioso abuso de força, a Inglaterra e a França querendo manter à bala os interesses dos possuidores dos títulos da divida egípcia e os privilégios dos intrusos”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“A França receia a Alemanha; a Turquia teme a Rússia; a Áustria está contida por ambas; a Itália necessita a benevolência de todas; e cada uma por seu turno treme do Sr. de Bismarque, o hediondo papão, o Júpiter trovejante do Olimpo diplomático”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“Não há, nunca houve Europa, no sentido que esta palavra tem em diplomacia. Há hoje apenas um grande pinhal de Azambuja, onde rondam meliantes cobertos de ferro, que se odeiam uns aos outros, tremem uns dos outros, e, por um acordo tácito, permitem que cada um por seu turno se adiante”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
“é isto que torna os ingleses detestados. Nunca se fundem, nunca se desinglesam. Há raças fluídas, como a francesa, a alemã que sem perderem os seus caracteres intrínsecos, tomam ao menos exteriormente a forma da civilização que momentaneamente as contêm.”
Eça de Queirós, Cartas de Inglaterra (1877)
Categories: citações, História, Uncategorized | Deixe um comentário

Sabia Que… na Primeira República

#SabiaQue na Monarquia Constitucional o poder oscilava entre o Partido Regenerador e o Progressista? A isto se chama o “rotativismo”.
#SabiaQue o Ultimato Ingles de 1890 e o Mapa Cor-de-Rosa levou a manifestacoes contra a monarquia? Estas levaram a um aumento da influencia dos partidos republicano e socialista, assim como da maçonaria e da carbonária.
#SabiaQue a lei eleitoral de 1911 veio substituir a de 1895, de Hintze Ribeiro, também conhecida como a “Ignóbil Porcaria”?
#SabiaQue a crise economica e financeira de 1890 a 1892 levou à desvalorizacao da moeda, ao aumento do desemprego, dos impostos e dos preços?
#SabiaQue em 1875 foi fundado o Partido Operário Socialista? Criticava a sociedade capitalista e a propriedade privada dos meios de producao, mas nao teve grande adesao devido à fraca industrializacao do pais. Antero de Quental, Oliveira Martins e Eça de Queiros eram alguns dos seus membros mais ilustres.
#SabiaQue a Carbonária era uma organizacao secreta, com ligacoes à maçonaria e fundada em 1822? Defendia a queda da monarquia e a legitimidade dos metodos violentos.
#SabiaQue após a revolta republicana de 1891 (no Porto) Dom Carlos entregou o governo a Joao Franco, instalando uma ditadura?
#SabiaQue a questão dos “adiantamentos” à Casa Real foi uma das causas próximas da revolução republicana?
#SabiaQue as cinco principais inovacoes dos governos republicanos foram:
.Direito à greve
.Proteccao na doenca e velhice
.Horario das 48 horas
.Igualdade de direitos dos conjuges
.Igualdade entre filhos legitimos e ilegitimos
#SabiaQue o primeiro Presidente da Republica foi Manuel de Arriaga?
#SabiaQue os lideres dos partidos republicanos sao Afonso Costa do Partido Democrático, Antonio José de Almeida do Evolucionista e Brito Camacho da Uniao Republicana (unionistas)?
#SabiaQue o Congresso da Republica tinha duas camaras, a Camara dos Deputados (à qual competia a iniciativa dos actos de maior significado politico) e pelo Senado (que representava os distritos administrativos e as provincias ultramarinas)?
#SabiaQue em 28 de maio de 1926 se dá uma revolta militar comandada por Manuel Gomes da Costa que marcha sobre Lisboa e impoe a renuncia do Governo e a dissolucao do Parlamento? Entre os seus dirigentes estava Oliveira Salazar…
#SabiaQue durante a Primeira República houve dois períodos de ditadura: Pimenta de Castro em 1915 e Sidónio Pais de 1917 a 1918?
#SabiaQue em 16 anos de Primeira República houve sete parlamentos, oito presidentes da República e 45 governos )dois dos quais não chegaram a tomar posse)?
#SabiaQue a Assembleia Constituinte de 1910 foi eleita apenas em metade dos círculos eleitorais porque não havia candidatos para preencher todas as circunscrições? Assim, mais de metade acabou sendo “eleita” sem votação.
#SabiaQue para a Constituinte de 1910 votaram apenas os cidadaos alfabetizados e os chefes de familia com mais de 21 anos?
#SabiaQue o primeiro Presidente da Republica foi eleito por sufrágio secreto pelos membros da Assembleia Nacional Constituinte?
#SabiaQue o Congresso da República se dividia em Câmara dos Deputados e Senado (Constituição de 1911)?
#SabiaQue só em 1918, com Sidónio Pais e apenas por um ano, é que se alargou o sufrágio a todos os cidadãos do sexo masculino maiores de 21 anos?
#SabiaQue na Primeira República o Presidente da Republica não tinha poder de veto estando até prevista uma promulgação automática caso não se pronunciasse num prazo de 15 dias?
#SabiaQue na Primeira República, o Congresso (Câmara dos Deputados e Senado) tinha o poder de destituir o Presidente da República?
#SabiaQue somente na revisão constitucional de 1919 se passou a dar ao Presidente da Republica o poder de dissolução do Congresso?
#SabiaQue na Primeira República a legislatura da Câmara dos Deputados durava três anos e a do senado, seis, sendo renovado metade do senado juntamente com a câmara dos deputados?
#SabiaQue os três principais partidos da Primeira República (cisões do Partido Republicano) eram o Partido Democrático (dominante após 1911), o Partido Evolucionista e o Partido Unionista?
Categories: Portugal, Uncategorized | Deixe um comentário

Sabia Que…

#SabiaQue os Quakers de meados do século XVIII recusavam jurar perante magistrados, fazer vénias, tirar o chapéu perante os superiores, cumprir o serviço militar e… pagar impostos?
#SabiaQue nunca houve um movimento abolicionista em Portugal e que esta foi abolida por ação da pressão da marinha britânica em 1836?
#SabiaQue a escravatura nos Países Baixos só foi abolida em 1863, ou seja trinta anos depois de o ser em Portugal?
#SabiaQue a presença de mulheres era mais elevada entre os migrantes britânicos para as Américas do que entre portugueses e espanhóis e isso é o principal factor que explica a maior miscigenação com populações nativas dos invasores ibéricos?
Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Sobre a quebra do investimento estrangeiro sob o XXI Governo

Fala-se muito (e bem) da quebra do investimento estrangeiro sob o XXI Governo e do quanto este é preciso para que o PIB retome um rumo de crescimento acima de 2.5% (o tal numero magico para recuperar desemprego)
Mas fala-se nada de que mais de 80% desse investimento estrangeiro no governo PSD-CDS era de facto capital que advinha da privatizacao de empresas: ou seja “capital” seco que não trazia (e nao trouxe) nenhuma eficiencia, rentabilidade ou riqueza acrescida a Portugal.
Categories: Economia, Uncategorized | Deixe um comentário

Democracia em Controlo Remoto

A Democracia está em Controlo Remoto
Os eleitores nacionais elegem representantes para cargos nacionais, mas, com a globalização comercial e financeira e a transferencia massiça das soberanias nestes campos a maioria das decisoes nao sao tomadas por estes politicos eleitos mas pelos “mercados” e por tecnocratas e banqueiros centrais ansiosos por agradarem aos primeiros.
O resultado é uma politica economica sobre-economizada e despolitizada e algos niveis de abstenção: para quê votar se que manda, de facto, nao sao os eleitos mas estas forças nao-democráticas?…
A Democracia dos 400
Estima-se que o poder “real” (económico e politico) esteja nas mãos de não mais de 400 famílias. São elas que estão do lado de lá da cada vez maior separação entre Governantes e Governados. São elas, também, que participam nas reuniões e negociações entre interesses públicos e privados, ora de um lado, ora do outro, alternando posições a cada ciclo politico e criando um espírito de grupo único que facilita as transições de um mundo para o outro e a renovação regular destas famílias com sangue novo oriundo das estrelas politicas do momento.
A Inflação da Abstenção
Na Primeira República a abstenção chegou a ser, em 1925, superior a 86%. Em 1975, com a instalação da “novidade” do regime democrático em que os cidadãos tinham a percepção (correcta) de que o seu voto contava e fazia a diferença, a abstenção foi de apenas 8.3%, mas desde então não parou de crescer a 3% a 8% a cada sufrágio até ao recorde máximo alcançado nas eleições de 2015 de 43.07%! A esta velocidade, a partir de meados da década de 2030, chegaremos aos números de 1925 e o sistema será então, simplesmente, insustentável.
Embora estes niveis de abstenção não estejam muito distantes das médias europeias, o seu crescimento não tem, praticamente, paralelo a nível europeu e revela uma doença profunda no sistema politico que os partidos politicos ainda não quiseram resolver (nomeadamente através de uma revisão profunda da lei eleitoral).
A Crise da Militância Partidária
Existem em Portugal cerca de 302 mil cidadãos inscritos, como militantes nos partidos políticos. A comparação com a totalidade da população coloca-nos na lista de pais (do sul da Europa) com menor taxas de militância do mundo desenvolvido (cerca de 2% da população).
A crise, como se disse mais acima, não é nacional, mas global. No Reino Unido, por exemplo, pais que registava das taxas mais altas de todo o globo e onde os Conservadores listavam na década de 1950 mais de 3 milhões de militantes, hoje, contabilizam pouco mais de 134 mil… Uma tal hecatombe teria colocado uma empresa comercial na insolvência, mas apesar disto, os partidos resistem, resistem…
O maior partido político português é, desde há bastante tempo, o PSD que conta, hoje em dia, com 118 mil militantes, mas em 2008 eram mais de 153 mil… E destes 118 mil apenas 53 mil têm as quotas em dia e, consequentemente, votam em eleições internas. O segundo maior partido político é o PS com 84 ml (eram 125 mil em 1982). O terceiro maior partido português é o PCP com, aproximadamente, 60 mil militantes dos quais 43% têm as quotas em dia. E isto num partido considerado (justamente) como o mais “militante” de todos os partidos portugueses… De notar, ainda que em 1983 o PCP tinha mais de 200 mil militantes e que, por regra (e salvo raras excepções) o militante comunista apenas deixa de o ser por… morte. Isto quer dizer que o partido não se renovou e que se está a evaporar a um ritmo ainda mais intenso que os outros partidos políticos portugueses.
Em termos de dimensão, quarto partido português é o CDS, com 30 mil militantes e cerca de 19 mil “activos” (não é claro, na terminologia dos Centristas se isso significa que são militantes com as quotas em dia).
A considerável distancia destes “grandes” partidos encontramos por fim o BE, que terá pouco mais de 10 mil militantes, dos quais 5200 mantêm as suas quotas em dia, numa percentagem que indicia uma maior taxa de actividade militante que advém da relativa juventude do partido e do quadro sociológico e demográfico deste partido.
Nao é facil obter números quanto aos restantes partidos, sobretudo aos que estao fora do Parlamento, mas estimamos que tenham entre 5 militantes activos a algumas dezenas a algumas centenas.
Estes numeros significam que, em média, menos de 50% dos militantes dos “grandes” partidos pagam as suas quotas e, logo, participam activamente nos actos eleitorais internos.
A cada três anos, nos processos internos de refiliação os partidos perdem, em média, metade dos seus militantes, provando assim que pelo menos metade destes eram produto de arrebanhamentos massivos ou de esquemas falsos de registo de novos militantes e que, simplesmente, muitos destes novos militantes se desiludiram com a realidade que encontraram nestes partidos.
Categories: Democracia Participativa, Política Nacional, Portugal, Uncategorized | Deixe um comentário

Limpeza

#SabiaQue o governo nigeriano “limpou” dos seus quadros de funcionários públicos 23.846 indivíduos que recebiam mais de 11 milhões de euros em salários mas que, de facto, não faziam qualquer tipo de trabalho real para o governo?…

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Fundos Abutres

#SabiaQue a Argentina se colocou se joelhos perante os “fundos abutre” que recompraram 4.65 mil milhões de divida argentina e se comprometeu a pagar esse dinheiro em troca do regresso aos mercados financeiros?

Categories: Economia, Política Internacional, Uncategorized | Deixe um comentário

site na WordPress.com.

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

RULE OF LAW NOMOCRACY THE GOVERNING SYSTEM

A new world with common laws to own and to govern everything with a common language, a common civilsation and DDD Digital Direct Democracy.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com

iilp.wordpress.com/

Promocão e difusão da língua portuguesa

Blogvisão

"Qualidade de informação para qualidade de opinião!"

geoeconomia

Just another WordPress.com site

E.VAZ. STRATEGIES, LDA

Strategic Communication and Information Consultants